terça-feira, 9 de agosto de 2011

Explicação de como o Finasterida afeta seu organismo (a importância do DHT, os neuroesteróides inibidos pelo Finasterida e as consequências das mudanças induzidas pelo remédio).


Clique em "Continuar lendo" para ler a tradução do vídeo.


A calvície atinge aproximadamente 60% da população masculina e pode realmente afetar a auto-estima de alguém. Muitas tentativas de tratamento foram feitas, mas nunca na forma de um comprimido, até a chegada do Propecia (Finasterida). Mas antes de você escolher a Finasterida, existem alguns fatos importantes que você precisa saber e que o fabricante não revelou aos consumidores. Fatos que contribuíram para que muitos homens estejam experimentando efeitos colaterais permanentes (que não passam mesmo após parar o medicamento). Mas o que é exatamente que conecta informações não reveladas sobre a Finasterida com esses efeitos colaterais?
Fato 1: DHT não é um hormônio insignificante.
O remédio Finasterida atua inibindo a enzima conhecida como 5 alpha reductase tipo II, que é responsável por converter testosterona em DHT (dihidrotestosterona). Apesar da dihidrotestosterona ser três vezes mais potente que a testosterona como hormônio sexual, o fabricante da Finasterida diz que este não é um hormônio significante e sua fabricação pode ser inibida sem consequências sérias ou complicações. Na verdade, somos informados pelo fabricante que o DHT é a causa da calvície. O que não nos é informado é que o DHT é fundamental para:
- uma libido saudável masculina,
- para manter o nível de estrógeno controlado (o homem também tem estrógeno em menor quantidade)
- fertilidade masculina
- manter o tamanho e função da próstata
- manutenção do tamanho e estrutura dos genitais
- regulagem de óxido nítrico (peça chave nas ereções)
Sem DHT, essas funções estão em risco.
Fato 2: A Finasterida afeta outros hormônios.
A ação da Finasterida altera níveis de outros hormônios vitais como:
testosterona (+15%)
LH - hormônio luteinizante (-16%)
FSH - hormônio folículo estimulante (- 24%)
Estrógeno (+ 15%)
Em um estudo clínico, o remédio Finasterida mostrou aumentar num primeiro momento o nível de testosterona em 15% e reduzir o nível de LH em 16% e de FSH em 24%. A conclusão do estudo foi que: "O uso contínuo da Finasterida altera significativamente o nível sanguíneo de testosterona, dihidrotestosterona, LH e FSH. Adicionalmente, outro estudo mostrou que o nível de estrógeno também aumenta em quem toma Finasterida. Isso pode ocasionar ginecomastia (crescimento das mamas), e tem o potencial de causar câncer de mama em homens. Qualquer aumento siginificativo em hormônios sexuais masculinos pode afetar o eixo hipotálamo - pituitária - testículos e causar a diminuição da produção natural de hormônios. (Nota do moderador - Esse efeito de diminuição da produção natural de hormônios é o que se vê comumente em halterofilistas que usam testosterona injetável. É irreversível. O fabricante do Propecia nega veementemente que o medicamento pode ter esse efeito, mas milhares de homens jovens de 20 a 30 anos que eram saudáveis já foram diagnosticados, em vários países, com níveis extremamente baixos de testosterona após usar Finasterida).
Fato 3: Finasterida atrofia (encolhe) a próstata.
A eliminação de 70% do DHT (dihidrotestosterona) do corpo pelo uso de Finasterida é uma forma de privação de um hormônio sexual. Isso causa, entre outras coisas, o encolhimento da próstata, por apoptose de células, ou morte celular. Isso pode levar de diminuição do nível de sêmen (o mais comum) até casos mais sérios como impotência ou ainda mais sérios como diminuição do tamanho do pênis e fibrose do tecido peniano. [ Nota do moderador - a próstata é responsável entre outros fatores por conservar a saúde do pênis. Homens que tem câncer de próstata e precisam fazer a retirada total do órgão, apresentam diminuição do tamanho do pênis, disfunção erétil e em alguns casos fibrose do tecido peniano. Coincidentemente (?), alguns homens de 20 a 30 anos que eram perfeitamente saudáveis, começaram a apresentar os mesmos problemas após usar Finasterida 1mg contra calvície. E porque isso não ocorre com todo mundo que toma Finasterida? Porque cada pessoa reage de um jeito às alterações hormonais causadas pela Finasterida e é impossível prever se no seu caso, por exemplo, você terá uma inibição de 60% ou 80% do total de Dht. Ou quanto desse Dht vai ser inibido dentro da próstata. Roleta russa.] De acordo com um estudo: "Nós concluimos que o remédio Finasterida causa encolhimento da próstata através de uma combinação de atrofia e morte celular."
Fato 4: A Finasterida afeta diretamente a saúde mental.
O efeito direto da Finasterida de inibir a enzima 5 alpha reductase tipo II não impede apenas a conversão de testosterona em DHT. Mas também impedem a produção de outras substâncias conhecidas como Neuroesteróides. Entre os Neuroesteróides que a Finasterida diretamente afeta estão o Allopregnanolona e o Tetrahydrodeoxycorticosterone (em inglês). Porque eles são tão importantes? Estudos recentes sugerem que "esses derivados esteróides possuem efeitos anticonvulsivos, antidepressivos e ansiolíticos." Outro estudo revelou que "a administração de Finasterida em humanos foi relatada como sendo associada a alguns transtornos de comportamento e mentais associados a baixos níveis de Allopregnanolona no cérebro." Esses neuroesteróides tem importantes funções no cérebro como receptores moduladores de GABA-A no cérebro e produzem um potente efeito sedativo, anticonvulsivo e antidepressivo que, no uso do Finasterida, provavelmente é afetado. [Nota do moderador - mais uma vez, as consequências dos efeitos colaterais mentais da Finasterida variam imensamente de indivíduo a indivíduo. Uma pessoa que tem casos de depressão na família, é provavelmente muito mais sensível a uma redução desses neuroesteróides e pode desenvolver depressão causada pelo uso da Finasterida].
Traduzido até o ponto 5:00 do video.
Os links dos estudos citados estão no final do vídeo e serão publicados no blog. 


