Dúvidas II

------------ ATENÇÃO----------------------------------------------------------------------------------------


Esta página atingiu o número máximo de comentários. Por favor, poste sua dúvida na página seguinte, "Dúvidas III"


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


201 comentários:

  1. Também sou de Fortaleza e também sofro desse mesmo mau. Não quer trocar informações por e-mail ? O meu é angelispj@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, sou jean de Fortaleza, Ceara, o anônimo do dia 25 de abril de 2014, 21: 36 hs. postou que usou um medicamento homeopatico chamado THUYA, e que melhorou bastante, mas não deu maiores detalhes. Gostaria de saber que produto é esse, onde posso encontrar e como usar. Obrigado.

      angelispj@hotmail.com

      Excluir
  2. Pessoal, comecei a usar o suplemento DHEA após conversar com um usuário aqui do fórum e fazer um exame para ver a concentração desse hormônio no meu sangue. Os resultados foram os seguintes:

    3 ALFA ANDROSTANEDIOL GLICURONIDE:
    RESULTADO: 14.7 ng/mL
    VALORES DE REFERÊNCIA: Método: Imunoensaio Enzimático
    Homem........: 1.53 a 14.82 ng/mL

    DHEA - DEHIDROEPIANDROSTERONA:
    RESULTADO: 1.97 ng/mL
    Masculino adulto: 1.4 a 12.5 ng/mL

    DIHIDROTESTOSTERONA:
    RESULTADO: 260.0 pg/mL
    VALORES DE REFERÊNCIA(Basal): Método: Radioimunoensaio.
    Homens..: 20 a 30 anos: 47.6 a 956 pg/mL

    Fiquei feliz quando vi o resultado do 3adiol no meu sangue, pois esperava um valor bem baixo. Acredito que eu não tenha desenvolvido a Síndrome na sua pior forma. Enfrento problemas de libido e manutenção da ereção, mas isso tem diminuído bastante depois que comecei a tomar o DHEA. Não estou receitando a ninguém. Apenas comecei a tomar e percebi melhoras em apenas uma semana de uso. Se é efeito placebo ou não, eu estou satisfeito com os resultados e vou continuar tomando por um tempo. Depois, reduzirei a dose gradualmente para ver se meu corpo mantém a libido e a ereção. Desejo a todos melhoras e, por mais que esteja sendo difícil pra vc, não desista. Eu mesmo tive uma depressão severa, mas lutei contra isso sozinho e, acreditem, estou bem de novo. Tenho certeza de que sairemos vitoriosos disso. Não acredito em nada irreversível nesse Mundo. Boa sorte a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual DHEA esta tomando(marca)? E quantas mg?

      Excluir
    2. GNC de 50mg, mas já parei. Não notei melhoras significativas. :(

      Excluir
  3. Olá a todos, moderador, gostaria de saber se vc sabe algo sobre um suplemento chamado P6-EXTREME. Na embalagem diz que ele aumenta os níveis de testosterona, bloqueia a formação de estrogênio, reduz a conversão de dht, e aumenta a libido. Se vc ou outro alguém do blog souber se isso procede, por favor, posta ai, ou se não souber, quem sabe, uma pesquisada. Agradeço.
    Jean- angelispj@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema desse suplemento é ele conter uma substância chamada Stinging nettle. Ele é usado para tratar homens mais velhos que tem próstata aumentada. Você não deve tomar nada que vá interferir na sua próstata e nem inibir o DHT (leia a página "importância do DHT"). Se você quiser tentar um estimulante sexual natural, a opção mais testada pelos ex usuários de finasterida é o tribulus terrestris. Mas se você não tiver resultado com ele, dificilmente outro estimulante natural fará algum efeito também.

      Excluir
  4. jean: angelispj@hotmail.com16 de agosto de 2014 15:27

    Fiz um exame de ultrassonografia no penis, com ereçao induzida por um medicamento injetável, que não lembro o nome. A ereçao não ficou cem por cento. O médico disse que o sangue esta indo normalmente para o penis, porém não consegue permanescer nele. Gostaria de saber sua opinião, não sei se vc é médico, moderador, mas gostaria de saber sua opinião, e/ou de algum médico sobre isso. Sei que essas duvidas tinham que ter sido tiradas com o médico que me examinou, mas infelizmente, ele, como todos os outros que já procurei, não acredita que esses problemas sejam causados pela finasterida. Pra eles é mais cômodo dizer que o problema é psicológico do que ter a humildade de admitir que não sabe nada sobre finasterida. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jean,

      Esse é um problema causado pela finasterida sim. A cabeça do pênis é a região do corpo mais rica em enzima 5 alpha reductase, e por consequência, uma região muito rica em conversão de testosterona em DHT. O DHT age como um ímã, atraindo o sangue no momento do excitamento sexual. O dht/ 5 alpha reuctase também agem como "detonadores" do processo de ereção. O seu melhor aliado para melhorar nesse aspecto é o tempo. O corpo repõe as células com o tempo. Para você ter uma ideia, num período de 7 anos, todas as células do seu corpo terão sido substituídas. Uma boa parte das células que serão renovadas terão a habilidade novamente de converter testosterona em DHT. Não estou dizendo que vai levar 7 anos, mas infelizmente, nos casos que eu já li, o melhor remédio infelizmente foi o tempo, e nada mais funcionou significativamente nesse sentido. As orientações de vida saudável da página como tratar tem a intenção de acelerar esse processo.

      Excluir
  5. Moderador, considerando os seus esclarecimentos acima gostaria de perguntar.. É possivel um individuo pós finaterida ter aumentado os niveis de DHT,3 adiol g ( isso comprova atividade normal 5 alpha reductase) e ter esse sintoma? Onde o sangue não para no penis. Haveria um outro motivo uma vez que os hormonios retornaram? Quando você diz sobre "renovação celular" seria porque o corpo cria uma certa resistência aos hormonios impedindo o aproveitamento dos mesmos!? Alimentos como blueberry (mertilo) ajudam na renovação celular? A finasterida afeta libido através da redução de neuro esteroides?O corpo é capaz de aumentar a produção de neuro esteroides sozinho?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Infelizmente existem outros fatores também. A produção de óxido nítrico pode ser reduzida em homens que usam ou usaram finasterida. O óxido nítrico é outro instrumento da ereção. Não é só uma questão hormonal. O 3 adiol alto é um ótimo sinal, mas não é uma garantia que tudo vai funcionar como antes. Um nível alto de 3 adiol g não significa que as células que convertem testosterona em dht no pênis tenham se recuperado. Células de outras partes do corpo podem ter se recuperado e por isso o nível no sangue mostra normal. Quando falei em renovação celular, é porque o prejuízo da finasterida é a nível celular. É muito mais profundo do que uma alteração hormonal. Por isso, só dando tempo ao corpo de trocar essas células. A teoria de resistência hormonal não é comprovada nos casos de finasterida. Seria um problema nos receptores, que impedisse o correto aproveitamento dos hormônios sexuais. Eu pessoalmente acho que é mais do que isso. Pode ter algum fator com os receptores, mas não acredito que a única causa é essa. Para renovação celular não há nada melhor que o trio alimentação saudável, sono profundo e exercício físico.
      Sobre os neuroesteróides: Sim. A dopamina é um gatilho para a atividade sexual. O corpo pode aumentar sozinho a produção de neuroesteróides. Você pode ajudar ingerindo alimentos ricos em Tirosina, fazendo exercícios físicos e tendo atividades que lhe proporcionem prazer.

      Excluir
  6. Olá, Moderador.

    Gostaria antes de tudo de agradeçer a sua contribuição por deixar esse blog cada vez mais rico de informações com suas respostas e explicações sobre o tema. Muito bom mesmo. Bom, estou aqui para tirar algumas dúvidas persistentes. Tenho 20 anos e começei a usar finasterida a cerca de 1 ano e meio por aresentar AAG. Nesse período, apresentei efeitos colaterais nos testículos, sentindo dores neles, uma disfunção no esperma, sendo este aguado e de baixa quantidade, e ejaculações pequenas sem estimulos algum. Mas conseguia lidar com isso e continuei com a finasterida, só que após eu começar a me empenhar nas pesquisas aqui no blog, vi que estava com problemas e fiquei em dúvida se pararia de tomar o remédio. Apresentei ganho de peso, perda de massa muscular, índicios de testosterona baixa. Isso que está me preocupando bastante. Gostaria que me informasse sobre os exames que tenho que fazer para verificar isso. Ja entrei na seção como tratar e vi os tipos de exame a serem feitos. Mas não entendo muito bem dessa disfunção hormonal causada pela finasterida. Sou novo ainda e de fato queria reverter este quatro.

    Grato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por nada. Os exames que você precisa fazer são os hormônios sexuais. O médico endocrinologista ou urologista vai saber lhe indicar. Esses sintomas podem não ser um problema hormonal. Na maioria das vezes o homem apresenta os hormônios normais e mesmo assim tem sintomas pós finasterida. Marque uma consulta com o médico, explique que usou finasterida e quer checar se seus hormonios sexuais estão normais. Principalmente Testosterona e Estradiol.

      Excluir
  7. Olá Moderador !! Gostaria de saber se é melhor fazer o tratamento com Tribulus ou com chá de maca peruana, ou os dois alternados ?? Pode haver redução do tamanho dos testículos fazendo parecer que o saco escrotal ficou maior e mais irrugado?? para finalizar as dúvidas queria saber se o pênis poderá ficar menor em estado flácido após o uso de 2 anos e meio de finasterida ?? Obrigado pela atenção (Obs. Faz aproximadamente 1 ano que parei com a finasterida).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a)Sempre que decidir experimentar um suplemento, você deve usar um de cada vez, pois assim poderá saber com precisão qual o efeito dele no seu corpo.
      b) Sim, a finasterida pode causar isso.
      c) Sim

      Excluir
  8. A informação que vou passar é apenas de cunho informativo e para auxiliar as pessoas que visitam a página. Faz hoje 13 meses que parei o uso da Finasterida. a exatos 6 meses atrás cada vez que eu gozava eu ficava mais ou menos 4 5 dias sem libido e sem tesão. Os orgasmos eram fracos. Não existia muita libido e em algumas vezes passava dias sem libido absolutamente nehuma. as ereções sempre fracas. Agora sinto que meu corpo está se recuperando. Os orgasmos são bem intensos. os pensamentos sexxuais voltaram, a libido melhorou muito e a ereção também. não é a mesma ereção de antes que ficava duro como rocha, mas melhorou muito. está muito próximo dos 100%. Hoje gozo num dia e nop outro já estou exitado de novo e as vezes duas vezes no mesmo dia...Espero apenas que esse padrão se mantenha e continue melhorando....moderador, corro o risco de repente de voltar lá atras novamente ou a melhora se instala e vai ficando maior??? pode voltar tudo novamente???
    Obrigado pela atenção...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mantenha seus hábitos e seu estilo de vida e evite medicamentos que tenham efeitos colaterais sexuais. Se a sua melhora tem sido gradual e tem melhorado com o passar do tempo, não há motivo para você ter um retrocesso, sem uma causa específica.

      Excluir
  9. Moderador, é posível que após 1 ano sem tomar finasterida possa o pênis retomar, em estado flácido, seu tamanho anterior (sem uso de medicamento) ou nesse espaço de tempo já deveria ter ocorrido tal mudança? Voltando ao assunto tamanho dos testículos, será tb possível, que naturalmente aumente para o tamanho normal (estado anterior ao uso da finasterida) ou ficará sempre reduzido??. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É possível. O importante é você observar se está havendo uma evolução com o passar do tempo ou se está estacionado. Se estiver sem evolução, acho mais improvável retornar ao tamanho normal sem o uso de um medicamento. Outro ponto importante é avaliar o quanto você está tendo de shrinkage. Em alguns casos, não há problema em esperar que o corpo recupere esta parte com o tempo, sem interferência. Em casos mais sérios, quando o encolhimento é muito grande, já li relatos de homens que reclamam de alterações na circulação do pênis com prejuízo na ereção. Então cabe a você avaliar se é prudente deixar esse quadro assim sem uma intervenção. Com relação ao tamanho dos testículos, é possível um aumento de tamanho e retorno ao tamanho anterior, mesmo após vários anos.

      Excluir
  10. Bom dia, sou jean de Fortaleza, Ceara, o anônimo do dia 25 de abril de 2014, 21: 36 hs. postou que usou um medicamento homeopatico chamado THUYA, e que melhorou bastante, mas não deu maiores detalhes. Gostaria de saber que produto é esse, onde posso encontrar e como usar. Obrigado.

    angelispj@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BOM DIA JEAN!!!! Sou o rapaz que tomou thuya e melhorou bastante , já tentei cadastrar teu email e não consegui. Tente me cadastrar and-pell2@hotmail.com

      Excluir
  11. Amiguinhos, aqui vai o depoimento de uma pessoa autoalegada curada da Síndrome Pós Finasterida. Espero poder ajudar vocês depois de três anos e meio tentando me ajudar e só agora conseguir.

    Se você já foi em vários médicos como eu (acho que eu já fui mais que você: me consultei com 83 médicos de setembro de 2011 a setembro de 2014 só relacionados a esse meu problema) deve ter ouvido de muitos deles que a Síndrome Pós Finasterida não existe, assim como deve ter ouvidos de alguns que ela existe. Pois bem, vou verbalizar agora uma coisa bastante curiosa sobre esse assunto: ambos estão certos.

    Sim, ambos estão certos. Exatamente isso o que você leu. É muito difícil um homem abaixo dos 50 anos ter disfunção erétil em virtude de um problema hormonal ou até mesmo venoso. Exceções existem, porém raríssimas. Só uma causa psicológica pode causar ereção em um homem jovem. Nesse ponto os médicos estão com a razão.

    O ponto onde os médicos estão errados é em dizer que a Finasterida nada tem a ver com isso. Infelizmente eles se enganam. A Finasterida bloqueia a biosíntese de vários neuro esteróides como Alopregnanolona (ALLO) e Tetrahidroteoxicorticosterona (THDOC), que também são isoformas da enzima 5 alpha reductase, esta que precisa ser inibida para que deixemos de ser carecas. ALLO e THDOC são moduladores positivos (allosteric modulators) dos receptores de GABA-A, que tem o mesmo mecanismo de ação de drogas ansiolíticas, como os Benzodiazepínicos.

    Esmiuçando esse último parágrafo para você, simples e bem diretamente, eu te digo: a Finasterida, para fazer seus cabelos voltarem, inibe um mecanismo que, dentre várias coisas, também combate o seu estresse físico e mental. Quando um vai embora, o outro vai junto.

    Continua...

    ResponderExcluir
  12. Minha vida começou a mudar ao me encontrar com picaretas. Fui me encontrar com bandidos semelhantes aos do Boston Medical Group, o Master Medical Group, na Cinelândia, Rio de Janeiro. Lá eu me consultei com um Andrologista e ele depois de me fazer muitos exames que depois eu viria a saber serem ultrapassados, me diagnosticou com problemas nas veias do pênis. Em seguida, fui levado para trambiqueiros que queriam me empurrar um tratamento de cinco mil reais.

    Percebendo a picaretice, sumi de lá o mais rápido possível, mas eu havia me impressionado com uma coisa: como o Andrologista sabia exatamente do que falava. Então fui procurar um tratamento sério, com um Andrologista abjungido a qualquer firma que pregava curas milagrosas. Nesse momento, minha vida começaria a mudar para melhor. Finalmente, depois de anos pensando que o final dessa história seria um doloroso suicídio.

    No Andrologista sério em que fui, fiquei sabendo algo que eu já tinha lido anteriormente, mas jamais imaginara que fosse meu caso. Adrenalina. O mecanismo da luta ou fuga.

    Quando em perigo, seu corpo joga o sangue para seu cérebro, visão, membros superiores e inferiores. É dar porrada ou se mandar. Como você já deve suspeitar, pênis nessa hora não serve para nada. Ele jamais vai subir. Só quando o desespero passar.

    Mas eu jamais havia sentido desespero algum? Seria isso mesmo?

    O Andrologista me recomendou um Sexólogo, quem eu fui ver no dia seguinte. Depois de muita conversa, ele deu o veredito dele: meu desespero estava atrapalhando minhas ereções.

    Dias depois, voltei para as zonas de prostituição que não visitava há mais de um ano, cansado de tanto broxar com as putas. Pude perceber a incapacidade do meu corpo em controlar a Adrenalina. Coração palpitante, suor, corpo quente, desespero. Mas nada havia acontecido, só tinha entrado ali e mais nada. Eu precisava testar se realmente tinha achado a raiz dos meus problemas. Respirei fundo, fiquei parado e só voltei a vagar pelo lugar quando fiquei calmo. Sem preocupações, sem estresse. Não deu outra, quando escolhi uma menina e fomos transar, tudo correu da melhor forma possível. Eu precisava testar de novo, à noite fui outra vez, agora com duas meninas separadamente. Dia seguinte duas de manhã e mais duas à noite. Em todas as vezes ereção pulsante, ejaculação farta e sexo concluído com sucesso. Finalmente curado.

    Essa é a dica que eu tenho para te dar. Veja se procede essas minhas informações e se essa minha experiência te edifica de alguma forma. Teste. Tente.

    Ainda pretendo procurar um Psiquiatra para ver se com remédios, mando embora de vez esse "start" que o meu corpo dá quando eu entro no puteiro. Mas só de eu conseguir segurá-lo, já posso me considerar vencedor. Só de eu não ter me matado já me considero um vencedor.

    Boa sorte para todos nós.

