terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Reportagem sobre a Síndrome pós Finasterida, na Men´s Health de Dezembro 2011.


Para ler a reportagem completa em inglês:
http://www.menshealth.com/health/hair-raising-effect
(Se aparecer propaganda, clique em 'go to Mens Health Magazine')

"Um efeito colateral de levantar o cabelo."

Trechos da reportagem:

"Charles decidiu começar a usar o Propecia, o único remédio contra calvície aprovado pelo FDA. Pelos próximos 6 anos ele tolerou bem a droga. Mas ele começou a notar um estranho efeito colateral. Um declínio recorrente em seu desejo sexual. 'Eu ficava com uma mulher sexy, mas não havia o menor interesse da minha parte.' Ele lembra. "Se sentisse qualquer coisa, era uma leve repulsa."

"Ele (Mark J.) sofreu o que alguns médicos passaram a descrever como 'choque do sistema endócrino'. Velhos sintomas retornaram e estavam mais fortes que nunca, acompanhados por novos sintomas: ondas de calor, fatiga extrema e alterações visíveis na estrutura do seu pênis e escroto. Ambos começaram literalmente a encolher de um dia para o outro. A sua libido desapareceu por completo. 'Esqueça o fato que eu não me excitava tanto mais.' ele diz, ' Agora não havia mais nenhuma urgência por sexo. Eu poderia estar com a garota mais sexy do mundo e nada acontecia, nem lá em baixo nem na minha cabeça. Era como se meu cérebro não pudesse mais responder a nada erótico- visual ou toque.'"

"Mais de uma dúzia de pacientes de Síndrome pós Finasterida contactados pela Mens Health revelaram sintomas extremamente similares aos descritos por Mark J. e Charles K. Um homem relatou que desde que parou a Finasterida ele tem vivido num constante estado de 'brain fog' (confusão mental). Outro se descreveu como um 'zumbi assexuado'."

"'Antes do nosso estudo, a pesquisa publicada sugeria que esses eram efeitos colaterais totalmente reversíveis,' diz o pesquisador chefe Michael Irwig, um endocrinologista da George Washington University. Mas nesse grupo estudado, mais de 90% sofrem de baixo desejo sexual, disfunção erétil, e declínio no nível de excitação sexual - isso mesmo após estarem livres do Finasterida por 40 meses em média. Um homem não havia melhorado mesmo 11 anos após ter tomado o último comprimido de Finasterida. 'É uma grande ironia' diz o Dr. Irwig. 'Eles tomaram a Finasterida para parar ou prevenir a queda de cabelos e melhorar suas vidas sentimentais. E isso acabou lhes custando a própria sexualidade e a auto-estima.'"

"Em um estudo de 2011 publicado no The Journal of Sexual Medicine, o pesquisador chefe Abdulmaged Traish PhD., e seus colegas relataram muitos motivos para preocupação. Eles concluíram que estudos com homens e animais sugerem fortemente que a Finasterida não se limita aos tecidos alvos mas pode de fato reduzir DHT em muitos tecidos, potencialmente afetando não somente as trilhas dos sinais nervosos no pênis mas também o equilíbrio entre hormônios masculinos e femininos que circulam no corpo do usuário. Os resultados de um estudo citado por Traish apontam que homens que tomavam 1 miligrama de Finasterida diariamente tinham níveis significativamente mais altos de Estradiol - o hormônio predominantemente feminino - que homens que tomaram placebo. Tão preocupante quanto a possibilidade de efeitos em tecidos do corpo é a crescente evidência de que o medicamento Finasterida pode entrar no cérebro humano e interromper a produção de elementos químicos essenciais."

"O estudo de Traish revela detalhes. Quando a Finasterida entra no tecido do cérebro, ela afeta a produção de mais hormônios do que somente DHT. Em particular, Traish acredita que os neuroesteróides sofrem maior risco - químicos cerebrais que atuam na redução da ansiedade, aumentando a memória, fazendo crescer novas células cerebrais e ajudando no sono."

"Existe outra questão para os homens que já estão lutando contra sentimentos de desespero por suas vidas sexuais destruídas: Pelo menos dois estudos mostraram que a Finasterida pode causar um conjunto de sintomas depressivos. E ano passado, pesquisadores na Alemanha demonstraram que a Finasterida inibe o crescimento de novos neurônios na parte do cérebro conhecida como Hipocampo. Esse tipo de 'falha em crescer' também foi verificada em pessoas que sofrem de depressão."

"'A porcentagem de homens afetados pode até ser pequena', reconhece Traish, um pesquisador do departamento de bioquímica e urologia da Universidade de Boston. 'Mas nossa pesquisa definitivamente concluiu que a Síndrome pós Finasterida é real. Para esses homens, o prejuízo continua - talvez para sempre - mesmo quando eles param de tomar o remédio. Nós não entendemos totalmente o porquê, mas é como se algo se desligou biologicamente, e continou dessa forma.'"