28 comentários:

  1. ESTA DROGA FINASTERIDA/FINASTERIDE É UM DESTRUIDOR DE VIDAS E DEVERIA HÁ MUITO TER SIDO PROIBIDA A VENDA DESTE VENENO.

    ResponderExcluir
  2. Moderador, por favor, esclareça:
    Tenho 25 anos e usei finasterida 1mg no transcorrer de dois meses (43 comprimidos). Nesse período, sofri com todos os sintomas mencionados, tais como: diminuição da libido, disfunção erétil, "diminuição do pênis", ausência de ereções involuntárias, etc. Assim, alarmado com os sintomas, cessei o uso. Desde então (1 mês e 15 dias após), os efeitos minoraram, mas ainda estão presentes, o que para mim é bem preocupante. Também nesse período, fiz uso da medicamento natural "Tribullus Terrestre" por uma semana, e, nesse lapso, o funcionamento do meu órgão vou ao normal. Entretanto, cessei também este, a fim de acompanhar a (eventual) recuperação natural do meu organismo. Pergunto: A partir do exposto, levando-se em consideração o tempo de uso, a quantidade e os efeitos do medicamento "tribullus terrestre" - conforme mencionados -, é possível presumir algo sobre a minha recuperação? O que devo fazer, além de procurar um médico?! Afinal, como bem disseram muitos outros prejudicados, a comunidade médica costuma afirma que todos efeitos colaterais são oriundos de variações psicológicas... enfim, posso contar com sua ajuda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, claro que pode contar com minha ajuda. Olha, o processo de recuperação pode ser lento e ter altos e baixos. Você deve fazer os exames de sangue, procurar um médico que acredite em você, buscar alternativas naturais como exercício físico, melhor alimentação, etc. Existem homens que usam o tribullus em ciclos de 20 dias. Outros relatam que o tribullus perde o efeito neles depois de um tempo. Isso varia de pessoa a pessoa. O que mais me chama atenção no seu relato é que você parou a finasterida há apenas 1 mês e 15 dias, o que é muito pouco tempo. Seu corpo pode melhorar gradativamente a partir de agora, ninguém tem a resposta, pois varia muito de pessoa a pessoa. Com certeza o Tribullus foi um bom começo.
      Abraço

      Excluir
  3. Faço uso do finasterida já algum tempo ( 3 anos ), recentemente começei a desenvolver ginecomastia, detalhe, tenho 30 anos, e só desenvolvi a ginecomastia agora, e nunca tive na puberdade como normalmente ocorre. Hoje suspendi o uso, e gostaria de saber se a ginecomastia pode recuar com o tempo??? Valeu galera

    ResponderExcluir
  4. NAO, INFELIZMENTE A GINECOMASTIA SO TEM SOLUÇAO ATRAVES DA CIRURGIA,PRIMEIRO VC DEVE IR A UM MASTOLOGISTA E ELE VAI PASSAR EXAMES, MAMOGRAFIA E UM PARECER CARDIOLOGICO P VER COMO ESTA A SUA SAUDE, E DEPOIS DE O EXAME ESTA NORMAL E' SOLICITADO A CIRURGIA. ESPERO TER AJUDADO !!!!!