    ResponderExcluir
  13. Prezado moderador, gostaria de saber algumas coisas para que eu possa entender melhor o que está acontecendo comigo....Hoje faz algo como 14 meses que descontinuei o uso de finasterida...Nos primeiros meses foi muito difícil...Sem orgasmo, sem nenhuma sensibilidade no pênis...nenhuma mesmo....era como se não tivesse pênis. muita confusão mental, dores por todo o corpo..desmotivação total. Ai em alguns instantes aconteceu melhora súbita das ereções e sensibilidade no pênis...Como se tudo tivesse voltado ao normal. Passei uns 4 meses com ereção noturna todo dia (no caso noite), não sei como, mas toda noite acordava e estava com o pênis muito duro...bem mais duro do que quando ia transar com minha esposa. Acontece que alguns dias atrás fiquei como se estivesse completamente curado...isso durou 4 semanas....ereções rígidas totalmente, gozava e no dia seguinte tudo estava normal (como se não tivesse passado pela síndrome), voltou a sensibilidade do pênis e tudo o mais...Orgasmos bem intensos. porém um aspecto não tinha voltado e me preocupava (as ereções matinais subitamente desapareceram, ou eu nunca mais acordei pois não as percebia), ai entrei numa crise violenta de stress...ai notei que gozei e meu pênis já no outro dia ficou sem sensibilidade e eu estava sem libido....passaram 2 dias e a coisa parece melhor novamente....nessa manhã percebi que acordei excitado (ereção matinal) e estava bem duro!!! uma coisa é certa. HOJE o meu nível de orgasmo é bem maior que acerca de meses atrás e muito maior e melhor do que quando a síndrome se instalou. O que fico na dúvida é se estou melhorando ou se fiquei trancado num padrão de vai e vem que não vai mais mudar...Até cheguei a pensar que tinha me curado nesses dias atrás, mas como pode-se ver voltei depois de gozar a entrar nesse padrão de insensibilidade do pênis, mas ele tem durado muito menos do que antes, e minha libido está maior hoje....Por favor, me ajude a entender o que está acontecendo sei que vc. tem muito mais dados do que eu...Ilustre, por favor o que você vê que está acontecendo comigo.... Lhe agradeço imensamente...Outra coisa, se eu abandonar o açúcar e a ingesta de glútem isso melhoraria as condições do meu corpo??? o CDNUTS do propécia fez isso??? Meu inglês não é muito bom tive dificuldade de entender o que ele fez para se curar. apenas entendi que teve relação com jejum e mudança de hábitos alimentares, correto??? Muito obrigado!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Em primeiro lugar, é inegável que você melhorou. Você mesmo descreve a melhora na intensidade do orgasmo e ereção. Esses são sinais claros de recuperação. Porém, a finasterida atinge, além da parte sexual, o sistema nervoso central, através do bloqueio da produção de duas substâncias (Alopregnanolona e THDOC) - comprovado por estudos. Essas duas substâncias são calmantes naturais. Homens que usaram finasterida (mesmo que tenham parado) aparentemente não voltam a produzir a mesma quantidade de Allo e THDOC que produziam antes. Então quando o homem no pós finasterida passa por uma situação de muito estresse, ou uma situação física que cause estresse no corpo (uma lesão, uma infecção muito forte, etc), ele pode voltar a sentir alguns dos sintomas sexuais novamente, de forma temporária. Mas como ele não está mais tomando a finasterida, no outro dia o corpo dele já produziu mais dessas substâncias no sistema nervoso central e cérebro. No entanto, como ele ainda não produz a mesma quantidade de antes, ele sente essas oscilações, se passar por um estresse grande. Não sei lhe responder se com o tempo o corpo volta a produzir a mesma quantidade de Allo e THDOC nesses homens, faltam estudos sobre isso...
      A recuperação do CDNUTS (membro do propecia help) envolve outras questões. Alguns homens tem alterações no sistema imunológico após usarem a finasterida. A testosterona e o DHT tem função em diminuir a ação do sistema imunológico (freio natural). Nessas pessoas, ao inibir o dht e interferir na testosterona, isso causou uma mudança no sistema imunológico e elas passam a ter um sistema imune hiperativo. Isso causa alergias, intolerâncias alimentares, etc (o que é tambem uma fonte de estresse ao corpo, e causa o reaparecimento dos sintomas sexuais). Então essas pessoas, ao retirar gluten e alimentos industrializados da dieta, melhoram muito dos sintomas. Mas se voltam a dieta antiga, pioram de novo. A questão do açúcar é um pouco mais profunda... por estarem com o sistema nervoso central debilitados logo após parar a finasterida, alguns homens podem ter crises de pânico, ansiedade muito forte. O açúcar é um gatilho muito forte para estados de ansiedade e para um aumento do cortisol. Veja que em todas as explicações que eu estou lhe dando, o objetivo é conseguir uma estabilidade, eliminando possíveis estressantes, pois os calmantes naturais do corpo estão em falta nesses homens. Mas existem muitos graus de pós finasterida, pessoas com casos mais sérios, outras mais leves. Por isso é muito difícil dizer quem precisa cortar mais ou menos elementos estressantes. É pela tentativa e erro.

      Excluir
  14. Olá! Usei o finasterida (Finalop) apenas por 23 dias e nesse período experimentei alguns efeitos colaterais, como:
    - Diminuição na irrigação do pênis (consequentemente o tamanho)
    - Diminuição da sensibilidade do pênis
    - Esperma ralo
    - Aumento da curvatura do pênis para a esquerda


    Estou interrompendo o tratamento progressivamente, existe chances desses efeitos não irem embora? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Você usou por pouco tempo. O esperado é que esses efeitos sejam temporários e que com a descontinuação suas funções voltem ao padrão de antes, com exceção da curvatura do pênis. Não espere que essas melhoras sejam de um dia para o outro, é um processo gradual de melhora, mas como você usou por pouco tempo, não deve demorar muito.

      Excluir
  15. Prezado moderador,

    Fui usuário de finasterida. Já interrompi há tres anos. Meu último exame dht deu: 540 sendo que o limite máximo eh 460. Há algo em que se preocupar? o que seria o dht alto? um bom sinal para aqueles homens que deixaram de usar a finasterida?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      O exame de sangue de DHT não é um bom marcador para uma avaliação se há ou não sequelas do uso de finasterida. A observação tem que ser feita com base nos resultados dos exames de Testosterona, Estradiol, Prolactina e Androstenediol Glucoronídeo (é convertido a partir do DHT pela 5 alpha reductase). É preciso avaliar o resultado desse exames e observar quais sintomas físicos e sexuais existem (se existirem) após o uso do remédio.

      Excluir
  16. Prezado Moderador, fui usuário de finasterida durante 2 anos e meio e interrompi o tratamento devido a problemas de ereção. Graças à DEUS hoje me sinto totalmente curado, voltou tudo como era antes, estou 100% novamente. Agora estou à procura de outros tratamentos alternativos como MINOXIDIL, CETOCONAZOL e agora por último vi as fórmulas de alguns shampoos com alguns óleos. Gostaria de saber se eles são seguros do ponto de vista da disfunção erétil. Segue as fórmulas deles para que o Sr. verifique e me dê uma resposta, caso seja possível. Desde já agradeço a atenção dispensada a mim:

    Opção 1 (Menos Potente)

    300 ml de shampoo de sua preferência
    6 cápsulas de óleo de peixe

    Apenas adicione o óleo que está nas cápsulas.

    Opção 2 ( Mais potente que a opção 1)

    350 ml de shampoo de sua preferência
    4 cápsulas de óleo de peixe
    10 ml de óleo de sementes de abóbora natural

    Retire 10 ml do shampoo, e adicione os ingredientes nos 340 ml do shampoo que está no frasco.

    Opção 3 ( Mais potente que a opção 1 e 2 )

    350 ml de shampoo de sua preferência
    4 cápsulas de óleo de peixe
    10 ml de óleo de semente de abóbora natural
    10 ml de óleo de coco natural

    Retire 20 ml do shampoo, e adicione os ingredientes nos 330 ml do shampoo que está no frasco.

    Opção 4 ( Mais potente que a opção 1,2 e 3 )

    350 ml de shampoo de sua preferência
    4 cápsulas de óleo de peixe
    10 ml de óleo de semente de abóbora natural
    10 ml de óleo de coco natural
    3 ml de monovin b12

    Retire 20 ml do shampoo, e adicione os ingredientes nos 330 ml do shampoo que está no frasco.

    Opção 5 ( Mais potente que a opção 1,2,3 e 4 )

    350 ml de shampoo de sua preferência
    4 cápsulas de óleo de peixe
    10 ml de óleo de semente de abóbora natural
    10 ml de óleo de coco natural
    3 ml de monovin b12
    10 ml de óleo de juá natural

    Retire 30 ml do shampoo, e adicione os ingredientes nos 320 ml do shampoo que está no frasco.

    Modo de preparo : Retire os mls pedidos da sua fórmula escolhida, no restante dos mls de shampoo que restou no frasco adicione os ingredientes pedidos. Ao adicionar o óleo de peixe, faça um furo com uma agulha na cápsula e adicione somente o óleo dentro do frasco do shampoo. Agora é só agitar bem o frasco para os ingredientes se misturar por todo o shampoo.

    Modo de uso : Lave o cabelo com o shampoo anti-calvície massageando bem o couro cabeludo por 1 minuto com as pontas dos dedos para penetrar bem dentro do couro cabeludo.

    Validade : Veja a validade de cada produto, o primeiro que se vencer será a validade de sua fórmula. Os óleos naturais tem validade natural de dois anos.




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Breno,

      Você pode usar qualquer uma das opções que você listou, nenhuma vai afetar sua ereção. Mas não há eficácia comprovada que essa mistura vá retardar sua queda de cabelo. Abraço

      Excluir
  17. Moderador, Já que o forum deu problemas, põe um link Troca de experiências ou algo parecido para o compartilhamento de experiências entre os visitantes do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente o tempo está bastante curto para criar e administrar um espaço assim. Mas qualquer visitante que queira criar um local na net para essa troca de informações, pode me mandar o link que farei um post para divulgar o espaço. Abraço

      Excluir
  18. Olá, moderador, gostaria de saber alguma notícia sobre pesquisas em busca de uma possível cura ou tratamento da SPF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maior pesquisa em curso no momento está sendo feita na Universidade de Harvard e deve ser publicada em 2015 (sem previsão de mês). Até lá, não devemos ter grandes novidades.

      Excluir
  19. Boa tarde moderador!

    Desde já agradeco toda a informacao disponibilizada! Talvez nao tivesse parado de tomar se não visse este blog! Bem, estou a pensar realizar analises para saber o quao afetado posso estar depois da toma de finasterida durante algum tempo (2 anos). O facto de ter tomado causou-me alguns colaterais embora não sejam de grande intensidade. Mesmo assim estou preocupado. Estive a ver as analises que devem ser feitas e dirigi-me ao laboratorio so que para fazer as analises a todos os itens que aconselham tenho que desembolsar mais de 200€ aqui na minha região.
    "Que exames de sangue fazer?
    Testosterona total
    Testosterona livre
    3 Alpha Androstenediol Glucoronideo
    DHT
    Estradiol (E2)
    Prolactina
    LH
    FSH
    ACTH
    TSH
    T3
    T4
    Vitamina D
    Cortisol
    Exames de fígado (alt, ast, gama gt)"

    Dentro de todos estes itens, quais são mesmo os mais importantes a que devo fazer analises? Pergunto isto de forma a poder reduzir um pouco nos gastos das analises. Se me pudesse ajudar, agradecia.

    Muito obrigado! E tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você tem que reduzir a lista de exames, dê preferência a estes:
      Testosterona total
      Testosterona livre
      3 Alpha Androstenediol Glucoronideo
      Estradiol (E2)
      Prolactina
      Vitamina D
      Por nada! Um abraço

      Excluir
  20. Meus queridos essa postagem é apenas para edificação e consolo de muitos que visitam esse blog....A melhora acontece, porém não podemos desanimar e precisamos ter calma. Depois de mais ou menos 15 meses sem utilizar a Finasterida meu corpo foi completamente restaurado. As ereções estão absolutamente normais, ejaculação, prazer, sensibilidade no pênis, tudo normalizou. Sinto inclusive que os níveis de Allo e THDOC devem ter normalizado, pois antes me sentia desanimado, triste em qualquer situação de stress, porém agora me sinto mais calmo, tranquilo, descansado, Antes tinha sono leve, que não me recuperava no dia seguinte, agora, porém estou bem melhor....mas demorou quase um ano e meio. Busquem auxílio em Deus. Descansem em Deus que ele vai recuperá-los. Creiam em Jesus e permitam que Ele aja em suas vidas e a melhora virá.... Aleluia!!!

    ResponderExcluir
  21. Olá, moderador, gostaria de saber alguma notícia sobre pesquisas em busca de uma possível cura ou tratamento da SPF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jean, a Post Finasteride Syndrome Foundation se pronunciou em Agosto de 2014. Divulgou que a pesquisa na Universidade de Harvard continua e que os resultados do estudo devem ser publicados em 2015. Por enquanto, não há nenhuma novidade ou novo tratamento.

      Excluir
  22. Moderador,

    Faço 25 anos agora em novembro e comecei meu tratamento para queda de cabelos a aproximadamente 8 meses.
    Vou tentar resumir minha situação para tirar minha dúvida:
    Consultei com minha dermatologista a aproximadamente 8 meses atrás, para tirar uma pinta que tinha no rosto. Aproveitando a ocasião, comentei sobre minhas leves "entradas" e uma possível fraqueza do cabelo na parte de trás, pois tenho 2 "redemoinhos" que acabam mostrando um pouquinho do couro cabeludo.
    Ela me receitou o tratamento com minoxidil 5% durante uma vez por dia.
    Até então meus cabelos estavam fortes e não caíam, e eu só estava preocupado por causa das entradas e porque meu avô e meus tios ficaram careca com cerca de 30 anos de idade.
    Utilizei o minoxidil corretamente todos os dias durante aproximadamente 5 meses. Voltava na dermatologista e ela perguntava se eu via melhora e eu respondia que não sabia pois meus cabelos nunca foram de cair. Sempre ao lavar os cabelos somente via alguns fios nas mãos, quando tinha. Então não percebi diferença com o uso do minoxidil.
    Após os 5 meses de uso, decidi por conta própria parar de usar o minoxidil, já que não via mudança alguma e estava gastando meu tempo e dinheiro aparentemente em vão.
    Cerca de 45 dias após parar o tratamento meus cabelos estavam muito finos, ralos e começaram a cair absurdamente. Só de passar a mão já caia de 10 a 20 fios e durante o banho nem dava para contar.
    Em questão de 3 semanas eu estava mais que visivelmente com o topo da cabeça com várias falhas e os fios que sobraram estavam com aparência muito rala. Porém, no meio destas 3 semanas, consegui uma consulta e expliquei o ocorrido para minha dermatologista.
    Ela passou a receitar então, a volta do minoxidil, mas utilizando agora 2x ao dia e o finalop 1mg, 1x ao dia.
    A princípio fiquei receoso quanto ao uso do finalop. Voltei a usar o minoxidil (há cerca de 40 dias) e somente tive coragem de usar o finalop alguns dias depois (estou na terceira semana de uso).
    Notei que, a queda dos cabelos começou a diminuir, e em torno de 20 dias de volta com o minoxidil (e já início do finalop) meus cabelos finalmente pararam de cair absurdamente. Ainda caem cerca de 10 fios durante o banho, estes bem ralos.
    Mas esta semana, surpreendentemente as falhas na minha cabeça sumiram quase que por completo! E passando a mão entre os fios, consigo perceber vários fios menores que estão nascendo principalmente nos locais que houve maior queda!
    Agora eu não estou entendendo, pois ouço falar que o finalop só age após alguns meses de uso. Portanto, meu questionamento é:
    Meu cabelo começou a cair muito porque eu parei com o minoxidil? Acredito que sim. Mas e essa grande quantidade de cabelo que está nascendo agora? Será já o efeito do finalop ou será porque voltei com o minoxidil a tempo?
    Vi na internet que quando você começa tratar com minoxidil, seu cabelo fica dependente dele. É verdade? Será que foi precipitada a indicação do minoxidil?
    Só estou com está dúvida pois após acompanhar este blog, diversas outras opiniões e reportagens a respeito do finalop, não pretendo dar sequência com a droga. Não quero arriscar e ser mais um da "pequena" porcentagem que sofre os efeitos colaterais fornecidos pela finasterida, principalmente após a parada de anos de uso.
    Faz sentido manter somente o minoxidil?
    Agora estou feliz com meus cabelos crescendo novamente e ao mesmo tempo receoso de parar o início do finasterida e tudo voltar a cair mais uma vez.

    Desculpe pelo texto longo, e obrigado desde já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Não tem problema o texto longo, obrigado por visitar o blog. Vamos às suas dúvidas:
      1) Sim, ao parar de usar o minoxidil, o cabelo volta a cair.
      2) Provavelmente a grande quantidade de cabelo que está nascendo é resultado tanto do minoxidil quanto do finalop. Efeito dos dois.
      3) Só ficam dependentes do minoxidil os fios que estavam propensos a cair. Ou seja, se não usasse o minoxidil, estes fios iriam cair pouco a pouco. Como você fez o tratamento, adiou a queda e ao parar o tratamento, ficou a impressão de uma queda maior, pois os fios caíram num mesmo momento.
      4) Pelo seu relato, não. Se ao parar o minoxidil você teve uma queda grande, é sinal que ele estava funcionando e prevenindo a queda desses fios.
      5) Sim, faz sentido o uso somente do minoxidil, não há problema algum em usar somente ele. Com relação ao uso do finalop, é preciso pesar os riscos e os benefícios. A opinião oficial do blog é que o risco é grande demais para o benefício a ser alcançado.

      Excluir
    2. Muito obrigado pela resposta!

      Manterei somente o minoxidil. Faltam só mais 2 comprimidos do finalop para completar 30 dias. Se o cabelo voltar a cair, paciência.
      De qualquer forma, acho que vale mais minha saúde que continuar com o finalop.
      Parabéns pelo blog e mais uma vez obrigado!

      Excluir
    3. Moderador,
      Passei só para dizer que após utilizar o finalop por somente 28 dias eu achava que não estava sofrendo nenhum efeito colateral. Hoje, cerca de 20 dias sem o uso, sinto que estou mais disposto e com melhor concentração no trabalho e na faculdade. Consigo resolver com mais facilidade alguns problemas.
      Será que foi psicológico? Acredito que não pois fisicamente também estou mais disposto! Voltei a ficar sem olheiras e sensação de cansaço e sono durante o dia!
      Só para quem está começando ou pretende começar o tratamento:
      Pense MUITO bem antes de qualquer coisa. Hoje eu tenho certeza que prefiro ficar careca do que usar o finasterida. Esta droga pode afetar muito o corpo de uma pessoa.
      Aos que usam, boa sorte para não terem os efeitos, principalmente o pós uso!
      Continuo o tratamento somente com minoxidil e meu cabelo está forte e não cai mais! Vamos ver mais quantos anos eu resisto hehe...

      Excluir
  23. Moderador boa noite!
    Uma pessoa lutando para se recuperar do pos finasterida ( uso 7 anos) pode usar minoxidil? Poderá piorar a situação ou agravar os sintomas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se os seus sintomas são principalmente sexuais, o minoxidil não deve atrapalhar a sua recuperação. Se sua maior queixa são os sintomas mentais (brain fog, ansiedade, insônia, depressão, etc) isso é um sinal que o seu sistema nervoso e imune foram atingindos pela finasterida de forma mais forte. Nesse caso, o ideal é diminuir o uso de substâncias artificiais, tanto na alimentação, quanto no uso de remédios ( o minoxidil não é um remédio de uso indispensável). Em alguns casos pode atrapalhar sim, mas é difícil avaliar se seria o seu caso sem saber maiores detalhes.

      Excluir
  24. Olá moderador!

    Depois de ler tudo aqui no blog, passei aqui só para partilhar o meu resultado de 3 adiol G. No meu caso, tomei 2.5 mg diariamente durante 2 anos e meio e parei de tomar há 2 meses. Estou muito preocupado. Foi o seguinte: 9.35 na escala 1.00 - 23.60, ou seja parece-me que está no 2/3 terço, certo? O que acha deste resultado? É caso para ficar preocupado? Ou é caso para ficar mais relaxado?

