terça-feira, 30 de outubro de 2012

Problemas somente depois de parar de tomar Finasterida 1mg - Veja depoimento desses homens:

Existe um segundo padrão recorrente em quem desenvolve problemas sexuais com a Finasterida 1mg. Alguns homens tomam o remédio por longos períodos (7, 8 , 10 anos) sem apresentar nenhum efeito colateral. No entanto, assim que param de tomar o remédio, geralmente após um intervalo 2 semanas a um mês, começam a apresentar os sintomas de Síndrome pós Finasterida (Dificuldade de ereção, ausência de libido, ausência de ereções matinais e espontâneas, entre outros problemas). Tal situação pode parecer estranha à primeira vista, mas faz sentido quando lembramos que a Finasterida altera o equilíbrio hormonal do homem (veja página "importância do DHT"). Essa adaptação entre os hormônios ocorre por causa do bloqueio do hormônio DHT (dihidrotestosterona). Portanto, é lógico que ao retirar o remédio, e a produção de DHT for reestabelecida, haverá um novo reequilíbrio entre os hormônios. E é nessa hora que alguns homens que tomaram o remédio por anos sem colaterais começam a ter problemas. Vale fazer uma ressalva: Isso não quer dizer que quem não teve efeitos colaterais, um dia vai ter. Existem muitos homens que relatam terem tomado o remédio, parado e continuado normais. Apesar de não haver um consenso ainda sobre o porquê do "crash pós Finasterida" ocorrer com alguns, é um padrão claro, acontece com muitos homens e os depoimentos são muito similares. Veja depoimentos transcritos do Propecia Help (original em inglês):
http://www.propeciahelp.com/forum/viewtopic.php?f=32&t=7237

Problemas somente depois de parar

Usuário: RungeKutta
Portugal
"Oi, eu sou de Portugal. Tomei Propecia por 8 ou 9 anos e nunca tive nenhum problema. Agora que eu parei o Propecia (por problemas financeiros) não consigo ter uma ereção e não tenho nenhuma libido. Isso é normal?"

Usuário: Bluecloud87
Grã-Bretanha
"A maioria das pessoas nesse forum não experimentou efeitos colaterais sérios enquanto tomava o remédio. Foi quando eles pararam de tomar que os problemas sérios começaram. Espero sinceramente que você fique bem, mas até agora sua experiência é similar à Síndrome pós Finasterida."


Usuário: aaa123
Flórida, Estados Unidos
"A mesma coisa aconteceu comigo. Tomei Propecia por 10 anos sem nenhum efeito colateral. Meus efeitos só começaram depois que eu parei de tomar."

Usuário: Finatruth
New York, Estados Unidos
"Mesma coisa comigo. Tomei por 9 anos, os problemas só começaram depois que retirei o remédio."

Usuário: ten_year_user
Los Angeles, Estados Unidos
"Eu tinha uma ligeira dificuldade de ereção enquanto tomava o remédio, mas atribuía a outras causas. Parei de tomar o Propecia antes de saber qualquer coisa sobre Síndrome pós Finasterida. Olhando para trás, se durante o tratamento eu apresentei apenas alguns problemas, foi quando eu parei que o inferno começou. Meu pênis está tão encolhido que se duvidar com 4 anos de idade tinha um maior que esse. Seria engraçado se não fosse trágico."

Usuário: sonder
Dinamarca
"A mesma coisa comigo. Tomei Propecia por 13 anos sem efeitos colaterais. Meus efeitos colaterais só começaram quando eu parei de tomar Propecia.
Eu me sentia o Superman enquanto tomava o remédio. Fácil de ganhar músculo, ótima libido, era um bom homem para minha esposa e filhos.
Agora estou muito doente: Depressão, problemas de ereção, perda muscular, fadiga, urino com frequência, ansiedade, sem motivação, perda de ereções espontâneas, perda de libido e muito mais."

Usuário: RungeKutta
Portugal

"Já faz um mês que parei e é definitivo. Eu até consigo uma ereção completa, mas não é espontânea. Somente depois de muito estímulo. Eu consigo chegar ao orgasmo também, mas tenho que forçar muito! Não tenho nenhum desejo sexual. E sim, enquanto eu estava tomando Propecia eu 'queimava' de desejo sexual."