    ResponderExcluir
  5. Amigo tenho cabelo loiro grande abaixo do ombro de um tempo para cá percebi que o lado direito do meu couro cabeludo estar mais ralo com falhas ai decidir tomar pill food por conta própria sera que resolve meu caso.Penso em tomar Finasterida pois tenho medo dos efeitos colaterais.não sei se e mito ou verdade esses efeitos ja vi tanta coisa na internet que da medo..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiano,
      Pra que alguém iria inventar essas coisas? Mas é fácil constatar que não é invenção. O padrão dos sintomas é extremamente semelhante em todos os relatos. E existem dezenas de sites no exterior com esses relatos, seguem alguns links:
      http://www.askapatient.com/viewrating.asp?drug=20788&name=PROPECIA
      http://www.propeciahelp.com/forum/viewforum.php?f=3&sid=59d8bc8544bd0da487a56a0ac1caaad0
      http://www.topix.com/forum/drug/proscar/T006E5CDOMN1JGJKP
      infelizmente é um problema muito real e qualquer homem que postou comentários aqui no blog faria qualquer coisa para estar na sua posição e nunca ter tomado a finasterida. Num primeiro momento, a queda de cabelo parece um problema bem grande (e é chato mesmo). Mas não é nada se comparado aos problemas de saúde que esse remédio vem causando. É muito melhor se desapegar de cabelo, do que sofrer depois. Pense a respeito.

      Excluir
  6. Obrigado. Mais uma pergunta eu estou tomando pill food para melhorar esse lado direito da cabela que estar com falhas e meio ralo você sabe ce o pill food ajuda a melhorar? ou e melhor tomar Imecap Hair? ou nenhum dos dois funciona? Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra saber isso você precisa ir num médico. Depende da causa da queda de cabelo. Se for um problema localizado, sem relação com causa genética, pode melhorar. Não tem como te dizer se vai funcionar, só o médico te examinando.

      Excluir
  7. ola boa noite eu tomo finasterida a quase dois anos qual é a chance de eu engravidar minha namorada pois estou tomando ainda e se é melhor eu parar ou eu tomando posso engravidar ela normalmente ? obrigado desde ja

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A chance de engravidá-la é igual a se você não estivesse tomando o remédio. Finasterida não é método anticoncepcional. Alguns médicos indicam parar o remédio antes de tentar uma gravidez. Converse com seu médico.

      Excluir
  8. Tomo a dois anos e até o momento não apresentei sintoma algum.

    ResponderExcluir
  9. e porque tem homem que não usa isso e são barrigudos tem os braços fino,pernas finas não acredito muito nessa istória não pois usei por mais de dez anos e senti que emagreci perdi gordura abdominal e fiquei bem mais atlético,e também sempre fui louco por sexo e meus testiculos cresceram muito durante esses anos de uso o porque não sei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESTOU TOMANDO FINASTERIDA HA UMA SEMANA E NOTEI GRANDE AUMENTO DA LIBIDO , CRESCIMENTO NO PENIS E ORGASMOS MAIS PRAZEROSOS , TAMBEM ESTOU ME SENTINDO MENOS ANCIOSO, ISTO QUE EU JA TRATEI PROBLEMAS DE ANCIEDADE COM ANSIOLITCOS, PARA MIM A FINASTERIDA ESTA DANDO EFEITO CONTRARIO EM RELAÇAO A QUESTAO SEXUAL!

      Excluir
  10. Tomo o Finaterida 1mg ao dia desde 1997, quando completei 18 anos. Hoje, passados mais de 15 anos sem ter interrompido o tratamento, posso relatar a você minha experiência com o medicamento. Libido: como iniciei o tratamento jovem não sei dizer se diminuiu, não sinto nenhum problema. Diminuição de semem: sim, espermogramas indicam quantidade de semem inferior a normalidade. Próstata: o último ultrassom que fiz (2011) indicava tamanho dentro da normalidade. Pênis: não notei nenhuma alteração, nem no tamanho nem na ereção ou disfunção, qq coisa do gênero. Hormônios, DHT reduzido e estrógeno um pouco acima, mas dentro do limite aceitável. Os demais hormônios ok

    ResponderExcluir
  11. Uso a finasterida 1mg há 5 anos juntamente com o minoxidil 5%. Afirmo que meu cabelo parou de cair e aumentou de volume, ou seja, o tratamento é eficaz. Não senti problema quanto ao desejo sexual e a ereções são fortes. Eu não tinha problemas antes do tratamento e continuo não tendo após esses 5 anos de uso ininterrupto. Essa é a minha experiência, é só o que posso dizer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que a finasterida não lhe causou problemas. Comentários como o seu também são bem vindos no blog. Obrigado por deixar o seu depoimento.

      Excluir
  12. Comecei a usar finasterida após os 40 e o tratamento já dura uns 8~9 meses.Não senti nenhum dos efeitos citados.Talvez seja cedo pra dizer mas pelo menos a queda parou e alguns fios até deram as caras novamente!