"Para a surpresa de praticamente ninguém, a raiva por causa das ações da Merck migrou para o sistema legal. Pelo menos dois processos legais em grupo (class action lawsuit) - um nos Estados Unidos e um no Canadá - foram iniciados em benefício de pacientes que hoje sofre de Síndrome pós Finasterida. Eles buscam compensação pelo dano que eles alegam ter sido causado pelo Propecia (finasterida 1mg)."

"Entre outros problemas, Mark ainda sofre com a falta de ereções noturnas, dormência genital, e orgasmo fraco. A sua libido é quase inexistente, assim como seu entusiasmo pela vida. A sua musculatura que era definida mudou para um quadro de seios aumentados, braços atrofiados, e distribuição de gordura num padrão feminizado nos quadris. Isso - ele diz - apesar de manter o mesmo nível de dieta e exercícios físicos que mantinha antes da droga. Ele recentemente se juntou ao processo legal, não por ganhos pessoais, ele diz, mas na esperança que a pressão continuada convencerá a Merck a patrocinar futuras pesquisas sobre a Síndrome pós Finasterida."

"'O que nós queremos,' diz o Dr. irwig, 'é que pacientes e médicos entendam o risco potencial de problemas persistentes que talvez não se resolvam quando você parar de tomar esse remédio. Mesmo que só exista uma chance em 300 que isso possa acontecer com você, é como brincar com fogo. Se você é um dos 299 que não tiveram problemas, ótimo. Mas se você é um dos que teve, você vai se martirizar pelo resto da vida por ter tomado esse remédio.'"




 

    50 comentários:

    1. Li recentemente essas materias nos sites gringos. Sem ser a finasterida existe algum tratatamento efetivo para tratar da calvicie que surga efeitos significativos e não envolva a parte hormonal?

      ResponderExcluir
    2. Oi,
      Infelizmente não. No entanto, as técnicas de recomposição estão cada vez mais avançadas. Hoje existem muito mais alternativas para recompor o cabelo, seja definitivamente ou com soluções paliativas. Em nossa opinião, essas técnicas são as melhores, pois não envolvem o uso de medicamentos, preservando a saúde do indivíduo.
      Implante capilar - A técnica CIT, criada pelo Dr. Cole nos Estados Unidos, oferece ótimos resultados, pois transplanta fio por fio, e evita a perda de folículos. Também não deixa cicatriz na parte posterior da cabeça.:
      http://www.forhair.com/Hair_Transplant_Photos.htm
      Prótese capilar - Tiveram enorme avanço na última década. Os novos materiais evitam coceira e permitem a transpiração do couro cabeludo. O resultado é realmente bom:
      http://www.youtube.com/watch?v=fJgSiwDdcok
      No Brasil, a GIC International Hair usa método semelhante. Segue vídeo da demonstração no programa Mais Você:
      http://www.youtube.com/watch?v=73Q8McABYe8
      E por último, há poucos anos surgiu a micropigmentação capilar, que são minúsculas tatuagens imitando o cabelo quando raspado a máquina 1. Segue o link:
      http://www.hishairclinic.com/gallery/

      ResponderExcluir
    3. eu sofri o mismo durante 5 anos. nao impotencia, mais dificultade de erecsao. divaga o problema fue desapareciendo.
      asho que fue desde 2005 a 2010. nao tenho certeza del tiempo exacto.
      tamben ficaba moito cansado, mais isso puede ser otra cosa.

      disculpar meu portugueis. soy español.

      ResponderExcluir
    4. Esse finasterida é um LIXO. Tomei durante 18 meses (todos os dias) e parei de tomar há 12 meses e não consigo manter a ereção da mesma forma que antes. Eu até tenho ereção, mas não estou tão "tarado" como antes e a segunda ereção demora um pouco mais pra vir e mais difícil de manter; o pênis endurece-amolece-endurece-amolece (ele fica nesse 'vai e vem'); sobre a ejaculação, ejaculo com um pouco menos intensidade que antes era bem maior

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Vou copiar seu depoimento para a seção de histórias pessoais, ok? Obrigado

        Excluir
    5. Eu tomo finasterida 1mg diariamente desde 2002, só no final de 2011 eu passei a perder libido. Reclamei com meus medicos que não associaram a finasterida a este fato, disseram ser psicologico. As erecoes passaram a ser muito dificeis de acontecer. Somente parei de usar agora em junho de 2012 após entrar nesse site. Gostaria da indicação de algum especialista no assunto, pois poucos medicos sabem do problema. tambem estou com medo da situacao piorar com a desconstinuacao total do uso.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Anônimo,
        O mais importante você já fez, que é parar de tomar a Finasterida. Você acabou de parar, então é muito cedo para pensar em efeitos persistentes. Muitos pacientes se recuperam totalmente e o fato de você ter tomado por tanto tempo sem efeitos colaterais conta a seu favor. Não fique com medo, não são todos os pacientes que passam por um crash ao parar. A tendência é melhorar. Siga as instruções de mudanças na alimentação nesse período de recuperação. Quanto ao médico, preciso saber em que cidade você mora. Por favor me envie um email para riscosdofinasterida@hotmail.com Não posso publicar dados de médicos aqui sem autorização, mas posso repassar a você por email. Seus dados/email serão mantidos em sigilo, não se preocupe.