    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é caso para se preocupar. Seu resultado mostra uma boa atividade da 5 alpha reductase. Em casos de Síndrome pós Finasterida o resultado desse exame fica mais próximo do zero. Você fez outros exames também? Testosterona, testosterona livre, estradiol, prolactina? Quais seus sintomas?

      Excluir
    2. Esqueci-me de referir que tenho 24 anos, mas mesmo assim o resultado do exame 9.35 é bom? Penso que vou fazer esses exames também. Quando souber os resultados, coloco-os aqui. Os meus sintomas são principalmente sexuais: ejaculação "aguada", sémen transparente, sensação de desconexão entre pênis e cérebro, perda de sensibilidade no pênis, interesse sexual um pouco mais baixo, ereções matinais mais "moles" e Fundamentalmente ereções menos consistentes (a meio gás) durante o ato.

      Muito obrigado

      Excluir
    3. Sim, mesmo para sua idade. Faça os outros exames. Mas lembre-se que no caso de sintomas pós finasterida, os exames podem dar todos normais e mesmo assim ter os sintomas. Existem mudanças bioquímicas que o remédio provoca e que levam tempo para o corpo reverter. Quanto tempo faz que você parou?

      Excluir
    4. 1 - Tomei diariamente 2.5mg de finasterida durante 2 anos e meio e parei de tomar há 2 meses.

      2 - Caso os valores da testosterona, testosterona livre, estradiol e prolactina estejam anormais não há nada a fazer a não ser o que diz na pagina "como tratar"?

      3 - E no caso de estarem normais, o que posso fazer?

      4 - No meu caso, em q o 3 adiol G deu bom resultado, há possibilidade dos sintomas serem irreversíveis?? Ou mais tarde ou mais cedo vou voltar ao normal? Qt tempo pode demorar? Estou preocupado mesmo.

      Excluir
    5. 1- Dois meses é um tempo muito curto para avaliar. Você tem que esperar pelo menos de 6 meses a um ano para avaliar. Dentro desse período, é o prazo mais comum para o corpo se recuperar.
      2- Se estiverem anormais, há o que fazer. Ás vezes é preciso tomar algum remédio, mas depende de que hormônio estiver alterado e do quanto estiver alterado.
      3- Em caso de estarem normais, o ideal é esperar. Adotar um estilo de vida saudável, fazer exercício físico regularmente e esperar seu corpo se recuperar mais.
      4- Acho difícil ser irreversível. Acho que é uma questão de tempo. A maioria dos sintomas deve se resolver em alguns meses. Se ficar um ou outro sintoma que não melhorou muito, não significa que ficará sempre assim. Com o tempo vai melhorar gradativamente, mesmo que leve alguns anos. Fique calmo pois o fato do seu 3 adiol g ter dado normal é um ótimo sinal, é só questão de tempo para você começar a se sentir mais normal. Dois meses que parou a fina ainda é muito recente.

      Excluir
  25. Não tive perda de libido e nenhum outro efeito colateral, no entanto, a qualidade do esperma caiu drasticamente, 5% de A +B somente. A contagem esta dentro do normal.
    Parei de tomar finasterida, mas queria saber, esse quadro é irreversível? A qualidade pode melhorar depois de parar de tomar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A qualidade do esperma melhora com o tempo na maioria dos casos, após parar de tomar a finasterida. Há quanto tempo você parou de tomar?

      Excluir
    2. Fazem aproximadamente 6 meses, antes desse exame de espermograma.

      Excluir
  26. Olá moderador, parabéns pelo blog.. Vou relatar o meu caso: comecei a tomar finasterida no dia 17 de maio de 2014, por receita do dermatologista.. tomei a fina durante 4 meses, todos os dias, sem sentir qualquer efeito colateral durante os 4 meses... mas no final dos 4 meses comecei a sentir falta de libido, falta de ereções, e umas dores nos testículos.. parei imediatamente com a fina!!! fiquei assustado, muito assustado!!! no entanto, passadas 2 semanas tudo voltou ao normal, libido voltou, ereções voltaram... durante estes dois meses estive "normal"... mas agora voltou tudo de novo, falta de libido, ereções fracas, e dores nos testículos!! estou desesperado, não percebo, porque voltou tudo de novo?! estou há 2 meses sem fina e nunca mais toco nessa m****!! acho que vou ficar assim para sempre.. acho que nunca mais vou ficar normal.. usei fina por 4 meses e arruinei a minha vida para sempre...(tenho 30 anos)... me desculpe se fui longo demais.

    ResponderExcluir
  27. Oi, tomei fina por mais ou menos um ano e meio, mas não foi direto, dava alguns intervalos de meses e senti apenas uma leve redução na libido até que um dia falhei feio.
    Então decidi parar. Depois de quatro meses notei ereções matinais mas não todos os dias e meu libido estava satisfatório. Tive relações sem muitos problemas.
    Este fds com uma pessoa eu não havia notado, só notei quando a pessoa pôs a mão e estava completamente mole. Levei até um susto. Depois disso parece qoe se instalou uma situação de pânico e depressao em mim. Pois achei que estava melhor mas aparentemente não.
    Fazem 5 meses que tomei o ultimo comprimido. Quanto tempo isso ainda vai levar?
    Hj notei meu penis ereto quando acordei bem cedo mas voltei a dormir e quando acordei estava flácido.
    Poxa eu tinha o corpo perfeito, muito libido, todos os dias eu me esfregava na cama de tesao, e hj quando acordo parece que acordo em um pesadelo :'(

    ResponderExcluir
  28. Me adicionem no whatsapp, para trocarmos experiências. Preciso muito conversar sobre com as pessoas, mas as pessoas não entendem que isso eh um caso serio, soh quem passa pela mesma situação eh que pode me entender +5512982011968

    ResponderExcluir
  29. Tenho 35 anos. Comecei o tratamento com finasterida em agosto de 2012, quando tinha 33. Logo nos primeiros meses, comecei a sentir uma coceira exagerada na região da bolsa escrotal, além de ter começado a "pipocar" imensas espinhas em minhas costas. Em nenhum momento eu pensei no finasterida. Entretanto, após algum tempo, comecei a sentir algumas dores nos testículos e tive, por algumas vezes, dificuldade em manter a ereção. Eu a iniciava normalmente, mas, durante a relação, ocorria um "apagão". Vale ressaltar que antes isso nunca havia ocorrido comigo. Isso se intensificou quando eu estava completando um ano do remédio. Daí desconfiei, li a bula e lá estavam esses sintomas. Fui ao meu dermatologista da época e ele descartou completamente a possibilidade de ser problema do finasterida. Disse que havia ido a um congresso recente, e tal. Solicitou uns exames - mais o de testosterona -, e, como as taxas estavam razoavelmente no nível ideal, ele considerou que estava tudo normal. Eu estava há um mês sem o remédio. Daí, diante da consulta, optei por voltar com o finasterida. As dores nos testículos e as espinhas desapareceram. A coceira ocorria esporadicamente. Mas a dificuldade com a ereção só se intensificou. No início, a dificuldade era para manutenção, mas comecei a ter dificuldade também para iniciar uma ereção. Perdi completamente as ereções espontâneas - noturnas, matinais, etc - e só conseguia uma ereção razoável pelo estímulo do toque. Outros dois sintomas surgiram: Um cansaço exagerado e insônia - e antes eu sempre dormia como uma pedra. Finalmente chegou o dia em que eu "falhei" completamente. Em 04 de maio de 2014. Nesse dia, optei por parar definitivamente com o remédio. Umas duas semanas depois tive outra "falha" total. A partir daí, passei a fazer usos esporádicos de vasodilatador e por três meses tomei o tríbulus. Fora isso, mantive minha rotina normal de anos, cinco dias de musculação por semana, festas e bebidas alcoólicas bem esporadicamente.Hoje, estou há sete meses sem o finasterida. Os cabelos voltaram a rarear, mas minha libido voltou à normalidade. Tenho ereções de todos os tipos - inclusive as espontâneas, noturnas, matinais - de forma normal como de antes do finasterida. Nunca mais tive insônia nem o cansaço exagerado. Eu poderia dizer que a minha libido chegou ao nível entre 10 a 20 por cento durante o uso do medicamento. Hoje, sete meses depois, posso considerar que ela estaria entre 80 a 90 por cento da minha normalidade. Portanto, não me restam dúvidas de que o dermatologista estava completamente equivocado. Hoje estou plenamente feliz da recuperação, certo de que cometi dois grandes equívocos: o de iniciar e de insistir no tratamento com o finasterida.

    ResponderExcluir
  30. Pessoal,
    O que eu tenho para dizer é o seguinte: FORÇA, FÉ E PERSEVERANÇA!!
    O corpo é uma metamorfose!!! Está a cada dia renovando células e aos poucos fazendo com que volte tudo ao normal.
    Tenham pensamento positivo sempre e evitem ao máximo o estresse!!
    Não fiquem preocupado se está havendo ereção matinal, se está falhando... o psicológico acaba atrapalhando ainda mais a situação!!
    Aproveite o momento para evoluir o espírito, entrega nas mãos de Deus e sigam o tratamento relatado aqui no blog.

    Muito triste um medicamento fazer tudo isso com um ser humano, mas infelizmente fomos pego sem saber.. então o primeiro passo é: Perdoar a si mesmo e dai pra frente tocar o barco. Não desanimem!! Estamos juntos nessa!!
    Vlw

    ResponderExcluir
  31. gean ( angelispj@hotmail.com )2 de janeiro de 2015 12:44

    Tenho 37 anos. Tomei finasterida durante 1 ano. Faz quatro anos e meio que parei de tomar e ainda nao voltei ao normal. Recentemente surgiram espinhas enormes nas costas. Insonia eu ja venho sentindo a mais de um ano, e ja cortei a um ano a cafeina da minha alimentacao. Mas o pior de tudo sao os efeitos colaterais sexuais. Falta de libido, dificuldade em iniciar e manter uma erecao, mesmo com estimulos visuais e manuais. Ja fui em varios medicos, fiz varios exames, que mostraram inclusive que minha testosterona esta baixa, mas os medicos sempre dizem que nao e culpa da finasterida, e que o problema e psicologico. O anonimo acima comenta que o corpo e uma metamorfose e que esta sempre renovando as celulas, tudo bem, eu concordo, mas ja sao quatro anos e meio que vivo nesse sofrimento, vivendo como um zumbi assexuado, sem vida social e sem pespectiva de melhoras. Sigo todas, ou quase todas as orientacoes da pagina COMO TRATAR. A mais de 2 anos nao tenho uma relacao sexual. Alguns amigos ate acham que sou gay, porque fico evitando mulheres. Nao sei mais o que fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gean,
      Sinto muito pelo que está passando. Infelizmente as alternativas que você tem são paliativos. É um processo longo, gradual e lento de recuperação e nada garante que todos terão o mesmo sucesso. Infelizmente é assim. Se a insônia chegar num nível crítico, é interessante usar um calmante benzodiazepinico por um tempo curto. Ele também pode trazer uma melhora temporária na libido, mas é temporária e ênfase na palavra "pode". Não perca a esperança pois em 2015 a PFS foundation vai divulgar o resultado do estudo feito pela Harvard sobre SPF. Um abraço, boa sorte.

      Excluir
  32. Gostaria de parabenizar o autor do site pelo comprometimento e vontade em ajudar as outras pessoas!!
    Só passando para deixar meu relato, tomei finasterida 1mg durante aproximadamente 6 meses, e após nuncas mais fui o mesmo...
    Sempre fui tarado, tarado mesmo, sempre estive envolvido com várias mulheres e ereção nunca foi um problema nem mesmo a ser cogitado, após o uso da finasterida as coisas mudaram...
    Sinceramente, é muito ruim viver dessa forma, as vezes da vontade parar, desistir da vida...
    Faz pouco mais de 8 meses que interrompi o tratamento e desde lá pra cá minha autoestima foi lá embaixo, me sinto mal e às vezes tenho oportunidades de sair com algumas mulheres e nem sempre vou por me sentir muitas vezes intimidado pelo medo de falhar....
    Acho que o maior probema são os altos e baixos, fica dificil pra ter ereção, ai passa uma semana parece que o corpo voltou ao normal, ai passa outra semana voltam os problemas, parece uma montanha russa, ja tentei me convencer que é psicologico mas tá foda...
    De qualquer forma parabéns pelo site, vocÊ é foda em prestar toda essa assistencia a todos.
    Meus parabéns e um muito obrigado pelas informações forrnecidas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Fico contente que o blog lhe ajudou e espero que tenha uma boa recuperação.

      Excluir
  33. Olá.
    Primeiro gostaria de parabenizar o blog pela iniciativa. Deixarei minha experiencia, em seguida uma consideração e depois uma pergunta ao moderador.

    Meu pai é calvo. Desde cedo já sábia que também poderia ficar calvo. Porem, meu pai começou a perder cabelo aos 28 anos, e eu, com 21!!! E bem quando entrei para faculdade (época que, decerto modo, só pensamos em mulheres).
    Não vou mentir que a finasterida e o minoxidil surtiram efeitos. Porem, agora percebo que estou pagando um preço muito caro. Usei o remédio por 4 anos (de 2010 a 2014). Nunca tive problemas com ereção e libido, apenas sentia que as ereções matinais estavam menos frequentes. Foi aí que chegou o dia... Levei uma menina para um motel e.... dei aquela broxada (é com muita angustia que escrevo isto). Foi como um raio, desde então percebi que minhas ereções espontâneas desapareceram (junto com as ereções matinais) e as que eu consigo são apenas com ajuda manual, e mesmo assim são muito breves e sem prazer. E eu sabia que a finasterida tinha alguma relação. Foi aí que pesquisando descobri sobre a síndrome e encontrei este blog que está sendo um alívio.

    Não se sintam culpados amigos por terem usado este remédio, por que, de certa forma, fomos a primeira geração a utilizá-lo (fomos as cobaias). Quando comecei a usar quase ninguém reclamava da fina, hoje existem mais reclamações do que elogios.
    A mãe de meu amigo utilizou um remédio durante os anos 70 que fizeram os dentes dele nascerem podres (hoje seus dentes são normais). Este remédio foi proibido. Acho que este será o futuro da finasterida. É claro que a industria farmacêutica afirma que apenas uma pequena parcelo dos homens tendem a sofrer efeitos colaterais, eles querem é vender seu produto. É mesma coisa que um traficante falar para o seu cliente parar de usar drogas por que elas fazem mal! Isto não vai acontecer.
    Por isto amigos, NÃO USEM ESTE REMÉDIO. Ao invés disto façam exercícios físicos, pois melhora a auto estima, a saúde e deixa o corpo bonito. Outro amigo meu, formado em educação física é careca porem fortão, e ele pega cada mulher que eu fico impressionado.

    Aliás moderador, minha pergunta é está:Vi na aba "como tratar" que é para evitar exercícios intensos como musculação.Comecei a fazer academia em outubro de 2014 com a intenção de ganhar músculos (hipertrofia). Será que foi isto que ajudou os sintomas a vir à tona? Será que devo largar a academia? Se sim, será muito triste, pois terei que aceitar perder meu cabelo, ficar com este problema sexual e largar uma coisa que estou gostando muito: a academia.

    Muito obrigado moderador pela iniciativa. No fundo estou desesperado. Que tudo de bom retorne em dobro para você.
    Até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Nem todo mundo precisa parar os exercícios intensos. Os que precisam parar são os que tiveram as maiores alterações no sistema imune. Então, você pode observar as reações do seu corpo nos dias seguintes ao exercício. Se você sentir uma dificuldade maior para dormir, sensação de febre (mas sem alteração de temperatura), insônia, irritabilidade, ansiedade, irritação, sensação parecida com o crash, sono leve demais, você deve diminuir o ritmo.
      Se em você o exercício não causa nenhum desses problemas, não é preciso parar. Na grande maioria dos casos, é necessário apenas ajustar a intensidade e evitar exageros. Obrigado pela visita ao blog, boa recuperação

      Excluir
  34. Boa noite!
    Moderador, uso tópico de finasterida dissolvida no shampoo tem efeitos colaterais toleráveis? Da para usar em pequenas doses sem grandes efeitos colaterais?
    Obrigado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O uso tópico de finasterida apresenta riscos de desenvolver spf também. Inclusive, existem mensagens postadas aqui no blog de homens que fizeram uso apenas tópico ou em outro caso intradérmico e desenvolveram sintomas de spf.

      Excluir
  35. Tenho 31 anos. Tomo finasterida há 4 anos. Entre o primeiro e segundo ano, os resultados de ganho de volume capilar foram impressionantes! Nesta mesma época, senti a libido diminuir e tive dificuldade de manter algumas ereções. Quanto mais minha PREOCUPAÇÃO aumentava, mais minha ereção me sabotava. FINASTERIDA? NÃO, meus caros! Foi só eu começar a controlar o PSICOLÓGICO, transando com parceiras que me deixavam mais à vontade e evitando sexo com parceiras pouco atraentes (afinal, não tenho o tesão adolescente pra achar que posso traçar qualquer coisa que apareça)... que ganhei auto-confiança de volta e parei de culpar a finasterida. Hoje se passaram dois anos e estou bem tranquilo, SEM QUALQUER PROBLEMA de ordem sexual. Mesmo assim, meu dermatologista optou por diminuir a posologia de um ano pra cá, por falta de evidência na literatura sobre a posologia ideal. Hoje estou pulando as quartas-feiras sem tomar e usando minoxidil para em breve começar a pular também os finais de semana. Mas uma coisa ressalto aqui: tudo que faço é sob acompanhamento e orientação do meu dermatologista. Muitos caras acabam ficando mais vulneráveis psicologicamente justamente por se auto-medicarem e viverem com o fantasma de estarem fazendo algo errado. Com o ganho capilar que tive (que assusta todos que veem o "antes-e-depois"), nem cogito parar de tomar finasterida.

    ResponderExcluir
  36. Olá pessoal,tomei finasterida por mais ou menos 1 ano,nesse meio tempo eu parei e voltei muitas vezes!moderador isso pode ser um agravante para desenvolver o quadro spf?
    Não desenvolvi tantos efeitos colaterais persistentes,desenvolvi alguns problemas cognitivos leves e uma baixa na libido "severa"
    Parei de tomar a finasterida já faziam 8 mês,nece período meus problemas cognitivos estavam voltando ao normal e libido também,meus cabelos voltaram a cair!! me desesperei e acabei usando um gel com finasterida e minoxidil,o famoso gel fm.
    meu quadro voltou a estaca zero,hj faz um ano que parei! A única coisa que esta fora do normal e minha libido. Comecei a usar minoxidil para a barba,tive ótimos resultados mais percebi uma disfunção eretiu,leve dor nos testículos que até agora persistêm mesmo depois de 2 semanas sem usar.
    Moderador,quem tem "spf" pode usar minoxidil?como você avalia meu quadro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, o ideal é quem tem spf não usar o minoxidil. Não pelo minoxidil em si, mas por ser um medicamento de uso contínuo. Quem tem spf é mais susceptível a ter reações do sistema imune a substâncias não naturais. Essas reações se manifestam no corpo como uma piora dos sintomas de spf. Se você usa um medicamento por uma semana ou duas, dificilmente terá qualquer problema, mas no caso de usar um medicamento todos os dias por meses ou anos, quem tem spf pode desenvolver uma reação e ter uma piora dos sintomas.

