quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Dr. Irwin Goldstein: "Um antigo problema, com uma nova causa - Inibidores de 5 alpha reductase (Finasterida e Dutasterida) e disfunção sexual persistente."

Dr. Irwin Goldstein, Editor-chefe do The Journal of Sexual Medicine, a mais respeitada publicação médica sobre saúde sexual do mundo, publicou um editorial em Julho de 2011 sobre os perigos da Finasterida e Dutasterida. Dr Goldstein é referência em saúde sexual em todo o mundo, sendo diretor do San Diego Sexual Medicine no Hospital Alvarado, membro-diretor da Sociedade Internacional para Estudos de Saúde Sexual da Mulher, ex-presidente da Sociedade de Medicina Sexual dos Estados Unidos e professor-clínico de cirurgia na Universidade da Califórnia em San Diego.

Link:

Alguns trechos do editorial:
"... Nós estamos ficando mais e mais conscientes dos problemas de saúde sexual persistentes que ocorrem como resultado do uso de inibidores de 5 alpha-reductase Finasterida e Dutasterida em um grupo de pacientes. O que é ainda mais alarmante é que além dos efeitos colaterais sexuais persistentes, existem também efeitos cognitivos centrais persistentes e sinais de depressão persistente."

"Eu penso nos telefonemas constantes que recebo de homens aflitos, com diferentes graus de calvície, que usaram inibidores de 5 alpha-reductase (Finasterida e Dutasterida) e agora apresentam manifestações inteiramente novas de problemas sexuais e cognitivos que muitas vezes continuam, apesar da interrupção do tratamento com a Finasterida. No geral, estes pacientes sentem-se enganados, por causa da falta de informação oficial a respeito dos potenciais efeitos colaterais sexuais. A maioria sente fortemente que estes problemas sexuais são muito piores que as preocupações com a queda de cabelo."

"... No fim das contas, como hormônios sexuais esteróides são críticos para estrutura e função de órgãos genitais, privar homens jovens de um hormônio sexual primordial - dihidrotestosterona (DHT) - afeta a função sexual."


"A enzima 5 alpha-reductase também transforma progesterona em 5 alpha-progesterona e deoxicorticosterona em 5 alpha-dihidro-deoxicorticosterona. No cérebro, os subprodutos do 5 alpha reductase são transformados por outro grupo de enzimas específicas conhecidas como 3 alpha-hydroxy-esteróide-dehydrogenase, que transformam 5 alpha-dihidrotestosterona em 3 alpha, 5 alpha-androstane 17 diol (3 adiol), e 5 alpha-dihidroprogesterona em 3 alpha, 5 alpha-tetrahydroprogesterona (allopregnanolona). Em processo similar, 5 alpha-dihidrodeoxycorticosterona é transformado adiante em 3 alpha, 5 alpha-tetrahydrodeoxycorticosterona (THDOC)."

"Em teoria, esses importantes derivados neuroesteróides são desnecessariamente diminuídos (dano colateral) por inibidores de 5 alpha-reductase (Finasterida e Dutasteride) para tratamento de calvície. Estima-se que esses importantes derivados neuroesteróides funcionam no sistema nervoso central com funções fisiológicas fundamentais incluindo a modulação do receptor de ácido gama amino-butírico tipo A, função receptora sigma, receptor acetilconlina nicotínico, canais de voltagem fechados de cálcio, e sináptica e plasticidade cerebral."

"Para traduzir em termos clínicos, essas importantes funções fisiológicas podem afetar o humor, ritmo, estresse, sono, memória, ansiedade, e função sexual."

12 comentários:

  1. Amigo, você pode disponibilizar seu e-mail para que eu possa tirar uma dúvida?

    ResponderExcluir
  2. Quais testes são importantes se pedir em exame de sangue? meu médico pediu a avaliação de 3 hormonios.