        Excluir
    6. tomei essa merda tbem , mas foi por tres , qutro meses !! meu dermatologista me receitou , sem nenhum pedido de exame !! sinceramente , detonou minha libido , com isso me dando bastante desanimo !!!

      ResponderExcluir
    7. Tomo finasterida há mais de 4 anos. Não tive nenhum dos efeitos colaterais relatados, apenas uma diminuição visível do libido e dificuldade de ereção, o que tem prejudicado bastante minha vida sexual. Diante desse problema, comecei a utilizar citrato de sidenafila e a ereção retornou à normalidade por alguns meses. Mas agora, até com este medicamento, não consigo manter uma ereção satisfatória. Suspeito que seja realmente a finasterida. Vou parar de tomar e espero que retorne a normalidade.

      ResponderExcluir
    8. Olá, iniciei o tratamento da Finasterida há quase 2 semanas, mas após ler esse blog, acabei parando, e estou há 4 dias sem tomar...Minha dermatologista receitou a finasterida de 2mg manipulada para o tratamento da minha alopécia, juntamente com outros medicamentos e minoxidil tópico... Acontece que em poucos dias percebi uma sensação estranha na minha parte genital...leve dor nos testículos, uma sensação de que após urinar, ainda persistia urina no canal...fora a parte sexual...minhas ejaculações simplesmente "explodiam", estavam desordenadas e bem mais ralas, a ponto de se eu transasse 4 vezes, ela saia 4 vezes dessa forma! Tomei conhecimento desse blog e fiquei assustado, tenho 30 anos e estou pensando em voltar na médica antes do tempo...O que fazer?

      ResponderExcluir
    9. é verdade que a mulher que engravida de um homem que toma finasterida pode causar danos ao seu feto. como atrofiamento dos orgaos genitais do bebd?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. O bebê do sexo masculino pode nascer com genitália ambigua se a mulher tomar finasterida ou entrar em contato com o medicamento pela pele (como manusear um comprimido partido). Não existe nenhum estudo que ligue o fato do homem tomar a finasterida a danos no feto masculino. No entanto, a qualidade do esperma fica prejudicada enquanto o homem usa a finasterida. Já li relatos de abortos espontâneos e dificuldade de engravidar, que só passaram com a suspensão da finasterida.

        Excluir
    10. TENHO 27 ANOS E TOMEI FINASTERIDA POR 3 ANOS DE 1MG.

      HA UM ANO COMECARAM OS PROBLEMAS, PERDA TOTAL DAS ERECOES MATINAIS, LIBIDO ZERO, PROBLEMAS DE PRESSAO SANGUINEA, PARECE QUE PERDI VONTADE DE VIVER, E NAO ESTOU FALANDO DA LIBIDO, ENTREI NUMA DEPRESSAO MOMENTANEA, MINHA VIDA VIROU UM INFERNO.
      ACHEI QUE ERA CULPA MINHA E CHEGUEI A PENSAR EM PROBLEMAS DE SEXUALIDADE.

      OBRIGADO POR ESSE BLOG, EU ACHO QUE DEVERIA SER MAIS DIVULGADO PRA AJUDAR MAIS GENTE.

      VOCES TEM CONTATO DE UROLOGISTAS QUE SABEM DESTE PROBLMA?

      JA FUI EM 2 E DIZEM QUE O PROBLEMA E PSICOLOGICO.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi,
        Sinto muito por sua situação. Temos poucos médicos para indicar por enquanto, aqui no Brasil a maioria ainda acredita realmente que é um problema psicológico. Por favor entre em contato por email no riscosdofinasterida@hotmail.com Não podemos publicar o nome de médicos aqui sem autorização deles. Informe também a cidade onde mora. Seus dados serão mantidos em sigilo.
        Vale a pena tentar os métodos naturais descritos na seção "como tratar". Não são soluções definitivas, mas podem te trazer alívio enquanto não surge um tratamento.
        Vou fazer uma cópia do seu comentário para a seção de histórias pessoais, ok?
        Abraço

        Excluir
    11. O efeito da depressão também se tornou irreversível ?
      Lembro que meus amigos comentavam que eu estava depressivo a uns 2 anos atrás quando tomei o remédio durante 4 meses.
      Mas na época não relacionei ao Finasterida...