      Excluir
  37. Bom dia!
    Tomei finasterida 1mg por quase 20 anos (comecei cedo) comecei com perda de cabelo aos 17 anos… acho que comecei a toma-la com 22 ou 23 anos… hoje tenho 43, neste período que usei o medicamento tive uma vida sexual muito intensa, eu diria acima da média, tinha uma ou mais de uma relaçoes sexuais por dia em média. Sempre com a libido em alta, muitas namoradas. De uns anos pra cá comecei a sentir uma baixa importante na libido (isso aconteceu após a morte dos meus pais) a 5 anos e as vezes se acentua… a uns dois anos li uns artigos na internet sobre a finasterida e fiquei com muito medo. Parei o medicamento. E não vi melhora. Sinto que não tenho mais a libido de antes e que minha ereção tb não é mais a mesma. Me sinto um pouco deprimido. Sinto cansaço e fadiga muscular. Como saber se isso foi causado pela finasterida? Sé é um quadro normal de Homens depois dos 40 anos? Se a morte dos meus pais acabou me afetando e não consegui me recuperar ainda? O que sei é que quando tinha 37, 38 anos minha vida sexual era fantástica mesmo já estando tomando o medicamento a uns quase 15 anos. E de repente tudo mudou mesmo enquanto eu ainda tomava o medicamento. É possivel isso? Desencadear um problema assim de repente depois de tantos anos de uso? e mesmo parando eu sentir que não melhora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é possível começar a apresentar os problemas sexuais somente depois de algum (ou muito) tempo usando a finasterida. E também é possível que o homem pare de tomar e mesmo assim não melhore dos sintomas. O que acontece é que a finasterida altera o nível de substâncias que agem no cérebro. O efeito colateral varia de pessoa para pessoa, porque esse efeito é cumulativo e depende do impacto no cérebro de cada um. Então o que pode ter acontecido é que a fina já vinha diminuindo os níveis dessas substâncias no seu cérebro, e com a morte dos seus pais, houve uma baixa ainda maior por causa do efeito emocional da perda. Juntando um efeito com o outro, você sentiu a diferença. O problema é que a finasterida não só altera o nível dessas substâncias no sistema nervoso central (como a alopregnanolona e THDOC), como também torna mais difícil a produção desses químicos pelo corpo. Por isso a recuperação é difícil e lenta.

      Excluir
  38. Boa noite,

    Moderado, já viu falar do Saw Palmetto? Existe algum efeito colateral em toma-lo? Será que posso usa-lo de forma tópica sem efeitos colaterais?
    Obrigado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim. pode agravar o problema de ereçoes.

      Excluir
    2. Pode apresentar os mesmos colaterais que a finasterida.

      Excluir
  39. Pessoal, utilizei a Finasterida por 4 anos e me arrependo muito. Após 3 anos de uso, o meu libido havia diminuído e o meu pênis estava com pouca sensibilidade. Eu andava muito preocupado com a minha situação sexual e comecei a fazer pesquisas na internet para tentar reverter os efeitos desse “medicamento”. Entrei nesse site, e observei que tinha pessoas que estavam utilizando o fitoterápico: tribulus terrestris. Comprei o produto, e comecei a tomar 500 mg todos os dias. No terceiro dia eu já comecei notar que o libido tinha aumentado e já não sentia mais a sensibilidade no pênis. Hoje já fazem 3 semanas que eu tomo o tribulus terrestris e posso confirmar que o meu organismo esta se recuperando...

    Qualquer duvida o meu email é: rafaelbartri@hotmail.com

    ResponderExcluir
  40. Olá Moderador, meus parabéns pelo blog, muito esclarecedor. Eu faço uso de finasterida há 15 anos e nunca senti qualquer feito colateral. Meu processo de calvície teve início aos 17 anos, hoje estou com 47. Já li que a calvície mais agressiva é a que se inicia ainda na adolescência. Aos 22 tive uma queda significativa, com os cabelos raleando no topo da cabeça. Passei a usar minoxidil e consegui manter o nível de cabelos. Depois de me inteirar mais sobre os riscos da finasterida, inclusive neste blog, tomei a decisão de interromper o tratamento definitivamente. Já ouvi relatos de pessoas que ao interromperem o uso da finasterida tiveram uma queda bastante acentuada em curto espaço de tempo, depois de 6 meses de interrupção. Um ex-usuário que usou finasterida por 10 anos me disse que o que aconteceu com ele é que a calvície avançou muito rapidamente, e em menos de um ano após a interrupção do tratamento, alcançou o estágio em que ela estaria se ele nunca tivesse tomado a finasterida. Ou seja, no meu caso particular, com um calvície que teve início aos 17 anos, acredito que com o passar de 15 anos, se não tivesse tomado finasterida, hoje estaria totalmente careca, com uma calvície de padrão VI ou VII, como meu avô. Minha pergunta é: é assim mesmo que ocorre? Ao parar com a finasterida minha calvície vai “tirar o atraso” e cair tudo de uma vez? Se for assim, estou pensando em raspar a cabeça com máquina zero antes que a queda se inicie. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  41. Moderador , Essa semana faz exatos 1 ano que parei com essa porcaria. Tomei Finasterida por 7 anos e minoxidil as vezes, demorei muito para perceber ou aceitar o mal que esse remedio me fez. O mecanismo da negação é muito forte nos usuarios infelizmente.O engraçado é que ainda não perdi os cabelos conquistados com o reméido. Percebi que quando melhora os sintomas o cabelo cai e quando o cabelo não cai os sintomas pioram. Existe relação ou é coincidencia? Nesse ultimo ano fiz varios exames hormonais ( 5 ou 6) , em Junho 2014 tomei clomid para aumentar os niveis hormonais, todos os hormios ficaram altos inclusive o 3 adiol g acima do maximo demonstrando atividade da 5 alpha redutase , em seguida percebi uma melhora na libido e ereção, essa melhora durou por 4 meses porem em novembro 2014 meus sintomas pioraram (acredito que foi estresse) e continuo até agora mal ( Libido baixa , Ereções fracas e rapidas , desanimo e etc....) Fiz um exame de sangue com seguintes resultados:
    Testo total e livre : Baixa proximo ao minimo porem o hormonio é volatil e estava deprimido, stressado e dormi pouco na noite anterior a alguns dias. O aumento do LH abaixo automaticamente irá melhorar a testosterona.
    DHT : mediana uns 45% do maximo ( retornou pois tomando o remedio era de 5% apenas.
    Estradiol: Alto (83%) proximo ao Maximo ( ao elevar os hormonios com clomid todos baixaram porem o estradiol está baixando muito lentamente, talvez devido ao fato de ter mais receptores estrogenos que androgenos devido ausencia de DHT por um longo periodo certo?
    SHBG : médio ( falando de modulação hormonal , o correto é ter E2 abaixo ou proximo do nivel de SHBG certo!?)
    Prolactina e macroprolactina : normal
    T4 : dentro da escala , ou seja , sem feedback negativo. Tomando Fina ficava acima igual ao resultado de T4 de caras que tomam bomba.
    LH: 5 de uma escala maxima de 8 (melhorou pois nunca tive um resultado superior a 2.
    FSH: Baixo proximo ao minimo (isso justifica o pouco semem e aquoso)
    Vitamina D : insuficiente . Repor vitamina D anula a produção natural?
    Zinco: Proximo do minimo porem dentro da escala.
    3 adiol g : aguardando resultado
    catecolominas (neuroesteroides dopamina e etc) esperando o resultado

    É verdade que: - Aumentar os niveis de zinco e vitamina D ajudam a diminuir o estradiol trabalhando como um inibidor aromatase? Perder gordura abminal com certeza reduz isso e fato.
    É possivel um aumento gradual na produção de testo? A melhora dos sintomas é proporcional a perda do cabelo?
    Minha endocrino disse que tomar tribulus compromete a produção natural de LH pela hipofese e me disse para nao tomar. O que você acha?
    Me corrija se estiver errado, está claro para mim que o meu estradiol elevado está bloqueando a minha testo. Qual a maneira segura e rapida para baixar estradiol?Acredito que o meu caso de SPF se enquadra no risco "Hipogonadismo" (popular andropausa)O que acha?. CAROS AMIGOS QUE USARAM OU USAM ESSE VENENO, PAREM IMEDIATAMENTE POIS A MEDIO OU LONGO PRAZO OS PROBLEMAS APARECEM!!! MODERADOR MUITO OBRIGADO PELO APOIO DE SEMPRE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, é assim mesmo a medida que os efeitos passam o cabelo cai.
      Tomei Finasterida por um mês senti os efeitos colaterais e parei, logo em seguida o cabelo diminuiu a queda e até encheu novamente, com oito meses começaram a despencar novante, voltei no Finasterida e desta vez por três meses, um erro grave,minha vida parou junto com a interrupção do medicamento, e a medida que os efeitos passam vou me despedindo dos cabelos.

      Excluir
  42. Estou muito preocupado, antes de ontem tive dificuldade de manter ereção enquanto transava com minha namorada. Usei finasterida por mais ou menos 2 meses, tomei aproximadamente 55 comprimidos, nunca tomei continuamente, tomava um ou dois dias e parava ou esquecia, o máximo que tomei foi durante quatro dias seguidos. Tive relações sexuais nos últimos 4 dias. Ontem recebi sexo oral e foi tudo bem ejaculei muito, meu pênis ficou duro só de tocar na garota, me masturbei mais 4 vezes por que fiquei ansioso com essa história, mas meu pênis fica meia bomba e mantenho a ereção por um curto período de tempo. Gostaria de saber se esse tempo de administração do remédio pode ter influência ou se é só um estado psicológico. Notei que as ereções matinais pararam, mas tenho ainda sonhos eróticos e pensamentos eróticos. Acho e tomara que seja somente psicológico porque pensei em me matar se isso continuar e logo agora que conheci a mulher da minha vida. Se me respondesse isso me ajudaria. Obg.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma... Você acabou de parar de tomar e usou por pouco tempo. Gradativamente seu corpo vai voltar ao normal. É normal se nesse período você tiver um dia ou outro que seu desempenho não seja tão bom, você está se recuperando e há o fator psicológico também. Mantenha a calma e espere mais um pouco.

      Excluir
  43. Boa tarde, pessoal. Vai aqui um pequeno comentário apenas para fortalecimento de todos nós. Faz 18 meses que interrompi o uso de finasterida. Apresentei depois da primeira semana de uso todos os colaterais diabólicos do medicamento...confusão mental, insônia, falta de ereção (algumas vezes ereção tão mole que quase era impossível a penetração), falta de orgasmos....falta de pensamentos sexuais...sem ereção noturna ou espontânea...em diversas vezes e por pleno e total desespero entrava em contato com o moderador, que sempre passava uma palavra de ânimo...mas no fundo eu achava que nunca ia melhorar. Bom, resumindo...as coisas foram melhorando...bem lentamente....até que hoje se restabeleceram totalmente....estou já ha algum tempo absolutamente normal....Ouçam isso...ABSOLUTAMENTE NORMAL e já faz algum tempo...o que me faz crer de fato que superei totalmente a síndrome. Antes meu pênis não tinha nenhuma sensibilidade, parecia uma carne morta...Tudo voltou ao normal...completamente mesmo....até o nível de ereção...dureza total de ferro...como era antes...mas demorou exatos 18 meses....somente após isso que tudo voltou ao normal plenamente....então não desanimem....eu tinha crises que chegava a ficar uma semana inteira sem dormir e sem desejo nenhum....triste, deprimido....graças a Deus que minha esposa entendeu e me ajudou....CREIAM EM DEUS E NÃO DESANIMEM.......ALELUIA.......

    ResponderExcluir
  44. Me curei seguindo dietas que igualaram os homonios. Principalmente substituindo o sal comum pelo SAL ROSA DO HIMALAIA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que dieta e essa para igualar hormônios???

      Excluir
  45. Olá, Moderador. Acho que você poderia também esclarecer um pouco mais dúvidas sobre o Saw Palmetto, ou Serenoa Repens. Pergunto isso pois lendo aqui que os efeitos podem ser os mesmos comecei a ficar preocupado. Você acha que há uma equiparação total entre Serenoa e a Finasterida? Quer dizer,uma frasco com 60 cápsulas de um é tão nocivo quanto a da outra?Porque é um pouco difícil de acreditar nisso; acreditar que um fitoterápico seja IGUALMENTE agressivo quando comparado a uma droga sintética.Tomei o primeiro frasco com 60 comprimidos de Serena manipulada a seco em setembro de 2009.Mas nunca tomei continuamente. Nesses 5 anos devo ter tomado uns 8 frascos ao invés dos 30 frascos se tivesse tomado sem interrupção. Posso ter experimentado alguma alteração hormonal significativa também?Saw Palmetto,um fitoterápico manipulado, pode causar diminuição de testículos e de pênis?????Tem certeza que é razoável afirmar isso?Não acha que corre o risco de cair em terrorismos desnecessários. Com relação a Fina eu posso até entender, mas o Serenoa Repens pode causar,repito, diminuição de testículos e de pênis?

    ResponderExcluir
  46. moderador fiquei duas semanas (CURADO SPF) nessa semana parece q piorou um pouco deu baixada no libido, eu usei um shampo de cetacoazol antcaspa será q pode ser por isso

    ResponderExcluir
  47. Graças a Deus, voltei ao meu estado natural. Hoje 100% recuperado. Tomei muito pouco da droga, 55 comprimidos, passei mais ou menos 10 dias sem ereções matinais, e 8 com ereções meia bomba. Consegui me recuperar totalmente. A musculação me ajudou muito, já no primeiro dia que voltei a treinar senti melhoras- tinha parado de treinar porque sempre estava cansado e desanimado (acho que era efeito da finasterida que não tinha associado ainda), também aumentei o consumo de amêndoas, principalmente castanha-do-Pará e ovos, como esses alimentos são teoricamente anabólicos acho que estimularam mais rapidamente meus hormônios. Também reduzi os carboidratos, cortei os produtos industrializados e passei a ingerir muitas verduras (alface, tomate, brócolis) e também suplemento de proteinas. Minha melhora foi bem rápida, mas posso dizer que foi a pior experiência da minha vida, esse veneno mexeu muito com minha mente, o período de "Crash" foi muito angustiante, mas minha família me ajudou muito. Tenham fé em Deus que vocês irão se recuperar. Tenho vários amigos que tomam finasterida para alopécia, alertei todos eles, porém nenhum deles me ouviu porque disseram que não sentiram nenhum efeito colateral, alguns relataram até melhoras na libido. Eu também senti isso no começo, mas posso falar que isso é passageiro e esse fármaco poderá destruir sua vida completamente, aconselho a qualquer homem a nunca tomar isso. Bem, tomara que eles nunca passem pelo que passei e se alguém que esta procurando por informações para começar a tomar finasterida, a dica que dou é "NUNCA TOME ISSO! NUNCA!" Esse veneno com certeza deveria ser banido do mercado.

    ResponderExcluir
  48. Outra coisa que senti, e não tinha associado a finasterida, foi a dificuldade de raciocínio, principalmente com contas simples tipo 23+44 ou 51-85, estava realmente ficando "burro" (sempre me dei bem com os estudos e já fui aprovado em mais de 15 concursos públicos 4 deles federais) e olha que tomei somente 55 comprimidos. Graças a Deus tudo esta normal, depois de 15 dias após para de tomar notei melhora significativa no raciocínio e na disposição para atividade física.

    ResponderExcluir
  49. Fala Moderador, como vai? Faz tempo que não passo por aqui:

    Bem, em relação ao meu caso, tenho a seguinte dúvida:

    1) mesmo suplementando o zinco, não consigo sair da faixa mínima ideal. Lembrei que você relata sobre uma possível baixa de zinco nos ex-usuários do finasterida. Relacionei isto também a não recomendação de masturbação diária, pois poderia piorar os sintomas da SPF. Não seria por que na masturbação perdemos um pouco de zinco também?
    2) gostaria que o usuário que se curou com homeopatia rescue, detalhasse um pouco.
    3) esse vai e vem de melhoras, tende a passar? no pior caso são sete anos para se curar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Tudo bem e com você? Vamos às dúvidas:
      1) Não porque o normal é seu corpo conseguir absorver e repor o zinco que você ingere através da alimentação, mesmo com as pequenas perdas. Somente uma alimentação muito pobre causa um problema assim ou então um quadro de deficiência de testosterona. O déficit de zinco característico em homens com spf mostra que há algum mecanismo que não voltou ao normal ainda e que não temos o entendimento do que é (porque o nível de zinco fica baixo mesmo com o nível de testosterona ainda dentro de uma zona normal). Mas é assim mesmo com a síndrome. Alguns conseguem reverter com a suplementação, outros não. Não sei lhe explicar o porque.
      3) Sim tende a passar. O que se espera é que essas "ondas" fiquem cada vez menores. O ciclo deve continuar assim, com movimentos de melhora e piora, mas com o tempo a intensidade vai diminuindo. b) Não existe um prazo definido para melhorar, mas nas pesquisas identificou-se homens após 7 anos ainda com problemas, apesar de terem melhorado. Então a expectativa deve ser de melhorar sempre, de uma forma gradual e infelizmente lenta. Pode haver alguns períodos que parece que você não está melhorando e está tudo igual, mas seu corpo está trabalhando por você. Especialmente se você colaborar com medidas que ajudem na recuperação, como as listadas aqui no blog.

      Excluir
    2. Eu sou o usuário que melhorei com a homeopatia, depois de quase 3 anos de tratamento ..estou quase curado..acho que não to 100% mas to muito bem....aconselho a todos a procurar um medico homeopata e tentar um tratamento baseado na THUYA ....esse remédio fortalece a próstata...e reverte os efeitos da finasterida...boa sorte a todos ..

      Excluir
    3. Você tem um email anonimo? Estou utilizando a homeopatia para outra questão com sucesso e sempre acreditei. Por favor, poste um email ou então o contato do médico e local.

      Excluir
  50. Finasterida é totalmente seguro! uso há 16 anos e nunca tive nada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais cedo ou mais tarde os sintomas irão aparecer. Tomei durante 10 anos e não tinha sintoma algum. Depois em um ano começo um sintoma de cada vez, depressão, falta de libido, ansiedade. Até que decidi parar e não recomendo ao meu filho que tem 20 anos a usar, ele ja esta tendo queda de cabelo. Parei a tres meses e esta sendo muito difícil...