21 comentários:

  1. Boa Tarde, sofro com a sindrome, já postei meu depoimento aqui, faz quatro anos que nao mantenho uma ereção, e hoje tomo um antidepressivo leve, que esta ajudando a me recuperar aos poucos, com o nome limbitrol, é tao fraco que os medicos nao receitam, porém meu medico orientou pq este atingemenor possível a libido, aos poucos vou melhorando, daqui a dois meses irei comecar com o alprazolan, pois tive encolhimento grande do penis devido ao estress ansiedade. Bom o que venho dizer é que é bom contribuir de toda forma, a mais ou menos 3 semanas entrei na dieta GRACIE, da familia criadora do jiu jitsu, não é uma propaganda, pesquisei muito na internet comprei o livro, porque soluções milagrosa é o que mais dão. A referida dieta possui uma tabela explicando tudo, e não muitas restrições de alimentos, na verdade eles fazem as combinações corretas do que pode ser consumido junto ou nao, e fazendo a comparação do modo tratar nesse blog, a dieta se enquadra perfeitamente, hoje me sinto disposto mentalmente e fisicamente, depois de a 3 semanas seguir a dieta gracie, lá tem um plano semanal dividido em fases, e o que pode ser consumido cumulativamente ou nao, alimentação incluindo chás, sem gordura, sem produtos industrializados, a dieta possui 65 anos de existencia comprovada cientificamente e mais os anos que fora praticada pelo mestre, ensina até o modo certo de combinações e alimentações com frutas, nem toda fruta nos faz bem, nesse tempo mesmo me alimentando bastante no almoço, fazendo a combinação de alimento correto nao tenho sono, e detalhe, a dieta diz que a alimentação deve ser feita apenas 3 vezes ao dia, nos periodos de intervalo deve ser consumida muito liquido de preferencia agua, bomlá explica tudo certinho, está dando risultados sobre a depressao e o bem estar diário, e depois do exercicio minha libido e ereção melhora um pouco, mas aos poucos pode melhorar ainda mais, a tese do mestre é que o sangue é o oleo, quanto mais puro esse oleo estiver, melhor funcionará o motor, que é nosso corpo, espero que o moderador pesquise mais, pois, este é um modo de ensino gradual e compativel com a indicação demonstrada na parte de como tratar descrita aqui, vale apena tentar. obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por seu depoimento! Não conhecia a dieta Gracie, vou ler a respeito. Sucesso no tratamento!

      Excluir
  2. Gostaria de perguntar algo, sei que deveria perguntar para um medico mas... tive grande encolhimento do penis ja a 5 anos e ate hoje ele nao voltou ao normal, e desde de pequeno trato deficit de atenção com remedio proprio, maltifenidato, aderal... minha ereção quase nao existem mais, mas devagar to me tratando e aos pouquinho vao melhorando. demorei muito para saber o que fazer, entao assim que descobri e comecei tem dia que melhora, esse remedio é bem controlado, porem nao interfere até aumenta a libido, mas nao posso ficar sem, pq estudo e a finasterida piorou a situação de atenção e ansiedade, hoje to bem melhor. pergunta: li que o alprazolan serve para repor o gaba A no cerebro, porém falei com pessoas que tomam para outras coisas, pq nao citei para que tomaria é logico e me falaram que é muito forte, e tem alguns efeitos colaterais, gostaria de saber se possui problema tomar um estimulante do sitema nervoso central, e em horario separado , com um medico , me tratar do encolhimento peniano com o alprazolan, e se esse é o unico metodo? treinamentos fisicos não adiantam? ou coisa do tipo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devem existir outros métodos, mas só conhecemos esse. O encolhimento por Finasterida não resolve com exercícios físicos. Sobre a interação com o outro remédio, sinceramente não sei lhe responder.

      Excluir
  3. Aqui fica o meu depoimento. Poucos dias depois de começar a tomar finasterida, no final de Outubro de 2007, com 23 anos, notei alterações no esperma: mais aquoso, mais transparente e menor quantidade. De resto nada ficou afectado, líbido normal e erecções normais.

    A partir de Outubro de de 2011 comecei então a notar alterações nas erecções, a saber, incapacidade de manter uma erecção sem estimulação manual, erecções mais fracas, testículos «frios» e retraídos.