      Como minha calvice piorou,fui no dermatologista novamente e ele receitou o mesmo finasterida.
      Gostaria de saber se na depressão em específico foram relatados pacientes que não se curaram com a descontinuidade do tratamento.
      abraços

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. A depressão tende a melhorar com a suspensão da finasterida. Se o paciente já tinha tendência à depressão ou casos na família, o problema pode se prolongar.

        Excluir
    12. Bem, tomo finasterida de 1mg faz cerce de 8 meses, até agora notei uma diminuição enorme no libido, antigamente c via uma mulher atraente já ia imaginano sexo, hoje em dia só acho bonita, e as vezes nem isto, as ereções matinais já eram, ejeculação tambem e masi curta e tambem não c mantem por muito tempo, mas o pior e a ansiedade, antigamente conseguia ter uma ereção completa ate num cinema lotado agora to igual mulherzinha, to precisando de clima saca? antes não podia ficar sozinho com minha namorada hoje ela que tem alivio, dou uma e tá bom. em suma este lado da coisa me mata de raiva e me faz par de tomar, por outro lado os cabelos aumebtaram demais mesmo, e parece que as mulheres c interensam + tb. dai to pensando, fazer o serviço eu faço + num to dando conta de 2, 3 mulheres juntas mais. acho que vou voltar a ficar careca, com menos mulheres + dando conta de 2 juntas quando rola sabe?
      E sempre rola rsrsrsrs.

      ResponderExcluir
    13. ALGUEM JÁ VOLTOU AO NORMAL AÍ APÓS TER PARADO COM A FINA???

      E AE J...VOLTOU AO NORMAL??

      ResponderExcluir
    14. Tomei finasterida durante muito tempo, no começo não senti nenhuma alteração, mas com o passar dos anos comecei a ter dificuldades em manter a ereção, o que me custou até um namoro. Parei de tomar finasterida a mais de cinco anos e os problemas ainda persistem como dificuldade em manter a ereção, diminuição da libido, praticamente o desejo sexual desapareceu, para ter um ereção decente é preciso recorrer ao uso de medicamento.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi,
        Amigo, tenho recebido algumas mensagens por email de visitantes que melhoraram com o suplemento Tribullus Terrestris. Pesquise a respeito, talvez possa te ajudar. Converse com seu médico.

        Excluir
    15. Eu tomei finasterida 1 mg por aproximadamente 1 ano e meio, para tratamento de calvice. Há um ano eu parei de tomar.
      Esse droga me abalou profundamente.
      Antes de tomá-la eu era um cara completamente tarado, tinha ereções espontâneas frequentemente, qualquer mulher gostosa que eu via me despertava o interesse. Essas mulheres lindas e gostosa então, bastava chegar em casa que eu batia uma pensando nela.
      Isso sempre existiu, dos meus 13 aos 30 anos.
      Hoje isso não existe mais. Sinto diversas diferenças, dentre elas: 1) Não me lembro da última vez que tive uma ereção espontânea; 2) vejo mulheres bonitas e gostosas nas ruas e não sinto nada; 3) não sinto falta de fazer sexo, se minha esposa ficar no canto dela sem querer nada eu nem me importo e fico dias ou semanas sem tirar uma (mas por consciência própria (e não tesão)não fico sem transar com ela mais que 2 dias); 4) não tenho mais aquelas atitudes de atacar a mulher como um touro, louco para transar; 5) tiro uma e basta, não sinto mais a mínima vontade de tirar a segunda, o que seria quase uma tortura para mim; 6) se eu vier a tentar tirar a segunda, meu penis não tem ereção satisfatória; 7) não sinto mais vontade de me masturbar. Antigamente eu me masturbava quase que diariamente. Hoje, nas raras vezes que me masturbo, meu penis sequer fica muito duro.

      Se alguém estiver pensando em usar essa droga, meu conselho é tirar isso de sua mente imediatamente. Não se deixe convencer por médicos e relatos de alguns amigos que não tiveram problemas. Graças a Deus eles não tiveram (será?), mas não assuma esse risco. O simples fato de existir esse risco já deve ser suficiente para você tirar essa ideia da mente.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Pelo que eu tenho pesquisado, há uma divergência entre os médicos sobre os efeitos desse remédio. O entendimento mais antigo é o que de a finasterida não afeta a libido masculina. Mas o entendimento mais moderno é o de que ela afeta sim a libido, causando, por via de consequência, a impotência sexual. Entre um entendimento e outro, por precaução, eu prefiro seguir o segundo entendimento para não me arriscar, pois os ricos são muito grandes e graves.

        Excluir
    16. Amigos, a solução é simples. Depois do propécia tomem o viagra. Rsrs

      ResponderExcluir
    17. Pessoal, eu comecei a levar o tratamento com Finasterida 1mg ao dia a sério desde 2010. antes em 2008 e 2009 não levava muita a sério, acabava e demorava um tempão pra comprar.
      O que posso dizer é que realmente atrasou significativamente a minha queda pq tenho certeza que já estaria careca, pois a genética é forte (bisavô,vô,pai) carecas.