      Excluir
  51. Também vivo isso , tomei fina por 1 ano , logo apos parar veio a depressão , agressividade , insônia e algum tempo atrás até tentei me matar , é muito confuso pois as vezes se tem líbido e ereção e de repente somem ... A reposição de testosterona parece não ajudar muito também ... Bom , mas o pior já passou ...Se alguém se interessar para trocar experiências meu e-mail é panaso.pns@gmail.com whatsapp 14 99689 7935 .
    Boa Recuperação a todos nós ...

    ResponderExcluir
  52. pessoal me add meu email é panaso.pns@gmail.com
    whatsapp 14 996 89 79 35

    ResponderExcluir
  53. Primeiro testemunho que faço no blog, essa droga é pior que o pior veneno, é um inimigo de certo modo invisível. QUEM TIVER UM POUQUINHO DE CONSCIÊNCIA E NÃO SE DEIXAR LEVAR POR COMENTÁRIOS CRIMINOSOS DE INDIVÍDUOS QUE DEFENDEM ESSA DROGA, INCLUSIVE DE MÉDICOS INESCRUPULOSOS NEGLIGENTES, FUJA DESSA MERDA!!!

    ResponderExcluir
  54. Olá, moderador!
    Meu nome é Fernando, tenho 39 anos e, há cerca de dez anos, fui "apresentado" à finasterida. Não sei ao certo quantos comprimidos tomei de forma esporádica. Sentia-me razoavelmente bem, até que em 2006 descompensei psicologicamente. Não sei se foi um episódio de pânico, mas fui diagnosticado com depressão e/ou distimia endógenas. Tomei vários antidepressivos e não senti nenhuma melhora (refratariedade?). Efeitos colaterais: anedonia, ereção dificultosa e anorgasmia. Quando parei com os psicotrópicos, a ejaculação, de retardada, passou a precoce. Ereções matinais? Nem me lembro quando tive a última. Não sei se desenvolvi a síndrome pós-finasterida, mas confesso ter ficado muito assustado com tal possibilidade. Pois bem, estou quase aderindo à MODULAÇÃO HORMONAL BIOIDÊNTICA. Qual a sua opinião a respeito? Por favor, responda-me o quanto antes, posto que minha primeira consulta médica acontecerá no próximo dia trinta.
    Se, além do moderador, algum outro usuário do blog puder auxiliar-me, desde já agradeço imensa e sinceramente.

    *** EXAMES FEITOS EM 13/03/2015 ***

    Testosterona Total
    Método: Quimioluminescência.
    Resultado: 280,5 ng/dL

    Valores de referência:
    Homens:
    1 a 9 anos: Inferior a 40 ng/dl
    10 a 11 anos: Inferior a 200 ng/dl
    12 a 13 anos: Inferior a 800 ng/dl
    14 anos: Inferior a 1200 ng/dl
    Adulto: 142,3 a 923,1 ng/dl
    Mulheres: 10,8 a 56,9 ng/dl
    Sensibilidade: 4,0 ng/dl
    Linearidade: 1009 ng/dl
    Coeficiente de variação biológica: 9,3%
    Erro total permitido: 14,0%


    Prolactina
    Método: Quimioluminescência.
    Resultado: 13,2 ng/ml

    Homens: 4,0 a 29,0 ng/ml
    Mulheres não-grávidas: 4,1 a 37,5 ng/ml
    Mulheres grávidas: 9,7 a 208,5 ng/dl
    Mulheres pós-menopausa:1,8 a 20,3ng/dl
    Sensibilidade: 0,6 ng/ml
    Linearidade: 200,0 ng/ml
    Coeficiente de variação biológica: 6,9%
    Erro total permitido: 21,1%
    Fonte: www.westgard.com
    Nota: para valores de prolactina superiores a 30,0 ng/ml, a amostra testada sofrerá um tratamento com Polietilenoglicol a 25% visando a precipitação de macropartículas.

    Pesquisa de macroprolactina: **
    Recuperação de prolactina : **

    Método: Precipitação.
    Valor de referência:
    Superior a 65%: NEGATIVA
    Inferior a 30%: POSITIVA
    De 30 a 65%: INDETERMINADA (Sugere-se cromatografia)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernando,

      Desculpe a demora em responder. Não sei se ainda lhe é útil a resposta, pois já teve a consulta, mas vou comentar. Bom, a minha posição é que antes de tentar a reposição hormonal é melhor tentar religar o eixo pituitária-testículos através de um remédio chamado Clomid. Esse tratamento foi desenvolvido para homens halterofilistas que abusaram de hormônios e ficaram deficientes em testosterona. A vantagem do Clomid é que se ele funcionar, sua taxa de testosterona aumenta e você não precisa mais fazer a reposição hormonal. Por mais que o médico lhe apresente esse nome bonitinho "Modulação Hormonal Bioidentica", é um tratamento que tem oscilações, que pode reduzir o tamanho dos seus testículos e pode tornar você dependente desse tratamento com o tempo. Então, vale a tentativa com o Clomid, para tentar fazer com que seu corpo aumente a testosterona sozinho. Realmente sua testosterona está baixa. A questão de tentar reposição hormonal é uma escolha pessoal. O que eu posso lhe informar é que em termos de melhora dos sintomas sexuais, se o seu problema tiver sido causado pela finasterida, a alternativa da reposição hormonal não reverte os sintomas. Infelizmente não. Então, porque não tentar o Clomid antes e dar um tempo maior para ver se o seu corpo reverte alguns dos problemas sexuais com o tempo, pelo fato de você já ter parado a finasterida?

      Excluir
  55. Boa noite. Depois da reportagem de abril de 2015 da revista Veja sobre os problemas com finasterida eu resolvi parar. Fiquei assustado, nao sabia que haviam mudado a bula, não sabia que tinham tantos efeitos colaterais comprovados, achava que os tais 2% era reversíveis. Usava a finasterida desde 2004, comecei a parar dia 4 de abril tomando de dois em dois dias e parei definitivamente dia 17 de abril. Dia 20 comecei a sentir uma indisposição a tarde. dia 21 no feriado de tiradentes trabalhei meio cansado, mas o pior foi dia 22, dia 23 e agora dia 24, estou cansado, nao consigo raciocinar direito, e parece que minha visão está lenta. eu realmente estou APAVORADO! tomei a finasterida por uns 11 anos e nunca havia tido nenhum efeito colateral, e agora eu paro e aparecem esses efeitos. moderador tire umas dúvidas pois eu estou em pânico:
    esses efeitos podem ser temporários? durarem poucos dias?
    a SPF é considerada após 6 ou 12 meses?
    esses efeitos que eu estou tendo, cansaço, lentidão, dificuldade em raciocinar, visão cansada, são os efeitos mais graves da finasterida? e costumam ser mais dificeis de reverter?
    me ajude por favor, eu estou aflito demais.

    obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Perdoe a demora em responder. Não fique apavorado, as primeiras semanas após parar de tomar são as mais difíceis, mas depois a tendência é melhorar. Nessa fase, você precisa tentar controlar a ansiedade. Isso também é consequência do crash. Por favor leia a página como tratar. Tente as formas naturais, mas se continuar nesse quadro de ansiedade, não hesite em tomar um benzodiazepinico (procure um médico).
      "Esses efeitos podem ser temporários?"
      Sim, claro. Muita gente tem colaterais, e depois de um tempo volta ao normal.
      "Durarem poucos dias?"
      Sim podem. Tem pessoas que em 15 dias já estão bem melhor. Outras em dois ou três meses.
      "A SPF é considerada após 6 ou 12 meses?"
      Antes de 12 meses, não pode afirmar que é SPF. Ainda é prazo de recuperação.
      "Esses efeitos que eu estou tendo, cansaço, lentidão, dificuldade em raciocinar, visão cansada, são os efeitos mais graves da finasterida?"
      Não. Esses efeitos são tipicos da fase de crash. Eu acredito que você está passando pelo crash. Vai melhorar, acredite. É uma questão de tempo. Foque em melhorar seu sono e da ansiedade que os outros sintomas vão passar também.
      "e costumam ser mais dificeis de reverter?"
      Não. Os mais difíceis de reverter costumam ser os sexuais.
      Se acalme, faça exercício físico, melhore a alimentação e principalmente DURMA BEM. Sua meta agora nesse primeiro momento tem que ser regularizar seu sono e se acalmar. Todo o resto vai melhorar com o tempo, acredite.
      Melhoras, abraço

      Excluir
  56. Boa noite moderador, eu tomei finasterida de forma intervalada durante cerca de 3 anos, os períodos geralmente eram de 6 meses e eu dava uma pausa de 3 ou 4 meses e depois voltava com o tratamento, eu utilizava 1mg por dia todos os dias, só não ingeria quando ia beber alcool, o que de certa forma intervalava mais o tratamento, as mudanças são bem recentes, a unica que teve mais tempo era a das dores nos testículos(tive uma diminuição no tamanho dos testiculos), eu achava que poderia ser normal, mas nunca desconfiei por inocencia, os outros sintomas foram: perda de libido e a ereção "meia boca" e de pouca continuidade, parei de tomar tem cerca de um mes, eu tive uma certa melhora mas ainda tenho dificuldades de continuar ereto e o meu libido diminuiu drasticamente, ainda não falei com o meu dermatologista, mas pretendo conversar com ele e perguntar sobre as possiveis soluções para o meu problema, vou ao endocrinologista pra fazer os exames necessarios para verificar possiveis alterações continuas, o que eu espero muito que não ocorra, estou muito, muuuuito preocupado de que eu nunca volte ao normal, muita gente relaciona sexo somente á brincadeira e sacanagem mas sexo é saúde e eu achava que os riscos eram minimos e por isso acreditei no tratamento, li alguns artigos no Pubmed e fiquei muito assustado com a possibilidade de nunca mais voltar ao normal, voce acredita na melhora gradativa do meu caso? Já que muitas pessoas relataram uma constante melhora após a interrupção do tratamento, um detalhe que me deixou muito triste foi de lembrar da consulta em que a dermatologista me falou sobre o baixissimo risco de algo acontecer e disse que ela nunca tivera problema receitando o medicamento, eu, hoje vejo uma falta de responsabilidade de um médico receitar um remédio assim, sou interessado pelo assunto entao tenho um conhecimento minimo sobre vias metabolicas, eu acho uma irresponsabilidade liberar esse tipo de medicamento para homonios de tanta importancia somente por motivos estéticos, e tambem me revolto com a atitude dos medicos que não procuram saber melhor o que receitar aos seus pacientes. estou muito triste pois sou novo e fico pensando no que pode acontecer com o passar dos anos, um homem nunca pensa nisso e quando pensa fica aterrorizado, ter saúde é o principal, e quem deveria primar pela nossa, no caso os medicos, acaba nos ferrando pelo dinheiro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que acredito na melhora. Muita gente tem esses efeitos no começo e depois reverte cara. Não pense o contrário. Faça os exames, se acalme, pense positivo e leia a página como tratar nas orientações gerais. Se exercite, durma bem, pense positivo e tenha fé que vários homens já passaram por isso e se recuperaram.

      Excluir
  57. Moderador,

    Antes de mais nada, imploro para que você não abandone este blog, pois é uma das principais referências que tenho para mim e para os profissionais de saúde que me acompanham.

    Bem, estou preocupado no que diz respeito a ausência da ereção matinal. Vejo este processo natural do corpo tão importante. Você descreveu como o último sintoma a se recuperar.

    Acontece que a ereção matinal é importante para manter o processo de ereção ativo no homem. Ao mesmo tempo, vi no propeciahelp que a masturbação em alguns homens piora os sintomas. Ai ficamos numa situação difícil. Se não temos ereção matinal e não nos masturbarmos frequentemente, podemos perder a força na ereção, correto?

    Você tem relatos de homens que recuperaram totalmente a ereção matinal? O meu caso vai e vem. Dias melhores e dias piores. Dias de meia ereção, dias sem ereção, e dias com ereção rígida. Isso não é comum num homem com 30 anos.

    Outro ponto: coloque mais um tema em sua página: troca de experiências entre ex usuários.

    Parabéns e obrigado. Se puder fazer algumas considerações no que eu descrevi, agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Não se preocupe, não abandonarei o blog. Reconheço que os comentários estão demorando muito a ser publicados, e a partir de agora a moderação será feita, no mínimo, todos os domingos. Há também agora um aviso de atualizações na primeira página (no canto superior direito). Assim fica mais fácil acompanhar o que foi atualizado. Sobre a sugestão da página de troca de informações, obrigado! Ótima ideia. Já está no ar. Sobre o seu caso:
      "Estou preocupado no que diz respeito a ausência da ereção matinal." De acordo com o que você descreveu, acho que você pode ficar mais tranquilo. Se em alguns dias você acorda com uma semi ereção ou uma ereção completa, não é caso para você ficar tão preocupado. Quando não há nenhum grau de ereção matinal todos os dias, e por um período longo é que há risco de dano ao pênis. Outra coisa, se você consegue atingir uma ereção normal mesmo que seja de forma estimulada, é sinal que está em ordem.
      "Se não temos ereção matinal e não nos masturbarmos frequentemente, podemos perder a força na ereção, correto?"
      Depende. Você pode estar tendo as ereções noturnas (durante o sono) de forma normal e nem sabe... Essa ereção durante o sono é suficiente para manter a saúde do pênis. Outro ponto: não é necessário que haja essa ereção todos os dias. Dia sim, dia não, de dois em dois dias... já vai funcionar nesse sentido. Se você acorda alguns dias com ereção matinal ou semi ereção, com certeza algum grau de ereção noturna você está tendo, então não é motivo para se preocupar tanto. Mas vou lhe dar uma sugestão, se isso lhe deixar mais seguro: Estimule manualmente e mantenha a ereção por uns 15 minutos. Duas a três vezes por semana. Não precisa se masturbar se você está tentando ejacular com menos frequência. Só estimule e mantenha a ereção um pouco e depois não ejacule.
      "Isso não é comum num homem com 30 anos." Mas esse é o padrão em casos de SPF. Não significa que será sempre assim. A tendência é que com o passar dos meses ou anos (depende da pessoa) o número de dias com ereção matinal seja cada vez maior).
      Para tirar a dúvida se você está tendo ereções durante o sono, existe um teste: Pegue um guardanapo, abra ele todo. Recorte uma tira da largura de uma régua e do comprimento que seja suficiente para enrolar no seu pênis. Vai ficar como se fosse um anel de papel em volta do pênis. Una as pontas com fita adesiva. Durma com o papel enrolado, se pela manhã o papel estiver rasgado é porque houve ereção. Tem que ser um papel fino. Cuidado pra não prender a circulação.
      Abraço e valeu pela sugestão

      Excluir
  58. jean angelispj@hotmail.com10 de maio de 2015 14:04

    Olá, Moderador. Acho que você poderia também esclarecer um pouco mais dúvidas sobre o Saw Palmetto, ou Serenoa Repens. Pergunto isso pois lendo aqui que os efeitos podem ser os mesmos comecei a ficar preocupado. Você acha que há uma equiparação total entre Serenoa e a Finasterida? Quer dizer,uma frasco com 60 cápsulas de um é tão nocivo quanto a da outra?Porque é um pouco difícil de acreditar nisso; acreditar que um fitoterápico seja IGUALMENTE agressivo quando comparado a uma droga sintética.Tomei o primeiro frasco com 60 comprimidos de Serena manipulada a seco em setembro de 2009.Mas nunca tomei continuamente. Nesses 5 anos devo ter tomado uns 8 frascos ao invés dos 30 frascos se tivesse tomado sem interrupção. Posso ter experimentado alguma alteração hormonal significativa também?Saw Palmetto,um fitoterápico manipulado, pode causar diminuição de testículos e de pênis?????Tem certeza que é razoável afirmar isso?Não acha que corre o risco de cair em terrorismos desnecessários. Com relação a Fina eu posso até entender, mas o Serenoa Repens pode causar,repito, diminuição de testículos e de pênis?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jean,

      Há muitas variáveis no seu questionamento. Vamos lá:
      "Você acha que há uma equiparação total entre Serenoa e a Finasterida? Quer dizer,uma frasco com 60 cápsulas de um é tão nocivo quanto a da outra?"
      Depende da dose e depende da pessoa. Algumas pessoas são mais sensíveis ao bloqueio de DHT, não importando se o que causou esse bloqueio foi a Finasterida ou o Saw Palmetto.
      "Porque é um pouco difícil de acreditar nisso; acreditar que um fitoterápico seja IGUALMENTE agressivo quando comparado a uma droga sintética."
      Jean, eu só estou repassando a experiência que está registrada no Propecia Help. A grande maioria dos relatos é de quem tomou finasterida. Essas pessoas relatam efeitos colaterais x. Acontece que no mesmo fórum há pessoas que nunca tomaram finasterida, apenas tomaram Saw Palmetto e apresentam os mesmos colaterais. Quadro igual.
      "Posso ter experimentado alguma alteração hormonal significativa também?"
      Depende da dose e depende da pessoa. Só fazendo os testes hormonais para saber. Há pessoas que tiveram alterações hormonais tomando apenas SP. Não sei a dose que eles tomaram nem a duração do tratamento.
      "Saw Palmetto,um fitoterápico manipulado, pode causar diminuição de testículos e de pênis?"
      Existem pessoas registradas no Propecia Help que relatam esse problema. Não sei lhe dizer se num grau menor que a finasterida, mas os relatos estão lá, só pesquisar.
      "Não acha que corre o risco de cair em terrorismos desnecessários."
      Jean, nada do que está descrito nesse blog é terrorismo desnecessário. Eu sei que é difícil acreditar ao ouvir isso (e eu mesmo duvidei quando ouvi pela primeira vez sobre isso). Mas depois de ler os relatos no Propecia Help eu acredito e repito isso aos visitantes do blog, pois a minha função aqui é informar. Agora, atenção a uma palavra: PODE. Muitas pessoas tomam e não tem nada... Enquanto outras desenvolvem SPF. Mais uma vez: Existem vários relatos no Propecia Help de homens que nunca tomaram finasterida, mas apresentam sintomas semelhantes.
      Não importa se a origem do medicamento é fitoterápica. O que importa é que ele é um inibidor sistêmico de 5 alpha reductase.

      Excluir
  59. Olá moderador

    Primeiramente gostaria de agradece-lo por este espaço e pela paciência e solicitude com que responde as perguntas de meus "colegas de trincheira". Vou relatar meu caso aqui e gostaria de sua opinião, pois você parece ter conhecimentos mais avançados sobre o tema do que eu (estou começando a estudar o tema agr). Tomei finasterida por 50~60 dias e logo que senti os colaterais- no meu caso de ordem sexual apenas com: perda de libido, ausência de ereções matinas, noturnas, espontâneas e ereções "meia bomba"- interrompi a medicação. Nas 3 primeiras semanas senti uma recuperação lenta dos colaterais, mas dps senti que a recuperação parou e voltei à estaca inicial (este padrão "vai e vem" parece ser característico da SPF, não?). Gostaria de saber se desenvolvi a SPF, pois apresento sintomas "clássicos", mas, por outro lado, tomei finasterida por um curto período de tempo e minha recuperação tbm ainda é curta para ser analisada.