    Cerca de três anos antes começara a experimentar incapacidade de memorização, fraco rendimento académico, fadiga crónica, depressão, ansiedade, hipersonia, redução da massa muscular ou acumulação de gordura abdominal. Desisti do ginásio, pois não suportava o cansaço e a minha massa muscular, em vez de aumentar, diminuia. Mas nunca associei estes sintomas à Finasterida.

    Em Dezembro de 2011 já estava completamente impotente, mas depois recuperei gradualmente. Em Abril iniciei uma relação mas a vida sexual tornou-se um inferno pois a meio do sexo a erecção desaparecia. Claro que a relação terminou.

    Terminei o finasterida por livre iniciativa no início de Junho. Dias depois o sémen voltou a ser espesso e esbranquiçado. Um mês mais tarde voltei a ter erecções nocturnas e erecções espontâneas, ainda que fracas. Nesta fase já conseguia ter «energia» para manter uma relação sexual por semana.

    Agora já consigo ter uma erecção «decente» por dia, mas ainda estou longe do que fui, pois antes do Finasterida conseguia ter várias relações sexuais por dia. Nesta fase o meu pénis só atinge o máximo da erecção com estimulação manual, mas já consigo suster a erecção durante um longo período de tempo.

    Tenho a esperança que gradualmente voltarei ao que fui no passado, depois de ler vários testemunhos de doentes que recuperaram o seu vigor sexual ao fim de 8, 12 ou 24 meses após interromperem o tratamento com finasterida.

    Sou finalista de Medicina e os meus professores continuam a usar finasterida e consideram que é um tratamento seguro. Com base nos meus conhecimento de Medicina Alternativa, tema que muito me interessa, fiz as seguintes alterações na minha dieta e estilo de vida.

    1) Como diariamente dois a três dentes de alho, mas alho cru. O alho é rico em alicina e melhora a circulação.

    2) Como também diariamente cebola crua em salada.

    3) Adiciono também às saladas rabanete e gengibre.

    4) Eliminei o café, o álcool e o chá verde.

    5) Faço batidos de maca.

    6) Ocasionalmente tomo ginseng com geleia real.

    7) Moderei a actividade sexual.

    8) Como mel todos os dias.

    9) Não como soja nem seus derivados.

    Não é que cumpra isto e mais uma coisas diarimente, mas vou tentando. Há uns meses para combater a fadiga usei sulbutiamina e melhorou muito as minhas erecções. Aconselho um mês deste fármaco a quem tem astenia causada pela finasterida.


    Outros alimentos a ter conta: manjericão e agrião crus, chás de alecrim ou ginko biloba, chá de pau de cabinda.

    Sol é importante para a síntese de vitamina D e melhorar a disposição em geral.

    Se vocês ainda têm erecções nocturnas ou espontâneas, mesmo que sejam breves e fracas, então ainda há esperança de uma cura da impotência causada pela finasterida. Experimentem a sulbutiamina COM ORIENTAÇÂO MÈDICA e os alimentos que mencionei. Não deixem também de ir a um endocrinologista e façam um check-up hormonal de 3 em 3 meses.

    Entretanto decidi mudar para o Minoxidil e controlar a DHT com alimentos como as sementes de linhaça ou de abóbora, ingerindo com moderação, claro, para não ficar de novo impotente!

    ResponderExcluir
  4. é normal durante o uso de finasterida o esperma mudar de cor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      O que é comum acontecer é o esperma ficar mais aquoso e com aspecto mais transparente. Então a mudança seria de branca para transparente. Com relação a mudar realmente de cor, só vi um depoimento assim, de um americano, na revista Men´s Health, que alega que sua ejaculação ficou amarelada. Se o que você chama de mudar de cor não for o aspecto transparente, sugiro que procure um médico urologista.