      Quanto ao libido, só senti diferença na quantidade de sêmen, um pouco menos. Os apetite sexual aos 26 anos continua normal.

      Agora um fato muito importante. Eu só tomo finasterida de laboratório, não economizo mais mandando em farmacia de manipulação.

      Finasterida manipulada realmente me brocha, me tira o apetite sexual e não combate a queda como o "original"

      Atualmente tomo de um laboratório chamado Uci-Farma, vendido como FENDICAL. Nunca tive problemas. Este é meu relato, mas assim que surgir uma outra droga mais efetiva e sem efeitos colaterais possíveis relatados, abandono a fina, mas só paro com ela se realmente for comprovado danos irreversíveis ou começar a me afetar.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. E ai está tendo algum problema neste ano de 2016?

        Excluir
      2. E ai está tendo algum problema neste ano de 2016?

        Excluir
    18. Tomos a uns 14 anos...acho.
      Sinto um diminuição leve de líbido, algo que penso também estar relacionado ao meu estilo de vida. Por ser casado e não ser mais um adolescente (que fica flertando com cada mulher que ele conhece), eu imagino que isto tende a a tirar um pouco o foco de sexualidade super ativa na pessoa. Tem a questão de eu trabalhar umas 12hs absurdamente com a mente (mkt estratégico. entretanto, algumas situações um pouco mais sensuais um dia ou outro e tudo fica ok...

      Será que o Finasteria é o único causador destes transtornos? Não seria o estilo de vida que as pessoas começam a ter após os 25 anos...casamento, trabalho, filhos, preocupações, etc??

      ResponderExcluir
    19. Tomei esta medicação por uma semana e logo senti os sintomas na ereção e na ejaculação. Parei na hora! Prefiro ficas com duas cabeças carecas. Três semanas depois já sinto as coisas voltarem ao normal aos poucos, mas ainda não está 100%. Fiquei bem preocupado e soma-se o efeito do remédio e a questão psicológica. Fendical, nunca mais.
      tenho 30 anos.

      ResponderExcluir
    20. Eu tomo finasterida há 3 anos e jamais tive qualquer perda de libido ou dificuldade de ereção nesse período. Não sei, sinceramente, a validade dos depoimentos acima uma vez que existe um grande número de usuários e se procurarmos iremos encontrar efeitos colaterais por qualquer coisa na internet. Não estou desacreditando os comentários mas em todos os casos deve haver algum outro fator externo potencializador. Qualquer medicamento é química e, portanto, não natural. Com relação aos resultados gostaria de dizer que não sei afirmar o quão eficaz é o produto pois embora não tenha ficado calvo, meus cabelos são finos e a manutenção pode ser genética, resultado do minox ou mesmo de qualidade de vida e esportes. Abraço

      ResponderExcluir
    21. Meu marido toma o finasterida, vejo homens reclamando do seu ploblema sexual,mas o que eles não fazem idéia com nós mulheres ficamos.No começo,não entendia o que estava acontecendo com ele, cheguei a pensar em traição,que havia uma outra mulher na vida dele,fazia de tudo para ajuda-lo, tentei de tudo.Um dia por acaso vi a bula em algum canto, li,achei muito estranho como infatizava que não haveria nenhum problema sexual,li na net, não gostei, hoje ele continua tomando contra minha vontade,percebo seu mal humor,depressão,infelismente ñ consigo fazer ele mudar de idéia conversamos muito sobre o caso,mas,espero que essa "DROGA"saia do mercado, quantos homens confiaveis existem por aí, para a mulher tentar encontrar o problema, sem destruir seu casamento?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Por isso que muitos homens levam chifres e não sabem o porquê. Imaginem, o cara deixa de ser careca, mas vira um emasculado chifrudo.

        Excluir
    22. Se para o home é dificil não ereção, imagine como fica a cabeça da mulher, enquanto não sabe do que se trata. Passa mil coisa, onde estamos errano? tó velha, feia, tem outra? É muito dificil, já fiquei muito deprimida por conta disso. Achei bastante interessante esse site, acho que outras mulheres deveria comentar como se sente sobre o caso, até mesmo para os homens saber o que elas estão sendindo, eles falam apenas em ereção, nós falamos de sentimento, pois quando meu marido toma esse remedio sinto que ele me evita, ele sabe que não tem ereção, então ele pensa que eu só quero sexo, as vezes quero, apenas um abraço quente na cama, mas ele logo dorme quando não vinge. Hoje eu entendo, fico triste, as vezes, penso que cabelo faz mais falta do que eu.