    Mto Obg
    Gde Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,

      Se você parou de tomar há pouco tempo, é muito cedo para afirmar qualquer coisa. O período de recuperação é de pelo menos seis meses a um ano. Só depois disso para pensar em SPF. O vai e vem na melhora é assim mesmo, são pequenos ciclos de melhora e piora até chegar num estágio melhor. Se você parou de tomar há menos de 6 meses, nem pense em SPF rapaz... Pense que você está se recuperando, siga os passos do como tratar e pense positivo.

      Excluir
  60. Olá moderador

    Tenho uma dúvida quanto ao "shrinkage". Não apresento este sintoma (mas morro de medo), no entanto apresento ausência de ereções noturnas o que pode levar ao encolhimento. Tento me estimular todos os dias e deixar o pênis ereto para evitar o quadro, isto é eficiente? Em caso de encolhimento, o quadro é reversível ? Existe algo que me ajuda a prevenir isto ?

    Obg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,

      Vamos lá:
      "apresento ausência de ereções noturnas"
      Você já fez algum teste para saber? Pode ser que você esteja tendo ereções normais durante o sono e não sabe.
      "o que pode levar ao encolhimento."
      Há uma pequena confusão aqui. A ausência de ereções (NUNCA ter ereção nenhuma) por um período longo (muitos meses ou anos) pode prejudicar o mecanismo de ereção. Já o shrinkage é outra coisa. Ele surge em decorrência do crash e se não for tratado também pode prejudicar a ereção a longo prazo.
      Não é o fato de estar com menos ereções que vai levar você a apresentar shrinkage. A principal defesa contra o shrinkage é a combinação de um nível alto de GABA (neurotransmissor no cérebro) com hormônios masculinos dentro da escala. Então: Se você está com o sono normal, não tem sono leve, dorme várias horas por noite e não está num quadro de ansiedade extrema (como ocorre no crash), é sinal que seu GABA está normal. Se aliado a isso seus hormônios sexuais masculinos deram dentro da escala do exame (testosterona total e livre, DHT), a chance de você ter no futuro shrinkage é bem pequena. O principal "termômetro" para observar o risco de shrinkage é o sono. As pessoas que apresentam o encolhimento estão num nível tão baixo de GABA que só conseguem dormir duas a três horas por noite, todo dia.
      "Tento me estimular todos os dias e deixar o pênis ereto para evitar o quadro, isto é eficiente?"
      Não precisa fazer isso, pode relaxar. E para manter a saude do pênis se você está com medo de estar tendo poucas ereções, basta ter ereções algumas vezes por semana, não precisa ser todo dia.
      "Em caso de encolhimento, o quadro é reversível ?"
      Sim. Se o homem não deixar o quadro se estender por muitos meses, o quadro é reversível sim. Basta aumentar o nível de GABA no cérebro. A melhor forma de fazer isso no caso de SPF é o uso por algumas semanas ou meses de um calmante benzodiazepínico (Bromazepam ou Alprazolam, dose inicial contra tratamento de ansiedade, sob supervisão médica). Isso reverte o quadro.
      "Existe algo que me ajuda a prevenir isto ?"
      Evitar entrar num quadro de estresse, evitar ansiedade, sempre dormir bem, ter uma atitude tranquila. Essas atitudes preservam GABA no seu cérebro. Ter uma rotina de exercícios físicos de forma moderada também ajuda muito. Com relação à alimentação, nesse aspecto, é importante evitar cafeína. Não é que a cafeína vai causar isso. Mas a cafeína é um estimulante e pessoas que usaram finasterida podem ficar mais vulneráveis a desenvolver quadros de ansiedade.



      Excluir
  61. Utilizei a finasterida 1mg por apenas 5 dias e desde já comecei a apresentar alguns efeitos colaterais (sêmen ralo, insônia, ansiedade). No entanto, desde o começo li a bula e busquei informações na internet sobre o medicamento, ficando apreensivo antes mesmo de tomar o primeiro comprimido. Graças a Deus, quase uma semana depois de parar já me sinto bem melhor. No meu caso, atribuo mais os sintomas a uma somatização (efeitos psicológicos). Então, recomendo para quem está na dúvida, com medo de tomar, que não tome! Estou postando aqui para auxiliar a quem está na dúvida se toma ou não, de acordo com minha experiência angustiante. Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  62. Moderador, me dê sua opinião. Eu tive o crash na Semana Santa, em 3-4 de abril. Não me sinto particularmente ansioso, mas continuo dormindo mal. E estou com shrinkage, desde o crash. Fui a um psiquiatra hoje tentando conseguir um benzodiazepínico. Ele se recusou a me receitar. Disse que, para insônia, seria a pior opção. Nas palavras dele, os benzodiazepínicos "prejudicam a arquitetura do sono", "deixam o sono mais leve". Me receitou outro medicamento, um tal de Stilnox. Me diz uma coisa: para o shrinkage, os benzodiazepínicos parecem funcionar melhor, segundo os relatos do PropeciaHelp? Porque, apesar de eu não estar dormindo tão pouco (chego a seis horas de sono, ainda que com interrupções), e apesar de eu ter ereções noturnas e matinais com considerável frequência (nunca tão grandes quanto era antes, lógico), o shrinkage permanece. O negócio está duro quando "flácido", e menor que antes quando ereto. Que coisa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,

      Que coisa, não é? Não posso criticar o médico, porque ele se baseou no seu sintoma de sono somente. Até aí o Stilnox melhoraria seu sono também. Mas a verdade é que você quer melhorar do shrinkage (que pelo sua descrição é exatamente o que você está tendo). Bom, o Stilnox não vai melhorar tanto o shrinkage quanto o benzodiazepinico. O calmante é certeza que reverte pois tem mais ou menos um mês que você está assim. Então meu amigo, não vejo outra alternativa a não ser procurar outro médico. Algum médico conhecido de família, alguém assim. Diga que você está muito ansioso (melhor do que a desculpa do sono). Diga que é por um período curto, que você não vai ficar viciado no calmante (o que é verdade), que é só para enfrentar uma fase difícil (pense numa desculpa emocional). Não desista. É o seu corpo. Continue tentando o Alprazolam ou Bromazepam. Depois me dê uma notícia se conseguiu, pelo email é melhor: riscosdofinasterida@gmail.com
      Boa sorte.

      Excluir
  63. Ok Moderador, assim ficou ótimo. Bom saber que você não vai abandonar o blog e com essa ideia de última atualização facilita bastante. Bem seguem perguntas:

    1) Tenho observado que meu HDL não aumenta, mesmo com todas as medidas dietéticas e de atividade física (com acompanhamento de nutricionista funcional e educador físico). Tem relação com a finasterida? Pois vi algo relacionado no site oficial do PFS.

    2) Outra coisa que não regulariza ou fica perto do limite mínimo é o zinco, mesmo com suplementação. Algo relacionado com a finasterida também?

    3) Você com sua experiência, pode até confirmar uma desconfiança minha. Eu pesquiso bastante e por tudo que li, tenho uma suspeita que a finasterida altera muito a microbiota do homem. Por isso tantos sintomas e alergias alimentares. O que acha?

    4) Pela manhã, percebo que fico mais lento, principalmente, de manhã cedo. Só regulariza após as 8:30 e 9... e isso começou após o uso da finasterida.

    Aguardo seus comentários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Respondendo:
      1) Sim, pode ter, ou pode ser uma tendência genética sua. Como era antes de tomar a finasterida? Existem estudos que relacionam um aumento de LDL com a finasterida, mas nenhum se aprofunda na questão do HDL. Mas eu não duvido que tenha relação.
      2) Isso aí tem a ver sim, quase todos os que testaram o nível de zinco tem um nível baixo. Mas não se sabe a razão. A dificuldade de aumentar o nível de zinco também é comum na SPF.
      3) Sim, essa é uma tese recorrente nos fóruns sobre finasterida. É a "Gut theory". Eu particularmente acho que causa um desequilíbrio, sim. Na verdade essa é uma palavra muito adequada. A finasterida causa um desequilíbrio em tantos sistemas, que por isso o diagnóstico é confuso. Alguns membros do Propecia Help descrevem ter a suspeita de terem desenvolvido um crescimento excessivo do fungo Candida (no intestino), por que os sintomas batem bastante. Mas é difícil de provar uma relação sem um estudo específico. De qualquer forma, a estratégia da alimentação saudável está em sintonia com essa tese. Na minha opinião, qualquer tratamento que vise restaurar a microbiota está de acordo com o que deve ser feito. Existe uma corrente no Propecia Help que acha que essa é a causa principal dos efeitos da SPF. Eu discordo. Acho que a finasterida afeta vários sistemas ao mesmo tempo.
      4) A finasterida pode causar algum impacto nas supra renais. As supra renais são os órgãos que produzem cortisol, que é a substância que faz você acordar e ter mais disposição. Você pode estar com uma leve diferença agora no cortisol de manhã cedo para o que era antes. Mas isso seu próprio organismo vai recuperar com o tempo. O que ajuda a recuperar as supra renais:
      - Exercício aeróbico
      - Sal (não precisa ser em excesso, o sal normal)
      - Evitar estresse e ansiedade.

      Excluir
  64. Moderador,

    O que você acha sobre o tempo de 7 anos para as células do corpo se renovarem? Isso seria verdade? Seria por isso que os homens com PFS se recuperariam após este período?

    Isto tem fundamento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história dos sete anos é o seguinte. O corpo humano renova células todos os dias. Todos os dias ele troca algumas células do corpo. O período de 7 anos é o tempo necessário para que o corpo, dia a dia, consiga renovar todas as células do organismo. Com relação ao estudo com homens com SPF o que foi citado é que no estudo, havia um ou alguns indivíduos que já tinham parado de tomar a finasterida há 7 anos no máximo e eles não tinham se recuperado totalmente (o que não significa que não houve uma melhora parcial). Mas esse estudo não é base para projetar a sua recuperação. Nós não sabemos que caminhos essas pessoas seguiram. Se tentaram reposição hormonal (piora o quadro), se não se exercitam, se não procuraram restabelecer o padrão de sono ao normal. Eu acredito que se você seguir os passos citados no "como tratar" com disciplina, você aumenta muito suas chances de uma recuperação total ou próxima do total.

      Excluir
  65. Prezado,

    A ausência de ereção matinal não é por conta da baixa testosterona não?

    Outro ponto: percebo que tem dias que amanheço com a ereção matinal, mas só consigo perceber mesmo depois de tocar o pênis. Isso seria uma das formas de insensibilidade peniana?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1) Não é por causa de baixa testosterona. Muitos dos casos de pós finasterida tem níveis normais de testosterona e tem falta de ereções matinais.
      2) Sim. Isso é descrito como uma desconexão entre o pênis e o cérebro. É possível que a finasterida tenha prejudicado a ligação química desse caminho. Mas como é um problema bioquímico, é possível que melhore com o tempo. No entanto, de todos os sintomas, esse geralmente é um dos últimos a melhorar.

      Excluir
  66. Prezado amigo, tenho duas perguntas a lhe fazer:

    1) você fala em outros posts sobre exercitar o pênis 15 minutos ou algo assim, para minimizar os efeitos da ausência ereção matinal... isso é baseado em sua experiência em relação ao que viu esse tempo todo? Qtas vezes por semana?

    2) aqueles que padecem dos problemas gastrointestinais, depois de se masturbar pioram estes sintomas também?



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1) É baseado na biologia. O mecanismo de ereção noturna do pênis ocorre da seguinte forma. Durante o sono, você tem várias ereções de meia hora mais ou menos. Essas ereções só ocorrem durante o sono profundo REM. Por isso é tão importante regularizar o sono em quem teve sintomas pós finasterida. Os mecanismos de proteção do corpo são regulados com uma margem de segurança muito grande. O objetivo de ter essas ereções é levar oxigênio ao pênis, através da circulação, e preencher os corpos cavernosos do pênis. O ideal é restaurar o sono e verificar se está tendo as ereções noturnas. Esses exercícios de 15 minutos são paliativos. Mas é melhor do que nenhuma ereção. Mas se for para lhe deixar mais tranquilo e menos ansioso, faça três vezes por semana.
      2) Não sei lhe responder, mas acredito que sim. Pelo que leio há uma piora geral após a ejaculação, o que retorna ao normal nos dias seguintes.

      Excluir
  67. Amigo,

    1) Você poderia resumir os sistemas que são afetados pelo finasterida. por exemplo, tireoide, intestino, mental, etc...
    2) quais as doenças que você já viu relato? hipotireoidismo, gastrite atrófica, doença celíaca, hipertensão (por conta do acumulo de sódio e retenção liquida), quais? poderia citar?
    3) alguém teve glossite ou língua geográfica, língua branca? A minha está assim, além de diversos outros sintomas;
    4) lembro, e gostaria de confirmação, que pode ser que alguém não tenha desenvolvido, mas após um exame invasivo, cirurgia, infecção ou qq outra coisa, venha a desenvolver a síndrome não é?

    obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1) Hormonal (eixo HPT - hipófise, pituitária, testículos), hormonal (supra renais), digestivo (estômago e intestino), nervoso central (allopregnanolona, THDOC), cérebro (neurotransmissores: GABA e Dopamina), sistema imune (atividade acima do normal), sexual-reprodutor (próstata, pênis e testículos). Em alguns indivíduos apenas alguns sistemas são atingidos.
      2) Não acho legal eu ficar listando aqui possíveis complicações, a grande maioria dos homens não vai ter essas complicações e se eu fico citando aqui acaba piorando os sintomas de ansiedade de algumas pessoas.
      3) Não, nunca vi relacionado a finasterida.
      4) Sim, com ênfase na palavra "pode". É possível, mas o mais comum é - nas pessoas que desenvolveram a síndrome - ter o crash ao parar o remédio ou algumas semanas depois.

      Excluir
  68. Prezados, Tomei finasterida em torno de 1 ano. Parei de tomar quando comecei a olhar para minha parceira com quem vivia como uma amiga com que devia a casa. O fato é que fiquei solteiro algum tempo depois e, exatamente quando tinha minha vida mais estável financeiramente, morando sozinho no Rio de Janeiro percebi que me tornei 100% impotente aos 36 anos. Imaginem quando comecei a namorar uma gata 14 anos mais nova do que eu e obviamente cheia de vontade. Obviamente mudei minhas pesquisas na internet, saindo de pesquisador de tratamentos para queda de cabelo para remédios para impotência. Cialis e outros fizeram e infelizmente, ainda fazem parte de meu menu. Perdi varias oportunidades de sexo casual por não estar “preparado” para o lance. O pior é que, chegando aos 40 anos, comecei a achar que a história da impotência era fundamentalmente psicológica e resolvi atacar de todos os lados a queda de cabelo: voltei a tomar a finasterida, além de usar a escova de luz hairmax , minoxidil 5%, tomar biotina, silício orgânico(exsynutriment) e para finalizar, para aumentar a vascularização dos bulbos capilares fiz uso da caboxterapia capilar, injetando Co2 no couro cabeludo. Esses seis tratamentos combinados deram um efeito impressionante para qualquer um. Sem exageros, fiquei com uma senhora cabeleira, cobrindo áreas que já tinha entradas aos 25 anos. Para contrapor este maravilhoso resultado de minhas pesquisas e esforços, a impotência e falta da libido alcançaram seu grau máximo. Mesmo tomando remédio para a impotência, não estava mais tendo ereção. Meu pênis, pouco vacularizado, mas parecia um balão branco e mucho. Estava comprometendo seriamente meu namoro. Ela acabou me dando um ultimato e no susto parei quase tudo, só deixando a carboxterapia. Em três meses meu cabelo diminui 30% do volume. Enfim, hoje a namorada é minha noiva e vou tocando a vida sem finasterida, ainda estou na luta: faço a carbox, passo minoxidil e tomo biotina e os cabelos estão ai. Dai pergunto: o uso de saw palmetto pode ser conspirado como nocivo para nossa saúde sexual?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tomando o Saw Palmetto você está sujeito aos mesmos efeitos colaterais sexuais e mentais. Existem muitos homens no Propecia Help que nunca tomaram finasterida, somente Saw Palmetto e desenvolveram Síndrome pós Finasterida da mesma forma.

      Excluir
  69. Então moderador, reposição hormonal, mesmo que bioidentica não funcionaria para os homens afetados pela síndrome?

    Tenho notado além da pele ressecada, a cabeça do pênis (glande) também ressecada, tem relação correto?

    Outro ponto, suplemento vitamínico em doses significativas de vitamina b e zinco tem melhorado muita coisa... assim que eu tiver mais experiência submeto na outra página. Mas poderia comentar algo moderador?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      A) Não funciona no sentido de reverter os sintomas sexuais. Funciona somente no sentido de prevenir osteoporose e outros problemas causados, a longo prazo, por uma taxa de testosterona muito baixa. Mas a reposição só é indicada no caso de uma taxa de testosterona muito baixa, abaixo do limite inferior da escala. Mesmo assim, é aconselhável tentar nesses casos um "restart" do eixo pituitária-testículos com um remédio conhecido como Clomid (que deve ser prescrito e acompanhado por um médico)
      2) Sim, tem relação, mas muito menos relação com a testosterona total ou livre e muito mais relação com a pouca atividade de 5 alpha reductase e DHT. Em casos de síndrome pós finasterida esse ressecamento pode ocorrer mesmo em indivíduos que estejam com a testosterona total alta.
      3) O ideal é suplementar vitaminas e minerais nas doses padrão recomendadas. Não conheço um estudo que estabeleça relação entre melhora dos sintomas de síndrome pós finasterida e doses altas de vitaminas e minerais. A suplementação de zinco em excesso inclusive pode causar uma piora temporária em alguns sintomas.

      Excluir
  70. Bom dia,estou escrevendo pra relatar minha experiencia com a finasterida.Eu nunca tive cabelos fortes,me lembro que quando era adolescente,meus cabelos eram até amarelados,principalmente nas áreas onde se formam as entradas laterais se a pessoa for ficar careca,e na parte chamada de coroinha,no topo da cabeça na parte de trás.Eram fios amarelado s que,á medida em que ia se chegando na linha limite,na testa,mais finos e amarelos avermelhados ficavam,a ponto de algumas vezes me questionarem isso,já que eu sendo negro,o normal seria eles serem pretos.Comecei a tomar a finasterida por volta de 2001,e desde então tomo até hoje e posso afirmar que essa droga fez muito bem aos meus cabelos,tornando-os forte,e cessando totalmente sua queda,e os deixando mais grossos e com os fios totalmente pretos,algo que nem sequer imaginava que pudesse acontecer.Bom,voces falam dos efeitos colaterais da finasterida,eu acredito que realmente existam,tanto que provavelmente eu tenha sofrido ou sofro com um ou outro deles,mas na parte sexual,eu continuo sem poder ver uma mulher mais arrumada diante de mim,que já me começa uma ereção,tenho vida sexual ativa,me masturbo todo dia pela manhã logo que acordo,sendo raro o dia em que não faço isso,tenho desejo sexual constante,me vejo em situações de cunho sexual ,enfim,crio que comportamentos normais e esperados para um homem na minha faixa etária e solteiro e hétero.Comecei tomando um miligrama ao dia,há dois anos reduzi pra meio miligrama e desde o começo do ano,estou tomando um quarto de miligrama,meio comprimido de um miligrama cortado ao meio,e estou mantendo meus cabelos com isso.Gostaria de saber sua opinião a respeito pois penso que no meu caso,por meu cabelo ter essas características que citei no começo,se eu não tenho uma sensibilidade capilar maior á dihidrotestosterona e se somente esta dose que tomo atualmente é o bastante para surtir efeitos em termos de evitar a queda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, a dose que você toma é suficiente para o tratamento. Em qualquer pessoa. A finasterida tem o que se chama de "flat dose response". Isso significa que o efeito de 0,25 mg ou 1 mg é muito parecido. Da mesma forma, o risco de ter efeitos colaterais algum dia não diminui porque você reduziu a dose para 0,25 mg por dia.