      Excluir
  5. Blog excelente! Tinha uma "intuição" de que a finasterida poderia ser perigosa - afinal, é uma intervenção no hormônio da masculinidade. Tomei finasterida por cerca de um ano (faz cerca de um ano que parei), não senti efeito colateral e tive melhora no cabelo, controlando a queda e percebi o nascimento de novos fios. Recentemente, fiz tratamento contra acne com outro medicamento muito forte e mesmo com a indicação médica para continuar com a finasterida, resolvi parar por minha conta (seriam duas substâncias estranhas no meu corpo). Agora, terminado o tratamento, pensava em voltar ao uso da finasterida, já que a queda vem se acentuando nos últimos meses. Então, descobri esse site e me pergunto: não é possível que os médicos desconheçam esses efeitos colaterais, por que indicam afirmando ser "quase 100% seguro"?
    Aproveito para solicitar que seja falado algo sobre o Avicis (17-alfa-Estradiol), ele é de fato melhor que o minoxidil? Controla a queda?
    Valeu pelo alerta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o outro remédio que você tomou é a Isotretinoína (Roacutan), não pense duas vezes em parar. Houve uma grande polêmica nos EUA envolvendo esse remédio, com inúmeros casos de jovens processando o laboratório Roche de não informar corretamente sobre os riscos do remédio. Por fim, o laboratório Roche acabou retirando do mercado o remédio nos EUA (Accutane em inglês)
      http://en.wikipedia.org/wiki/Isotretinoin
      Na Inglaterra, ele só é prescrito depois do paciente assinar um termo de responsabilidade que está ciente dos riscos do remédio. Aqui no Brasil, vejo médicos prescrevendo esse remédio até para casos leves de acne. Um absurdo.
      O que acontece é que os laboratórios põe o lucro acima da ética e tentam esconder os efeitos colaterais dos novos remédios até a patente expirar (15 anos). Eles não são obrigados por lei (nos EUA) a publicar todos os detalhes da pesquisa que concluiu que a droga é segura. Por isso, os médicos não ficam sabendo dos detalhes da pesquisa que aprovou o remédio e confiam no laboratório. Essa pesquisa é feita pelo próprio laboratório, sem supervisão do FDA (outro absurdo), que só recebe tudo pronto do laboratório e aprova ou não o remédio, baseado nas conclusões que o laboratório apresentar. Para completar, o FDA recebe dinheiro das empresas farmacêuticas para cada remédio que aprova.

      Excluir
  6. Comentei recentemente (não sei se este comentário aparecerá na sequencia do outro), sou o que usou por um ano e estava pensando em voltar (não estou mais!) e restou destacar o que identifico como um efeito colateral: os pelos pubianos aumentaram muito, antes eram mais finos e isso foi "irreversível", nada comparado aos relatos de alguns colegas. E o médico me garantiu, quando da indicação, que isso não aconteceria, pois o princípio ativo agiria só nos cabelos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,

      Olha, é improvável que isso seja causado pela finasterida. O que pode ocorrer em alguns casos é o contrário, a diminuição dos pelos no corpo, se a finasterida afetar o sistema hormonal do homem.

      Excluir
  7. Tomei por 10 anos senti muito os efeitos, procurei vários urologista e a resposta era a mesma, problema
    Aa. Psicológicos. Nao sei mais O que fazer!!! Tenho 31 anos hoje.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    tenho 35 anos e faz algum tempo que estou às voltas com a finasterida. Tomei por 2 anos pouco depois de lançarem e parei por dois ou três. Então o cabelo começou a ralear novamente. Voltei a tomar por mais um ano e voltei a parar quando estava crescido. Voltou a cair e faz mais ou menos 4 meses que voltei a tomar. Neste período de tomar e para não notei os problemas apontados aqui e nas pesquisas recentes. Imagino que até o momento estou entre os que não tenham efeito colateral ou talvez se deva ao fato de ter utilizado por períodos relativamente curtos (máximo 2 anos com parada quando talvez os hormônios se restabeleceram) se comparados a outras pessoas que relatam uso por 9 ou 10 anos. De qualquer forma fiquei com receio ao ler tudo isso e agora vou pensar em parar definitivamente... quem precisa de cabelos?
    Desejo sinceramente que tudo fique bem aos que tiveram problemas e aqui relataram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tomei por dois meses parei uns 5 meses voltei a toma agora ja to no terceiro mes nao vi nem um efeito colateral. sou daqueles acho q tudo exagerado faz mal e os depoimentos ai sao sempre de 5,9,10 anos acho muito tempo pra vc toma um medicamento sem da uma pausa

      Excluir
  10. Amigos, os únicos estudos recentes, comprovados, apontam que os efeitos da finasterida relacionados a impotência desaparecem após a suspensão do remédio.