      ResponderExcluir
    23. De modo ininterrupto, tomo finasterida desde 1998, quando mandei buscar o Propecia lançado nos Estados Unidos, e em razão do preço mais barato, fui substituindo pelo produto nacional quando os laboratórios de manipulação passaram a produzir.
      Hoje, sofro um cansaço que os médicos não diagnosticaram nos exames convencionais, some-se a isso a evidente perda da memória, da libido, e a redução da quantidade de esperma.
      Atualmente sofro com dificuldades com o sono, tenho espasmos nos músculos dos pés e episódios de sensação de angustia sem razões óbvias.
      Um dado interessante é o de que, após uns nove anos, ao encontrar com uma antiga conhecida, ela comentou a diminuição do tamanho do pênis.
      Então, ao ler esses depoimentos e a matéria, estou com medo interromper o uso do finasterida e essas dificuldades piorarem.
      Pergunto, há informações de que a queda dos cabelos poderá retornar com a suspensão do finasterida.
      Boa sorte a todos.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi,
        Os sintomas que você descreve são muito similares aos que são relatados em quem está tendo problemas com a finasterida. Um dado em especial me chamou a atenção. No seu caso, os efeitos da droga vão além dos sintomas sexuais e você demonstra sintomas neurológicos. Eu não vejo como sustentável você continuar o uso da finasterida nessa situação. Com toda certeza, os sintomas neurológicos não vão melhorar com a continuação do uso de finasterida. Será que vale a pena continuar tomando esse remédio no seu caso? É a sua saúde que está sendo afetada. Será que você tem mesmo a escolha de continuar tomando a finasterida, diante dos sintomas que tem apresentado?
        Com relação à piora dos sintomas ao parar. Essa possibilidade existe, mas também existe a possibilidade de melhora. O que pode ocorrer é o que tem sido chamado no Propecia Help de "crash". É uma piora momentânea após algum tempo depois de parar. Mas passado o crash, a tendência é melhorar.
        O que você pode fazer para tentar evitar o crash: alguns usuários defendem que deve-se tirar o remédio gradualmente, ir diminuindo a dose aos poucos até parar. Talvez isso possa funcionar.
        Outra medida que você pode tomar se tiver o crash após ter parado a finasterida, é iniciar o uso de um benzodiazepínico como o Bromazepam (sob supervisão médica) por um curto período de tempo. Essa medida interrompe o "crash". A finasterida diminui o nível de Alopregnanolona no sistema nervoso central e uma das consequências é um nível diminuído de GABA no cérebro. Isso causa insônia e os sintomas de angústia e ansiedade que você descreve. Os espasmos musculares estão relacionados a uma baixa de dopamina (a finasterida também contribui para esse quadro).
        Sobre a queda de cabelos ao parar de tomar a finasterida, a tendência é que ela retorne, mas em muitos homens que tiveram efeitos colaterais mais fortes como os que você está tendo, essa queda retornou numa velocidade muito menor do que antes. De qualquer forma, queda de cabelo deve ser o menos importante nesse momento.
        Se precisar de uma ajuda mais detalhada, pode entrar em contato pelo email riscosdofinasterida@gmail.com

        Excluir
    24. Olá, intao pessoal vou compartilhar minha experiência com a temida finasterida. Tenho 18 anos,sempre tive problemas com muitas espinhas , comecei a tomar roacutan aos meus 16 anos ,pra quem não sabe roacutan e remédio para espinhas, tratamento foi um sucesso mais destruí com meus cabelos,parei de tomar com 17 , logo começou minha calvice,eu acho que o roacutan acelerou a chegada da calvice em mim. comecei a tomar a finasterida,nos primeiros 4 mês foi demais meus cabelos voltaram ao normal,meu desempenho na academia melhorou ganhei muita massa muscular estava muito feliz com os resultados ,passou ecs 4 mês e começou uma falta de libido,fadiga,dores no testículo ,perda de massa muscular i mesmo com todos ecs efeitos colaterais eu continuei o tratamento ( péssima ideia) . fiz 18 anos e parei,hoje faz 4 mês que parei i já melhorei graças a deus menos minha libido q ainda não voltou totalmente ao normal ......uma coisa que noto e que o meu cabelo não voltou a cair de volta msm após 4 mês sem a finasterida,isso acontece com todos ???

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Isso acontece com muitos que tiveram problemas com a finasterida.

        Excluir
    25. Usei essa bosta de "medicamento" na forma tópica e gel, associado a outros chamados flutamida e alfa-estradiol. Resultado: pouco depois de começar já senti a sensação de dormência genital, diminuição na libido e a quantidade de pêlos pubianos e de barba diminuíram drasticamente. Persisti no uso por 6 meses, até que reparei que definitivamente havia algo errado. Pois bem, interrompi há quase 6 meses. Minhas ereções matinais voltaram em parte, mas é muito difícil atingir uma ereção sem estímulo. Conforme li em outro sites, parece ter havido perda deconexão entre cérebro e pênis. A sensação é de que ele não fica mais tão rígido e está mais leve (inclusive quando não ereto). É inacreditável que continuem a vender/ prescrever isso.