      Excluir
  71. Ola,

    Lendo essa imensidao de depoimentos sobre a Finasterida creio que estou com a SPF. Durante 5 anos mais ou menos fiz uso da Finasterida 1mg, sendo que ficava aproximadamente 1 ano sem tomar, o que totaliza 3 anos de uso intercalado. Faz mais de 1 ano que parei de tomar e cerca de 6-8 meses venho tendo problemas de ordem sexual (queda de libido acentuada e ausência de ereções noturnas e matinais). Quando me dei conta da situação inicialmente atribui a causa ao antidepressivo (Citalopram) o qual usi continuamente há mais de 5 anos. Conversei com a minha Psiquiatra e comentei sobre isso. Ela trocou o Citalopram pela Bupropiona, que segundo eu li e eka tambem me disse, não interfere na esfera sexual. Tomei por 2 meses (apesar dos efeitos adversos insuportáveis como cefaléia e embaçamento da visao) nao obtive melhora alguma dos sintomas sexuais. Sendo assim, optamos por retomar o uso do Citaolpram, ja que alem de tudo a Bupropiona me deixou extremamente deprimido. Uma semana após retomar o Citalopram a depressão passou e os sintomas sexuais deram uma melhorada. Falei com ela sobre a Finasterida e ela como a grabde maioria dos médicos ignora esses possiveis efeitos colaterais desse "veneno". Nesse periodo que eu venho notando os sintomas comecei a fazer musculação 3x por semana, foi quando os sintomas começaram a piorar. Algum tempo depois tive uma virose e parei de treinar. Alguns dias depois, mesmo debilitado pela viroso, a libido voltou (nao como era antes) mas voltou, assim como as ereções matinais e noturas. Fiquei mais de um mes sem treinar e a libidos e as ereções se mantiveram aceitaveis. Há duas semanas voltei a treinar e ca estou eu novamente com os sintomas sexuais, o que me levou a pensar na hipotese de o aumento da Testosterona causado pela musculação ser a causa, o que me levou a pensar tambem que algum desequilíbrio pode (deve) estar acontecendo e que foi causado pela Finasterida. Ainda não fiz nenhum exame de dosagem hormonal. Na sua opinião, as circunstâncias e os sintomas que eu estou tendo condizem com o quadro típico de quem tem a SPF?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha opinião o que ocorre quando você treina é o seguinte: a musculação causa pequenas lesões no musculo, o que é normal. Em alguém que ficou com sintomas pós finasterida, o sistema imune fica hiper ativo, porque com a queda de testosterona perde-se o freio natural do sistema imune (a testosterona alta inibe o sistema imune). Então, com o sistema imune hiper ativo, essas pequenas lesões causadas pela musculação inflamam (o sistema imune inflama as lesões como forma de proteção, o que ocorre num grau muito maior em quem tem sindrome pós finasterida). Sempre que houver uma inflamação no seu corpo, os sintomas da síndrome pós finasterida vão piorar. Portanto, em casos como o seu, você deve parar a musculação e fazer somente exercício aeróbico (também sem exagero).

      Excluir
  72. Mais uma pergunta... Nao querendo ser repetitivo: O desastre hormonal todo se da em função da inibição da enzima 5 alfa redutase, seja ela feita pela Finasterida ou de forma "natural" (Zinco em excesso, óleo de côco, etc) ou ate mesmo atraves da administração de Progesterona ou só pelo fato da Finasterida ser uma droga sintética? Pelo que eu entendi do que vc escreveu, tanto a enzima quanto a própria DHT são de extrema importância ao organismo masculino e sua inibição, tanto faz a maneira como ela seja feita, sem sombra de duvidas irá acarretar danos ao organismo, certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, correto. Só queria ressaltar que para uma pessoa que nunca usou finasterida, o uso do óleo de coco ou do zinco não vai causar sintomas como a finasterida ou o Saw Palmetto. O problema é alguém que está com sintomas pós finasterida optar por usar o óleo de coco ou ficar suplementando zinco. Já é uma pessoa com baixa atividade de 5 alpha reductase e não deve somar um efeito ao outro.

      Excluir
  73. Moderador,

    Poderíamos dizer que existem pessoas que sofreram ou sofrem dos efeitos do finasterida, sem necessariamente desenvolver a sindrome? Se sentimos alguns dos sintomas, sem a questão da sexual muito forte e nem depressão, por exemplo, podemos dizer que sofremos dos efeitos, mas que não desenvolvemos a sindrome?

    E nestes casos, a recuperação é mais otimista?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é somente uma questão de como chamar o problema. O padrão que se tem adotado é que num período até um ano após parar de tomar o remédio, ainda é o período de recuperação. Se após esse tempo, ainda persistirem os sintomas (independente da severidade), seria um caso de síndrome pós finasterida. Então se for após um ano que parou, mesmo que sejam sintomas leves, é a síndrome.

      Excluir
  74. Prezado amigo,

    O que explicaria essa alternância entre dias na ereção matinal. Por que tem dias que eu acordo e tem outros que não? A que atribuir isso?

    Outro ponto, percebo que o tamanho do pênis também está variando. Alguns dias menores outros maiores mais rígidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há explicação ainda. Temos que aguardar os resultados dos estudos em curso no BW Hospital em Boston. Mas a grosso modo, a finasterida alterou o equilíbrio desse sistema. É como se o seu corpo não produzisse certas substâncias na mesma regularidade e quantidade que antes (mas isso vai normalizar com o tempo). Entre essas substâncias: óxido nítrico, fundamental nas ereções e allopregnanolona, fundamental em deixar o corpo relaxado para permitir a ereção (tem função de relaxante muscular). Para aumentar o óxido nítrico, os remédios mais usados são Viagra, Levitra, etc. Mas no caso da ereção matinal não se aplica... O que você pode fazer é começar uma rotina de exercício aeróbico, pois este pode aumentar sua produção de óxido nítrico nos dias seguintes. A allopregnanolona você pode aumentar também através do exercício aeróbico e cortando toda a cafeína da sua alimentação. A variação no tamanho do pênis é resultado da falta dessas substâncias, mas vai reverter. O melhor que você pode fazer agora é ter uma rotina moderada de exercício aeróbico, tirar a cafeína da alimentação, evitar estresse e regularizar o sono - ter certeza que esta dormindo bem e atingindo o sono profundo.

      Excluir
  75. Moderador, sobre a questão da reposição da testosterona piorar o quadro eu li em algum lugar do blog, ou estou enganado? Você quis dizer apenas em relação a reversão do sintomas ou por que piora o quadro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, pode piorar. É preciso avaliar bem a necessidade de fazer reposição hormonal, porque é um tratamento para a vida toda. Depois que começa, você fica dependente da reposição. A menos arriscada nesse sentido é a reposição com gel, que passa na pele e é convertida em DHT. Não sei lhe dizer porque esse tipo de reposição pode causar piora em algumas pessoas com pós finasterida, mas é que as pessoas no Propecia Help descrevem - ou que não fez efeito, ou que teve mal estar. Com relação a repor com injeções de testosterona, o risco é aumentar o nível de estradiol e piorar a ereção por causa disso. As pessoas que fazem reposição com esse método as vezes precisam recorrer a remédios anti aromatase, para evitar o aumento do estradiol. Mas é outro medicamento a ser tomado e no caso das pessoas com pós finasterida, o benefício é pequeno, os homens no propecia help descrevem que não tiveram reversão dos sintomas sexuais com a reposição hormonal. O método mais adequado para tentar aumentar o nível de testosterona em homens com pós finasterida é o Clomid (que deve ser prescrito e acompanhado por um médico). A reposição com injeções ou gel deve ser bem avaliada, sendo indicada somente em casos que o clomid não aumentou a taxa de testosterona e que a testosterona esteja realmente muito baixa.

      Excluir
    2. Oi moderador, tou me referindo a bioidentica mesmo. É porque vc falou:
      A) Não funciona no sentido de reverter os sintomas sexuais. Funciona somente no sentido de prevenir osteoporose e outros problemas causados, a longo prazo, por uma taxa de testosterona muito baixa.

      Porque nesse sentido já seria valido não? Fique na dúvida agora, pq se experimentar piora, é complicado. Pode me esclarecer então?

      Excluir
    3. Sim, já seria válido. É válido em pessoas com SPF que estejam enfrentando perda muscular grande, risco de osteoporose, etc. Mas é preciso avaliar muito bem essa necessidade. A grande maioria dos homens com pós finasterida que tem uma redução no nível de testosterona ainda continua com um nível do hormônio acima do limite inferior da escala. E nesses casos, o risco de ter esses problemas é menor. O risco maior de desenvolver esses problemas é se sua testosterona estiver muito perto do limite inferior da escala ou abaixo do limite inferior. Eu acredito que antes de partir para a reposição hormonal, o homem com SPF deve tentar o Clomid.

      Excluir
  76. Moderador, vc saberia dizer qual seria a concentração de Zinco capaz de diminuir ou inibir a ação da enzima 5 alfa redutase? Estou tomando um suplente chamado ZMA, cuja composição é a seguinte: Aspartato de Monometionina de Zinco 30 mg, Aspartato de Magnésio 450 mg e Vitamina B6 10,5 mg. Essa dosagem equivale a 3 cápsulas conforme o fabricante. Não sei ao certo a quantidade ideias de Zinco que deve ser consumida diariamente, pois em cada fonte que eu pesquisei os valores são divergentes. No caso desse suplemento a dosagem de Zinco é considerada alta e pode interferir nos sintomas de quem tem a SPF? Comecei a tomar eaae suplemento há uma semana, pois entre suas promessas estão a melhora e regulação do sono, o equilíbrio hormonal e a melhora na cognição e concentração (sintomas que tentei tratar com a Bupropiona conforme eu disse anteriormente, mas sem sucesso). Quanto ao sono, notei uma ligeira melhora. Acordo bem mais disposto (durmo 8 horas mas parece que dormi 10 ou mais), me sinto menos cansado e meu nível de atenção e concentração melhorou bastante. Vi muitos relatos de usuários desse suplemento dizendo que notaram uma melhora considerável na libido, superior inclusive a conseguida com o Tribulus Terrestris. Por este motivo resolvi experimentar, porém a libido até o momento está fraca como antes. Vou seguir sua orientação e parar com a musculação.

    Pessoal, se alguém de Porto Algre souber de um bom médico que esteja a par da SPF, indiquem, por favor!

    Abração a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Theo,
      Não sei lhe dizer a concentração de zinco capaz de inibir a enzima, mas acredito que tenha que ser uma dose bem maior do que você está tomando. O Instituto de Medicina das Universidades Nacionais dos EUA - Food and Nutrition Board (FNB) at the Institute of Medicine of the National Academies - recomenda uma ingestão diária de 11 mg para homens adultos. Eu não acredito que a dosagem que você está tomando vai lhe causar problema, é próxima da dose recomendada. Se você acha que o suplemento está lhe fazendo bem, continue tomando e observe.

      Excluir
  77. Amigo moderador,

    Você tem acompanhado algumas pessoas que entraram em contato contigo? OU no fórum do propecia, alguma novidade? Como estão as pessoas que você acompanha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tem pessoas que mantem contato por email. A maioria está num processo parecido, melhoras graduais e lentas. Outros melhoram rapidamente nos primeiros meses após parar de tomar o remédio. E tem pessoas também que se consideram curadas dos danos da finasterida, recebo alguns emails assim. No propecia help não há nenhuma novidade com relação ao que foi postado aqui. Há os que tentam novas estratégias, suplementos diferentes, mas até hoje, a estratégia com melhor resultado nos depoimentos tem sido a abordagem natural (exercício, alimentação natural - alguns com redução ou corte de gluten e lactose, etc). Há casos bem legais, a pouco tempo recebi um email de um rapaz que se considera curado dos sintomas pós finasterida, e a esposa dele acabou de engravidar. Agora, no sentido de algum método novo, ou remédio novo, não tem novidades nessa área.

      Excluir
  78. Apenas para contribuir com o comentário acima. Suplemento vitamínico em doses preconizadas pelos ortomoleculares também me ajudaram. Tentei centrum homem e não notei diferença ou foi muito pequena. Agora quando suplementei em doses personalizadas, senti melhora. Até o cabelo cresceu novamente. Ficou mais cheio. Acompanhem uma nutri no instagram chamada dra Fernanda Padovani. Ela fala de tratamento da calvície naturalmente, com suplemento e até mesmo eliminando verminose como tênia. Acredito que seria interessante quem visita o blog, usar suplementos naturais que ajudam sim e podem resolver boa parte dos casos, pois com nossa alimentação estamos deficiente de minerais e vitaminas, o que contribue para calvície. NÃO USEM FINASTERIDA.

    ResponderExcluir
  79. Moderador veja isso:

    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8875519
    E a conclusão:
    Zinc supplementation of marginally zinc-deficient normal elderly men for six months resulted in an increase in serum testosterone from 8.3 +/- 6.3 to 16.0 +/- 4.4 nmol/L (p = 0.02). We conclude that zinc may play an important role in modulating serum testosterone levels in normal men.

    Então, qual a sua opinião?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é verdade que o zinco pode ter um papel importante na regulação do nível de testosterona. Por isso muitos homens no Propecia Help tiveram a ideia de suplementar o zinco em doses altas. Mas o resultado, nesses homens do Propecia Help que tentaram, não deu o resultado que eles esperavam. Não houve melhora grande nos sintomas sexuais, não houve alteração expressiva no nível de testosterona e alguns desses homens descreveram mal estar e outros sintomas durante a suplementação com zinco em altas doses. A minha opinião é que os homens no pós finasterida devem sim suplementar zinco, mas nas doses recomendadas e não em altas doses. Dessa forma, um suplemento vitaminico comum vai suprir a necessidade e ao longo do tempo, vai reverter uma possível deficiência de zinco sem causar efeitos colaterais.

      Excluir
  80. Boa noite,eu sou o rapaz que escreveu relatando sobre como era meu cabelo antes de iniciar o tratamento com a finasterida,que iniciei em 2001.Eu gostaria de saber quais são os níveis hormonais CORRETOS pra se avaliar se a pessoa está tendo problemas com a finasterida ou não,porque todos relatos que li ate agora no fórum com resultados de exames,as referencias destoam de um laboratório pra outro por isso estou te enviando meus exames pra que vc possa me dizer se sofro desta síndrome,apesar de ter mostrado no email anterior que minha vida sexual é satisfatória e creio que em níveis gerais esperada para um homem da minha faixa etária.Todos exames foram feitos no mesmo laboratório,inclusive seguindo as novas diretrizes padrão adotadas desde 2014 em relação aos níveis de referencia.ALFA ANDROSTENEDIOL GLUCORONÍDEO 2,14(3,40 A 22,00 NO HOMEM),T4 LIVRE 0,83(0,54 A 1,60 NO HOMEM),T3 94,3(87 A 178 NO HOMEM),LH 6,11(1,24 A 8,62 NO HOMEM),FSH 2,62(1,27 A 19,26 NO HOMEM),DHT 228(250 A 990 NO HOMEM),TESTOSTERONA LIVRE 6,18(2,62 A 16,7 NO HOMEM),TESTOSTERONA TOTAL 309(175 A 781 NO HOMEM),VITAMINA D 16,9(NORMAL 30 A 100,LIMÍTROFE 20 A 30,INSUFICIENTE 10 A 20,DEFICIENTE INFERIOR A 10).Quero salientar que estou tomando 0,25 mg da droga três vezes por semana e vou começar a ingerir somente 0,25 por duas vezes na semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paulo Roberto,

      Se você ainda toma finasterida, não adianta fazer o exame de Alfa Androstenadiol Glucoronídeo e de DHT. Quem toma finasterida tem o resultado desses hormônios baixo mesmo, porque a droga continua agindo inibindo a produção desses hormônios. Somente depois de parar completamente pode-se avaliar esses dois exames. Com relação aos outros hormônios sexuais, o resultado esperado em homens jovens é um resultado no terço superior da escala (limite superior menos o inferior, divide a diferença por 3. No caso da sua escala, os limites dos terços seriam 377, 578, 781). Pelo que você diz, que começou a tomar em 2001, vou estimar sua idade como próxima dos 40 anos. Nesse caso, um resultado no terço médio da escala é normal (entre 377 e 578). O resultado dos seu exames estão próximos do terço médio ( entre 309 e 377 está dentro do que pode ser uma variação normal entre um dia e outro), então não há o que se preocupar nesse ponto. A vitamina D realmente está baixa, mas você continua tomando a finasterida... Esse resultado também costuma melhorar após parar o remédio. A avaliação para saber se está tendo problemas com a finasterida não é somente hormonal. Você precisa avaliar com calma se está tendo algum dos sintomas sexuais, mentais ou físicos. Com relação aos mentais, chamo a atenção para depressão e ansiedade (inclusive crises de pânico). Com relação aos físicos principalmente insônia ou perda de qualidade do sono (não atinge sono profundo). Os sexuais são bem conhecidos.
      Com relação aos níveis hormonais, vou publicar em breve uma tabela e um guia para facilitar a avaliação por cada um.

      Excluir
  81. complementando meu email relatando minha experiencia com a droga,é necessário dizer que também em relação ao meu esperma,eu percebi que ele já não tem a mesma força de antes ao ser expelido,chegando á ficar uma pequena quantidade no pênis quando me masturbo,não sei dizer se ele está aguado,pois nunca me atentei a isto,mas creio que esteja normal,eu faço aquele exercício chamado Kegel(aquele em que se simula a interrupção do ato de urinar),tres vezes por semana durante 50 minutos e faço há mais de tres anos,e não notei perda da sensibilidade,tampouco a chamada sensação de desconexão entre o penis e o cérebro.Desde já agradeço a atenção e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  82. Olá moderador,

    Na listagem dos exames a serem realizados na aba "Como tratar", gostaria de saber quais destes exames cujo resultados dão fora do normal poderiam determinar se voce esta com SPF ou não. No meu exame apenas o 3 Alpha Androstenediol Glucoronideo deu perto do limite inferior. O resto deu tudo dentro da faixa normal. Posso concluir que o exame de 3 Alpha Androstenediol Glucoronideo é um bom indicador da presença ou não da SPF?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, você pode tirar essa conclusão se já tem pelo menos um ano que você parou de usar a finasterida. Existe um prazo de recuperação, que é o tempo que o organismo precisa para ajustar os hormônios novamente. Se após um ano de ter parado, seu exame de 3 adiol glucoronideo continua muito próximo do limite inferior, e você tem os sintomas sexuais, é um indicativo de SPF.