    ResponderExcluir
  3. algum brasileiro tb passando por isso??? por favor compartilhem

    ResponderExcluir
  4. Usei finasterida por 3 meses e começaram os problemas de impotência , falta de libido diminuição do volume de esperma. A bula dizia que , em muitos casos, os efeitos desapareciam com o tempo. Então insisti. Mas a potência sexual nunca voltou ao normal . Eu tinha apenas 28 quando iniciei o uso da fina e hoje, com 38, ainda tenho problemas . Bem espero ter ajudado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito por seus sintomas. Com certeza ajudou, quanto mais depoimentos tivermos no blog, mais jovens se convencem a não começar a tomar esse remédio. Vou copiar o seu comentário para o tópico "histórias resumidas de homens que usaram Finasterida". Obrigado!

      Excluir
  5. Tenho 23 anos, fiquei preocupado com a queda de cabelo, e por irresponsábilidade tomei 15 dias finasterida que gerou uma depressão e o que é pior minha vontade de viver, pois perdi minhas capacidades cognitivas. Eu sou um caso que afetou libido e neurônios, não sou o mesmo e isso por que tomei por 15 dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Tenha calma... Você tomou por 15 dias e parou? Há quanto tempo parou? Quinze dias é um tempo bem curto, você não deve ficar achando que esses efeitos não vão passar. Você também não pode afirmar que perdeu a capacidade cognitiva... Como assim? Que efeitos está sentindo? Ninguém deve afirmar que está com efeitos persistentes da finasterida antes do prazo de 6 meses a um ano que parou de tomar. Esse é o prazo que os médicos no exterior estão dando para o corpo voltar ao normal. Portanto, se esse prazo ainda não passou para você, seu corpo ainda está em recuperação.

      Excluir
  6. Estou tomando Dutasterida há mais de 5 nesses para próstata e o único efeito colaterais que estou sentido foi a diminuição da espermas a minha ereção pelo contrário até aumentou, lendo esses comentários fiquei assustado pois necessito deste medicamento para ter uma boa qualidade de vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Se o seu caso é um tratamento para a próstata, é uma outra análise de risco-benefício. Quando um medicamento é necessário, muitas vezes nós temos que correr o risco de alguns efeitos colaterais para um maior benefício na saúde. O que não é o caso para quem pensa em usar contra a calvície. No entanto, se o seu caso for de hipertrofia benigna da próstata, não são todos os casos em que o tratamento com esse remédio ou a finasterida é realmente necessário. Alguns casos de hipertrofia benigna da próstata não precisam ser tratados, apenas monitorados ao longo dos anos (é uma condição benigna, apesar de desconfortável). Outros precisam ser tratados com o remédio se há risco de infecção urinária, retenção de urina, etc. Converse com seu médico, e se possível consulte-se com outros médicos também. É muito útil ouvir a opinião de mais de um médico. Se você tiver a opção de não usar o remédio, você é quem deve pesar a relação risco-benefício e tomar a decisão. Porque o risco de efeitos colaterais ao longo dos anos é real.

      Excluir
  7. boa noite amigos !tomo finasterida há 2 anos ,de lá prá cá me sinto deprimido ,sem vontade de fazer nada ,perdi a vontade de tudo inclusive de sexo,diminuiu a vontade ,a ereção ,enfim me tornei uma pessoa insociável ,me tranquei no meu mundo (minha casa )o esperma quando sai é finissimo ,a ejaculaçao precoce ,enfim me tranformei em um vegetal.luto com todas as forças para sair dessa ,tenho consulta em novembro 2015 estou querendo de parar de tomar o fina mas fico com medo .se alguem puder me ajudar agradeço .estou desesperado

    ResponderExcluir
  8. Quanta baboseira nesse lugar,com certeza alguns sofrem problemas mais sérios,mas alguns tomando 10 ou 15 dias e dizendo que viraram zumbis,por isso não da pra confiar nesses sites malucos ai,tudo que acontece é culpa da finasterida,se é para inventar mentiras não tem como ter credibilidade

    ResponderExcluir