      ResponderExcluir
    26. Gostaria de saber se há outras formas de tratar a calvicie sem ser esse remédio... Fiquei sabendo de um shampoo anti DHT alguém sabe se ele é eficaz ou causa algum problema? O nome dele é CG 210.
      Não tomo finasterida, e quero evitar de tomar essa droga. Sou bem novo e estou sofrendo com esse problema de perda de cabelo. Pra quem é novo é muito horrivel, estou depressivo, triste e só saio de casa de boné.
      Só acho que esse remédio tá muito defasado e tá na hora e inventarem outros para tratamento desse mal. Infelizmente isso vai contra aos interesses das gigantes farmaceuticas que lucram bem mais com esse remédio. Alguém sabe se há pesquisas aqui no brasil em relação a calvicie? Pleno 2014 está na hora de algo realmente eficaz! Meu e-mail se alguém puder me responder: andresouzanogueirajr@gmail.com

      ResponderExcluir
    27. Bom Dia, tenho 30 anos e estou casada ha 3 anos. Meu marido hj tem 38 anos e tomou por muuuitos anos a Finasterida, desde que comecou a entrar no pais. Antes d casar ja percebia que ele nao era tao tarado como antigamente...mas eu era tao apaixonada que nao valorizava isso etambem moravamos longe um do outro nao dava pra perceber. Ja na lua de mel, foi terrivel! Nao tivemos relacoes uma unica vez sequer. Aquilo acabou comigo! Tive outros namorados e nunca achei que existisse homem que nao gostasse de sexo...Hj eestou casada, sem filhos (pois se nao transamos como faremos filho?) E muito infeliz!! Adoraria conhecer mulheres na mesma situacao que eu para compartilhar sentimentos. Eu ja estou cansada, me sentindo evitada, auto estima baixa e sem perspectiva de futuro. So estou com ele ainda porque penso o quanto batalhei por ele e amei este homem entao fico sem coragem de largr tudo pra cima. Mas ele esta confortavel nessa situacao....faz reposicao de testosterona mas de nada adianta. Deita na cama e dorme rapido....sou ignorada ate na hr de ter um gesto de carinho. Olhe..... vcs podem pensar que ter um bom companheiro ja e o suficiente.Mas sexo no casamento e primordial! Senao bastavamos ser bons amigos. Estou muito infeliz....nao sei mais o que fazer. Esse remedio acabou com nossas vidas.

      ResponderExcluir
    28. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    29. olá, gostaria de compartilhar minha experiencia com finasterida, eu comecei tomar há aproximadamente 3 anos e em meados do anos passado notei que meu apetite sexual estava menor, e realmente esta falta de interesse foi notada pela minha esposa, porém continuei tomando, até que no inicio deste ano comecei a ter dificuldades para dormir, e notei que a memoria estava diferente tinha muita dificuldade de lembrar de certas coisas, e também uma certa letargia em raciocinar, realmente algo estava mudado na minha cabeça, então lembrei da finasterida e parei de tomar, só faz alguns dias, estou muito preocupado, depois que li várias matérias e reportagens a respeito, tenho medo de que estes sintomas não passem. Acho que esta droga deveria ser banida. Abraço a todos, e se tiver alguém na familia ou conhecido que usa finasterida, avise dos riscos, é melhor ficar careca saudável do que um "zumbi assexuado" cabeludo. Abraços

      ResponderExcluir
    30. Boa noite! Tenho 23 anos e desde os 19 anos comecei a notar quedas nos cabelos. Comecei então uma pesquisa de mediamentos para queda de cabelo, nessas pesquisas encontrei finasterida, resolvi começar a tomar.. Tomo finasterida há 4 anos e até o momento não tive problema algum "efeitos colaterais" ou "pos finasterida" tenho ereção normal, apetite sexual, ejaculo conforme a intensidade do sexo e o tesão continua o mesmo. Sinceramente acho que esse efeito "pos finasterida" esta mais ligado a idade do que o próprio medicamento, pois é natural que com o passar dos anos haja uma diminuição do libido e isso também pode ocorrer por utilização de outras substancias por ex: cigarro, bebidas, drogas, má alimentação, faltas de vitaminas no organismo. Enfim.. Só quero relatar que em 4 anos de uso não tenho nenhuma com esses sintomas citado a cima. E quero deixar claro que não estou defendendo o uso do produto. Eu uso e não pretendo parar, pra mim foi muito bom.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Meu caro, o problema maior não é a diminuição da libido, que por si só já é péssimo, o pior são os problemas neurológicos, que você poderá vir a ter, que são insonia, sindrome do panico, depressão, pensamentos suicidas e outros tantos... coloque na balança, vale a pena arriscar sua saude fisica e mental? Agora que está tudo bem pode ser que sim, porém quando você começar a sentir os sintomas pode ser tarde demais. Pense bem...