      Excluir
  83. Continuando o meu relato,antes agradecendo pelos comentários,digo que não sinto depressão nem ansiedade,meu sono é bom,durmo de seis a oito horas diárias,tenho sonhos durante o sono,algumas veze(raras) tenho sonhos eróticos,mas sempre fui assim em relação a esse tipo de sonho desde minha adolescencia uma ou outra vez tive problemas com insonia,mas creio muito que devido a um particular hábito alimentar meu,que é ingerir doces e está comprovado que o açúcar atrapalha um bom sono,é de família creio eu já que a maior parte dos meus irmão adora doces,eu fiz dois ciclos de tratamento com roacutan,um foi em 2006,período que eu tive depressão,mas é um dos potenciais efeitos dessa droga pra pele,durou cerca de um ano,mas eu mesmo saí dessa fase com meu esforço próprio,tive os outros colaterais também(unhas quebradiças,pele escurecida do rosto,colesterol um pouco elevado mas não impedia que interrompesse o tratamento segundo o médico),o segundo ciclo foi agora em 2012 e só senti os lábios ressecados,meus exames de fígado e colesterol todos normais,inclusive colesterol ótimo durante o tratamento,não tenho ansiedade,todo dia acordo e percebo que meu penis está até que rígido,não sei se é a tal ereção matinal que falam,mas depois de falarem sobre isso é que notei que praticamente todo dia acordo assim e estou tomando apenas 0,25 mg segunda e quinta feira,pretendo parar com esta droga e somente usar o minoxidil pra manter os cabelos que não caíram.Gostaria de saber sua opinião a respeito e assim que minha medicação chegar,vou parar com a fina de vez e fazer os exames de hormonios após alguns meses da descontinuação do tratamento com a fina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você já usa o minoxidil e não está tendo nenhum problema, não há problema em continuar. Eu só desaconselho o minoxidil em homens que estão sentindo sintomas claros de Síndrome pós finasterida. Nesses casos, é melhor parar, somente pelo fato de ser um remédio de uso contínuo. A longo prazo, qualquer remédio de uso contínuo pode favorecer um reaparecimento dos sintomas em quem desenvolveu a SPF. No mês seguinte a parar a finasterida, evite cafeína e se possível tenha uma rotina de exercício aeróbico moderado, para favorecer uma transição tranquila. Mas você já está tomando uma dose baixa e em dias alternados, acho que a descontinuação vai ser fácil para você.

      Excluir
  84. Você quase acertou por muito pouco minha idade,eu tenho 37 anos e completo 38 agora em Julho

    ResponderExcluir
  85. Amigo,

    O que você acha de exercitar o sexo tântrico via masturbação. Fazer aquele esquema de ao chegar no orgasmo, interrompê-lo. Isso ajudaria na rigidez do pênis e na ereção matinal, talvez? O pior é que este exercício deixa o testículo um pouco dolorido por acúmulo de esperma.... o que você acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você conseguir manter o controle, sim, não há problema nisso. Só não sei se ajudaria na ereção matinal.

      Excluir
  86. Olá, amigo moderador. Sobre aquele seu amigo que tomou finasterida há cerca de 8 anos atrás e que hoje tem uma vida sexual normal, com uma dieta restritiva. Vc já falou sobre ele aqui no blog, respondendo perguntas. Vc saberia nos informar por mais ou menos quanto tempo os sintomas sexuais persistiram para ele? Se ele levou mais de um ano para se recuperar? E, por fim, vc sabe dizer se no decorrer da recuperação dele ele fez uso do TRIBULUS? Abraço moderador. E obrigado por tudo o que tem feito por nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel,
      Sobre suas dúvidas:
      1) Tenho que confirmar com ele quantos anos foram, mas com certeza foi mais de um ano. Pelo que ele sempre falou a ereção melhorou rápido mas a libido e a falta de sensibilidade no pênis levaram anos para melhorar.
      2) Ele não fez uso de Tribulus.
      Por nada, obrigado a você por visitar o blog e pelas contribuições na página "troca de experiências".
      Abraço

      Excluir
  87. Lendo alguns relatos do seu blog não consigo deixar de pensar que essa situação que vcs passam em relação a finasterida nós mulheres passamos em relação ao anticoncepcional : tem gente que não pode tomar e ponto final. Mas os médicos insistem, e há garotas de 20 anos com trombose pq simplesmente não foram orientadas sobre esse "possível pequeno efeito colateral". Só agora, depois de zilhões de anos da pílula as mulheres estão descobrindo que há exames importantíssimos a serem solicitados antes de se poder fazer uso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima analogia, realmente é isso que acontece mesmo.

      Excluir
  88. E pq estou aqui? Pq minha dermatologista me passou finasterida pra alopecia androgenetica. Obviamente, por ser mulher, não passo por nada do que vcs relatam, apenas mantenho meus cabelos seguros na cabeça e não posso engravidar em hipótese alguma. Achei a discussão interessante e levarei na próxima consulta. Mas a verdade, amigos, é que somos e sempre seremos cobaias das indústrias farmacêuticas com a conivência de boa parte da classe médica. Leiam sempre a bula e, na dúvida, não tomem. Boa sorte a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com relação ao seu tratamento, sua médica lhe explicou que não existem estudos que comprovem a eficácia da finasterida em mulheres? Acho importante toda mulher que toma finasterida saber disso. O tratamento em mulheres também nunca foi aprovado pelo FDA: Trata-se de um uso "off-label", ou fora do que a bula recomenda. E com intuito de lhe informar: Mulheres também correm o risco de desenvolver sintomas persistentes da finasterida, que não cessam facilmente com o fim do tratamento. Os principais são: Depressão, falta de libido e distúrbios de ansiedade.

      Excluir
  89. Moderador, saberias informar sobre a utilização de tribulus terrestris como forma de aumentar a testosterona baixa (normal mas bem abaixo do 1/3) sendo uma forma segura? ouvi dizer que se usar tribulus o a hipofise pode parar de produzir naturalmente o LH.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O uso do Tribullus não é livre de riscos. Existe o risco de causar o efeito inverso e diminuir a produção de LH. Consulte um médico, ele saberá lhe dizer se o Tribullus é indicado no seu caso ou não, com base nos seus resultados hormonais.

      Excluir
    2. jean angelispj@hotmail.com28 de julho de 2015 06:07

      Por favor, alguém que estiver se tratando com DHEA e conseguiu alguma melhora, me diga quantos miligramas devo tomar por dia.

      Excluir
    3. Jean, não use isso não. A desidroepiandrosterona (DHEA), até onde eu sei, é convertida em estrógenos pelo nosso corpo. E, dos inúmeros modelos que tentam explicar o que aconteceu com nosso corpo, não conheço nenhum segundo o qual o aumento do nível de estrógenos possa nos ser benéfico.
      Sou só um colega paciente e admito que não tenho nenhuma competência médica especial. Mas da minha leitura ávida de depoimentos no PropeciaHelp, me parece que a lógica deveria ser a oposta. O ideal é controlar os estrógenos. Existem suplementos que contribuem para isso, como o DIM e o I3C.

      Excluir
  90. Já estou apresentando ereção matinal... mas logo em seguida ele já volta ao normal...
    Isso é um sinal de melhoria?
    Obrigado meu amigo.

    ResponderExcluir
  91. Olá, Moderador.

    Sou mulher e sofro de queda intensa há 8 anos. Uso DIU Mirena, que interrompe a menstruação. Meu ginecologista mandou que eu manipulasse finasterida (1mg), espironolactona (25mg) e acetato ciproterona (10mg). Já peguei o remédio, mas, sei lá o porquê, quis buscar na Internet sobre o que era finasterida. Fiquei assustadíssima com o que li.....!!!!! Pergunto: este show de horrores também se aplica para quando o usuário é mulher? Puxa... mudar a bioquímica do corpo.... Obrigada, e já estou no aguardo da resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI,
      Desculpe a demora em responder. Sim, as mulheres também estão sujeitas a desenvolver efeitos colaterais persistentes com o uso da finasterida. Principalmente depressão. Mas já recebi relatos de mulheres que desenvolveram secura vaginal, diminuição da libido, e um caso extremo onde houve atrofia do clitóris (esta paciente usou uma dose bem alta de finasterida). O uso da finasterida em mulheres não é previsto na bula e não é aprovado por nenhuma agência de saúde. É considerado um uso Off label (fora da bula) e portanto, experimental.

      Excluir
  92. Por que esta página do blog esta tão parada? Por que não está tendo mais postagens?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jean,
      Que tipo de postagens você gostaria que fossem feitas? Com relação a novos tratamentos para a síndrome pós finasterida, ainda não há nenhuma novidade. A maioria das notícias que surgem geralmente envolvem a descrição do problema, o relato de pacientes sobra a finasterida. Fico em dúvida se a repetição do mesmo tipo de postagem irá trazer algum benefício. Com relação às pesquisas em curso pela PFS Foundation, eles não divulgam enquanto o estudo ainda estiver em andamento.
      Se o que vc se refere é em relação à publicação de comentários aqui, eles continuam sendo publicados, alguns dias depois que a pessoa faz o comentário no blog.

      Excluir
    2. Moderador, gostaria de saber sua opinião sobre o uso do DHEA no tratamento contra a SPF.

      Excluir
    3. Jean,
      A menos que o resultado do seu exame indique a necessidade de suplementar Dhea, esse suplemento não acrescenta nada a quem tem SPF.

      Excluir
  93. Desde Dez-07 sofro de prostatite crônica não bacteriana e Hiperplasia Prostática Benígna. O primeiro urologista que me atendeu receitou finasterida que tomei, com certeza, por mais de 6 meses. Reclamei com ele dos efeitos colaterais: ejaculação quase nula e com sensação retrógrada, com prazer praticamente zero, diminuição da sensibilidade no pênis, desinteresse sexual, enfim, uma desgraça. Parei de tomar. Isso foi em 2008. Hoje tenho ereção, mas a sensibilidade no pênis continua reduzida, a quantidade ejaculada diminui a cada dia, além de ser totalmente sem graça. Tenho dor ao ejacular e depois a uretra arde parece que inflama permanece por alguns dias. Meu desinteresse sexual é notório. Acabei de fazer 60 anos. Não sei se isso tudo é consequência da idade, da prostatite crônica ou reflexo então da ingestão da finasterida. Fiz também a Embolização da Próstata em Out-12. Não sei o que fazer, literalmente estou sem rumo. O que fazer, procurar que tipo de ajuda?

    ResponderExcluir
  94. estou sentindo muita dor de cabeca apos para com o finasterida usei durante 8 anos e parei a 4 meses o que fazer e por causa da testosterona baixa sera q posso fazer reposicao hormonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. moderador vc poderia me ajuda nesse caso o que ta ocorrendo comigo e essa do de cabeca q nao passa ja fiz resssonacia tomografia nao da nada sera q pq a testosterona esta muito baixa alguem me ajude ai se tive algum relator

      Excluir
  95. Atenção pessoas do Rio de Janeiro e proximidades:

    Procurem o instituto roberto costa de Petrópolis:
    http://www.ircn.org.br/Default.aspx
    Este instituto trabalha com homeopatia e nosódios. Procurem o Dr. Carlos Lyrio, com certeza ele vai ter alguma abordagem para a cura da síndrome ou alívio dos sintomas.

    ResponderExcluir
  96. Bom dia a todos.

    Fiz uso da finasterida por aproximadamente um ano e meio e o único problema que tive de natureza sexual era certa dificuldade em manter as ereções, mas estas ocorriam sem problemas. Resolvi parar e, um mês depois, começaram a aparecer os sintomas da síndrome: perda de sensibilidade no pênis, maior dificuldade em ter e manter ereções, perda de ereções noturnas e matinais. Li as dicas de tratamento aqui do site, coloquei-as em prática e já estava começando a sentir melhoras (todas as ereções estavam voltando) a mais ou menos dois meses sem a finasterida. Ressalto aqui a importância dos exercícios físicos na recuperação e, no meu caso, fazia também diariamente exercícios Kegel. Resolvi, contudo, procurar um tratamento alternativo para calvície junto à um dermatologista e este me indicou o Avicis (alfaestradiol).

    Moderador, você tem conhecimento se esse medicamento pode fazer ressurgir os sintomas da síndrome ? Pergunto isso pois estou usando-o há uns três dias e sinto que minhas ereções enfraqueceram. Poderia ser este medicamento ou apenas um estágio temporário da síndrome ? No total, faz três meses que deixei de tomar finasterida.

    Desde já obrigado e parabéns pelas informações aqui disponibilizadas. Seu trabalho em ajudar os outros é extraordinário e não tem comparação !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, pode ser o medicamento. Não acho uma boa ideia continuar usando remédios anti calvície quando está se recuperando da síndrome pós finasterida.

      Excluir
  97. Moderador gostaria de saber se a utilização de produtos para combater a oleosidade facial poderá, de alguma forma, ser prejudicial para as pessoas que possuem a sindrome? Será que com a utilização de pomadas para acne, como por exemplo o ácido azelaico, poderá haver absoração sistemica e a piora de alguns sintomas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acido azelaico não deve ser usado por quem tomou finasterida. Essa substância também é um forte inibidor de 5 alpha reductase. Outro que não deve ser usado de forma alguma para quem tomou a finasterida é o Roacutan. Pomadas, sabonetes e loções para a pele que não tenham essas substâncias não tem problema.

      Excluir
  98. Moderador , Lavar o cabelo apenas com sabao de coco faz mal no caso de SPF?

    ResponderExcluir
  99. Boa noite..tomei finasterida por apenas 7 dias e parei pois sentia que não estava tendo mais ereções matinais. Na primeira semana após parar tive uma queda de libido e dificuldade de obter uma erecao...mas agora três semanas depois parece q o caso está pior...posso estar sofrendo de síndrome mesmo tomando por tão pouco tempo? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você usou durante muito pouco tempo. Espere um tempo maior que vai voltar tudo ao normal. Não é do dia pra noite. Não fique ansioso ou preocupado, você vai recuperar as ereções matinais. Tente relaxar, faça exercícios aeróbicos e esqueça esse assunto por um tempo.

      Excluir
  100. Bom dia. Utilizei finasterida por uma semana e resolvi interromper o uso pois estava sentindo falata das ereçoes matinais. Apos durante as duas semanas seguintes tive muito baixo libido e dificuldade em obter uma ereção. Tentei entao me masturbar e percebi a saida de pouco esperma. a partir dai perdi um pouco da sensibilidade no penis e nao consigo obter uma ereção de jeito nenhum. Hj completam quase 20 dias q parei de tomar. POde ela fazer efeito em tao pouco tempo de uso (7 comprimidos)? O que devo fazer? Estou muito preocupado. Ficaria muito agradecido por qualquer explicação. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você usou durante muito pouco tempo. Espere um tempo maior que vai voltar tudo ao normal. Não é do dia pra noite. Não fique ansioso ou preocupado, você vai recuperar as ereções matinais. Tente relaxar, faça exercícios aeróbicos e esqueça esse assunto por um tempo.

      Excluir
  101. moderador gostaria de saber se ja teve algum relator de alguma pessoa q usou finasterida ter dores de cabeca pq no meu caso usei durante 8 anos e parei a 5 meses nao sentir poblema sexual mais estou com uma dor de cabeca q ja vai fazer 3 meses direto ja fiz varios exames de cabeca e nao deu nada . fiz tambem de hormonios a minha testosterona deu 170 queria uma opiniao sua sera a testoterona baixa ta causando essa do de cabeca q nao passa por nada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Essa dor de cabeça do pós finasterida, pode ter duas causas: 1. Alergia alimentar ou 2. Baixo nível de cortisol. No primeiro caso, você precisa eliminar gluten e alimentos insdustrializados por um tempo. Uma alimentação estritamante natural. A dor de cabeça passa nos primeiros dias. No segundo caso você precisa fazer exercício aeróbico (basta meia hora) com regularidade e diminuir a quatidade de frutose e gordura na alimentação (baixam o cortisol).
      Não é a testosterona baixa que está causando a dor de cabeça. Mas a testosterona baixa pode estar deixando o seu sistema imune hiper ativo, causando alergias.

      Excluir
  102. Boa noite moderador.
    Tomei finasterida por dois anos e meio. Já li praticamente tudo desse blog.
    Parei pq comecei a sentir efeitos colaterais. Já fazem quase 5 meses que parei e depois que piorei mais. Nos exames que fiz está tudo ok e o urologista falou que volta ao normal.Tenho problema na libido e ereção e falta de sensibilidade. Parece que as vezes melhora, as vezes piora. Será que volta tudo a ficar normal mesmo? Existem muitos caros mesmo que a pessoa fica curada desses efeitos? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. Sim existem muitos casos de recuperação. Mas pode ser um processo lento e gradual em muitos casos. Muitas vezes alguns anos. Em outros casos num período de 6 meses a um ano recupera. Você tem apenas 5 meses. É recente e a tendência é recuperar com o tempo. Leia a página como tratar, pois pode lhe ajudar.

      Excluir
  103. moderador queria saber ser no meu caso que nao tive poblema na parte sexual a reposicao hormonal seria uma boa opçao ou nao funcionar. como relatei nos comentarios acima o meu poblema e essa do de cabeça q ta com 3 meses direto tomar remedio mais nao passa sao dores de cabeça muito forte e dores nos peito e queimaçao nas pernas . como falei a testosterona esta abaixo do minimo ela volta normal ou nao tem q fazer algum tratamento p volta ao normal serar q o cromid funcionaria na minha situacao . eu estou com uma alimentaçao completamente natural fiz exames de hormonio o cortisou esta normal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, antes de tentar reposição hormonal, eu tentaria o clomid. A reposição é um compromisso pra a vida. Depois que começa seu corpo fica dependente. O clomid pode levantar bastante seu nível. Outra coisa que você deve investigar é a prolactina. Se estiver muito alta pode inibir a produção de testosterona.

      Excluir
  104. obrigado amigo a prolactina de normal o que baixou muito foi a testosterona deu 170 o valor de referença e de 300 a 1000 nao tive poblema na parte sexual estranho pq se a testosterona esta baixa era p sentir alguma coisa na parte sexual graças a deus q nao atingiu mais sintor do de cabeça a 3 meses direto cansaço fraqueza dor nos peito e terrivel o que essa finasterida faz acaba com a pessoa

    ResponderExcluir