    ResponderExcluir
  13. Uso Finasterida 1 mg desde os meus 18 anos (hoje tenho 23).
    5 anos de uso, todos os dias, e nunca notei nenhum dos sintomas apontados.
    Nunca tive problema com ereções, nada que se relacionasse com a vida sexual.
    Porém, antes mesmo de tomar a Finasterida, tive problemas com ginecomastia em minha adolescência (14-15 anos). Fiz a cirurgia com 19 anos, porém em um dos lados se desenvolveu novamente, não sei se está relacionado à Finasterida diretamente, mas acho que vale lembrar.

    ResponderExcluir
  14. Tenho 34 anos. Há mais de três anos, após perceber uma significativa diminuição da quantidade de fios de cabelo da cabeça e da espessura desses fios, passei a usar finasterida 1mg, ininterruptamente, diariamente, e nunca percebi mudança no libido, na qualidade da ereção, na quantidade de sémem ou no tamanho do(s) pênis/testículos. Quanto ao cabelo, o resultado foi muito bom; os fios engrossaram um pouco, a queda diminui consideravelmente e acredito que a quantidade de fios aumentou.

    ResponderExcluir
  15. Tenho 32 anos uso a 8 anos parou de cair e nunca tive nada dos problemas mencionados até estranho e fico com medo disso tudo mais comigo nunca tive qualquer problema..

    ResponderExcluir
  16. Bom, eu uso o fina desde 2010 (4 anos) e nunca senti um dos sintomas. Eu faço um exame semestral de testosterona total e sempre deu acima dos 600ng/dl, porem, nesse semestre ele deu 450 ng/dl, entao fiquei um pouco preocupado. Alguem poderia me dizer se pode ser por causa da fina. Imagino que se fosse por causa da fina o nivel ja teria abaixado desde o começo.

    ResponderExcluir
  17. Tenho 32 anos, faço uso há 6 anos. Nunca tive problemas com ereção, todavia, em alguns momentos tive a impressão que a libido havia diminuido um pouco, mas, sinceramente, não sei dizer se foi pelo fato de namorar há vários anos e naturalmente as coisas darem uma esfriada ou se, de fato, é efeito colateral do remédio.
    Um efeito colateral q ficou evidente pra mim foi a diminuição da quantidade de esperma q sai na hora de gozar, bem como a pressão... q antigamente ia bem mais longe.

    ResponderExcluir
  18. Olá me chamo Helena tenho calvice androgênica, já pesquisei varios artigos que falam sobre o finasterida e todos os comentários sao sobre os efeitos colaterais que ocorrem nos homens, e pouco se fala sobre os que ocorrem nas mulheres a nao ser os mesmos de sempre, que a mulher nao deveria tomar por causa da gravides,por fvr será que vc pode dizer algo em relaçao as mulheres

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helena. Também já procurei saber o efeito da finasterida nas mulheres, porque preciso tomar e não encontrei nada. Você sabe dos efeitos colaterais em nós mulheres? Conseguiu mais informações?

      Excluir
  19. Usei finasterida 1mg por 3 anos, no terceiro comecei a sentir alguns dos sintomas como perda de sensibilidade na glande, diminuiçao da rigidez da ereção e tempo de permanência, não acordava mais com ereçao matinal, antes de usar eu conseguia ter relações sexuais várias vezes e de repente eu conseguia uma e a segunda o pênis já não ficava tão rígido. Percebi também que qualquer noite mal dormida ou estress a qualidade da ereçao diminuía muito.
    Hj estou há dois anos sem usar e as ereções matinais e noturnas voltaram, a quantidade e qualidade de ereções também, mas sinto altos e baixos, tem semana que estou bem mais disposto sexualmente e de repente na outra semana já baixa de novo. Qualquer stress e noite mal dormida diminui muito a líbido e a rigidez da ereçao.
    Espero que volte 100% ao normal. Fiz todos os exames e todos estão dentro da normalidade ( testosterona livre 13,9
    Testosterona total 827, DHT 819, gh 0,10, lh 4,46, prolactina 7,1, SHBG 53, fsh 1,56). Faço exercícios e me alimento de forma mais natural possível, uso panax ginseng, polivitaminico, óleo de peixe, picnogenol , óleo de côco)

    ResponderExcluir
  20. Quais exames devo fazer para ter certeza se tenho o problema ou nao? passei por diversos medicos, de diversas areas, inclusive 5 diferentes urologistas e nenhum deles confirmou problemas relacionado ao remedio. Parei de tomar faz 10 meses e nao voltei a condicao de antes. Todos dizem ser psicologico, por isso eu queria saber se tem algum exame em especifico de sangue ou saliva que comprove 100% esses sintomas? Obrigado.

    ResponderExcluir
  21. Olá. Estou tomando finasterida a 1 mês e ao contrário do que se relata eu tive aumento considerável no libido. Esse sintoma é normal?

    ResponderExcluir