        Excluir
    31. BOA TARDE TOMEI FINASTERIDA UM MILIGRAMA POR 10 ANOS PAREI FAZ 15 DIAS DEPOIS QUE VI O BLOG COLOQUEI O POTE NO FOGO , E TO MUITO REVOLTADO. , SINTO UMA DIMINUIÇÃO DA MEMÓRIA POS PARAR ,LENTIDÃO E ESQUECIMENTO , TAQUICARDIA ENQUANTO TOMAVA , AGORA QUE PAREI TIVE MAIS , TREMORES E NERVOSISMO CONTINUA ,E SEXUALMENTE ESTOU 50% TENHO 41 ANOS MUITO JOVEM PARA ESTES SINTOMAS , AGORA EU FIZ VÁRIOS EXAMES SEMANA PASSADA VEJA OS RESULTADOS ,QUE FIZ POS UMA SEMANA SEM USAR. TSH 2,575UUI/ML
      VI Que Em ADULTOS O NORMAL É 0,500 A 5,000UI/ML.
      TESTOSTERONA TOTAL 277,8 NG / DL ADULTOS O NORMAL 241,0 A 870,0 NG/DL
      TESTOSTERONA LIVRE 4,60 NG/ DL DOS 17 A 41 ANOS 3,4 A 24,6 NG DL
      PROLACTINA 4,3NG/ML ADULTOS 2,1A 17,7
      ACTH 27,0 VALOR de REFERÊNCIA ATE 47,0
      CORTISOL 5,5
      DIHIDROTESTOSTERONA DHT 415,7PG/ML HOMENS 250 A 990 MG/ ML
      ESTRADIOL E2 31,6 PG/ML ADULTOS ATÉ 39,8PG/ ML

      HORMÔNIO FOLICULO ESTIMULANTE FSH 5,13 mUI / ML HOMENS ENTRE 1,4 A 18,1 MUI /ML

      T3 110,5 NG /DL
      T4 7,2UG / DL
      DEU Um POUCO de ALTERAÇÃO , SERA Que VOLTA AO NORMAL , E A ANSIEDADE DIMINUIU NESTES 15 DIAS QUE PAREI , ESTOU Com PREOCUPAÇÃO Com a MEMÓRIA FRACA , DEPOIS Que PAREI , NO TRABALHO SINTO QUE DEPOIS QUE PAREI DE TOMAR TENHO ESQUECIMENTO , 10 ANOS TOMANDO , SERA Que VAI SER REVERSÍVEL OU IRREVERSÍVEL .....TO MUITO PREOCUPADO.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Cara, também parei com a Finasterida, já faz 1 ano e meio, também tive muitos problemas com a memória, e uma certa dose de depressão e uns pensamentos loucos e dificuldade para dormir. Graças a Deus consegui melhorar bastante... se você quiser acho que vale a pena tentar, fiz o seguinte, comecei a tomar suplemento vitamínico tipo "Centrum" e produtos naturais que aumentam a produção de testosterona, tipo "Maca peruana". Outra coisa que também acredito que tem ajudado é a pratica de esportes, futebol e academia, no mais é ter paciência e não desesperar, seja perseverante que devagar as coisas tendem a melhorar...

        Excluir
    32. É um risco muito grande em tomar esse medicamento. Se os efeitos colaterais não fossem tão graves (problemas de libido, ereção etc) eu até arriscaria tomar, mas se for para correr o risco de virar um broxa emasculado sem auto estima eu prefiro ficar careca mesmo.

      ResponderExcluir
    33. Tomo a Fina desde 2009 e nunca tive problemas,não que eu notasse,vi aqui algo referente a ereções matinais,isso até reparei,mas nada preocupante,vou prestar mais atenção nisso e posto aqui aos amigos.Abraço e boa sorte a todos.

      ResponderExcluir
    34. Olha tomei finasterida por dois anos e parei quando li sobre ela.após isso meus peitos cresceram e me encomodam bastante e minha erecao e bem ruim

      ResponderExcluir
    35. Tomo há 10 anos finasterida. Hoje tenho 47...não faço parte do ínfimo grupo que sofreu com os efeitos colaterais descritos. Acho a substância excepcionalmente efeciente no combate à alopecia e não pretendo parar de utilizá-la. Caso alguém tenha dúvida a respeito de sua eficácia, pare de utilizá-la e verifique os resultados. A substância fica ativa no organismo pro algum tempo,pois decresce gradativamente, assim como sua eficiência só será visível após alguns meses de utilização. Então, quem utizou por pouco tempo e parou não teve acesso aos benefícios e quiçá aos raros "malefícios ". Aos super preocupados um conselho....Cuidado para não caírem na loucura da teoria da conspiração, achando, assim, que a droga só faz mal e lembrem-se.....até novalgina faz mal a alguns.
      Abraço

      ResponderExcluir