    Experiência própria e de amigos que tomamos finasterida por anos e depois paramos: basta ter uma alimentação BALANCEADA e fazer exercício fisico pelo menos 3 vezes na semana (suplemento: ZMA com tribulus). Problema resolvido! A libido volta na a partir da segunda semana.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia. Sou mulher e também tomei Finasteride, com repercussões muito fortes até hoje, 5 anos após o fim do "tratamento" de mais de 3 anos com... 10 mg!! Tenho um processo em tribunal a decorrer e queria encontrar portugueses que tivessesm ido à minha médica (ou mesmo que tenham em tribunal um processo semelhante) porque podemos ajudar-nos mutuamente. RungeKutta e/ou outros portugueses, por favor contactem-me: Ana (prediozinho@gmail.com). Obrigada.

    P.s.: Acho muito desrespeitoso haver pessoas a dizer que só porque a elas os sintomas passaram, que obviamente eles param para toda a gente com o fim do tratamento. Então não vêem tanta gente a dizer que não?? Tiveram sorte, ainda bem para vocês, mas não informem mal a dizer que passa de certeza!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi ana..sou mulher e vou começar o tratamento de 1 mg dia com a fina....... Por favor, quais repercuçoes vc teve?? De que males vc sofreu ou ainda sofre??? Depois do seu comentario fikei com muito medo. Obrigada desde ja. Grazieli

      Excluir
  12. Pessoal se fortaleçam, peçam força a Deus quem crê e nao tomem mais esse remedio. Ele é capaz de destruir o nosso sistema hormonal entre outros efeitos. Eu parei de tomar. Me aceitei calvo, cortei o cabelo bem baixo e estou me sentindo melhor sem preocupação. Hoje só não tem jeito para morte, vivemos em um mundo com varias opções para resolver problemas esteticos. eu logo logo quando tiver com minha faculdade concluída usarei uma protese capilar com o cabelo baixo. Conversei com um grande profissional aqui na Bahia e me surpreendi com o resultado. Fim da calvicie! Esse trabalho nao sei os outros agora não tenho pressa porque ser calvo não é o fim do mundo é enquanto agente fica com o cabelo grande e ficam os buracos, mas logo logo aplicarei uma protese não sei quando porque graças a Deus estou melhor mas usarei porque é a solução que esta disponivel para todos basta parar de beber e saber que vai ter um custo de no maximo 1500 ao ano para ter seus cabelos de volta.

    ResponderExcluir
  13. Vocês pensam só em vocês. Eu não entendo o motivo de não tomar remédio para queda de cabelo como toda mulher faz. A gente toma vitamina, matem o cabelo limpo, se alimenta melhor. Sabiam que a clara do ovo tem exatamente tudo o que seu cabelo precisa?
    Eu fico indignada porque meu marido toma esse remédio e não tem libido alguma. Sou recem casada e 10 anos mais nova. Me digam o que vai acontecer no futuro se ele não tentar parar com isso? Isso mesmo. Casamento destruído. ☹️
    Acho isso um ato de puro egoísmo.
    Não sei se afeta mas não conseguimos ter filhos. Ele toma há mais de dez anos.

    ResponderExcluir
  14. Oque aconteceu comigo: usei o finasterida por 7 meses , e oque aconteceu recuperei bem o cabelo, Mas não valeu apena do apartir do 5 mês senti uma perda do libido . Mas ainda conseguia manter ereção , parei de tomar com 7 meses porque não pensava em. Sexo , resumindo minha história não indico esse medicamento , aconselho vcs a usarem outra coisa , vejam bem tenho 22 anos tem 2 meses que parei e estou tendo insónias não consigo manter ereção , estou depressivo pois pensamentos negativos surgem , vc se torna uma pessoa totalmente infeliz , marquei consulta com o urologista pra ver oque acontece é se com o tempo posso voltar a ter ereção, há minha dermatologista que na minha opinião foi uma péssima profissional me disse que com o tempo os efeitos passavam mas como vi em outros blog , boa parte são permanentes. Peço a todos que não usem esse medicamento destrói vc .

    ResponderExcluir